Home Periféricos Headphones Zowie Hammer USB

Introdução

Existem cada vez mais periféricos dedicados ao mercado dos jogos que prometem dar um pouco mais de vantagem no calor da acção. Neste contexto, os headsets (conjunto de auscultadores que incorpora também um microfone) têm sido vistos como um auxiliar bastante útil e o mercado para este tipo de periféricos tem sido bastante procurado o que leva a que apareçam mais marcas com produtos muito interessantes. Assim, hoje, chegou a vez de testarmos um equipamento destes, da marca Zowie, o Hammer USB. Vamos então ver como se portou.

Zowie Logo

Como é habitual, vamos saber um pouco mais sobre a marca e a sua mentalidade:

ZOWIE GEAR is an innovative manufacturer of competitive gaming gear, founded late 2008 with a mission to develop the best competitive gaming gear available.
We are not limited by shareholders telling us what we can or cannot do. We are a free-minded company consisting of experienced and creative individuals, united in ZOWIE on a common ground; our passion for gaming. No boundaries. No compromises. Just gaming.
ZOWIE GEAR has no ambition to become the biggest manufacturer of competitive gaming gear. We just want to be the best. If we can develop products that will increase a gamers performance by just 1%, we will do it. This is our mentality.
It’s not just a game.
This is ZOWIE GEAR. Strive for Perfection.

Embalagem, Conteúdo e Especificações

Esta é a caixa que embala o equipamento. Tem um design simples e sóbrio com muitas referências à marca. Tem uma abertura que permite ver para o interior, permitindo um primeiro contacto com o headset. A marca comercializa também uma versão que não é USB e, portanto, é compreensível que a palavra USB na caixa seja realçada a vermelho.

Na parte de trás estão impressas, em várias línguas (português não incluído) as principais características do equipamento.

Nas laterais, a marca colocou testemunhos de dois jogadores de e-sports, Emil “HeatoN” Christensen e Abdisamad “SpawN” Mohamed, que a marca patrocina.

Este é o conteúdo da embalagem: o headset, um par de almofadas em tecido (as almofadas que já estão montadas nos auscultadores são de pele), um cabo extensor e a placa de som USB.

Estas são as características técnicas dos auscultadores:

  • Frequency response: 15 – 25,000 Hz
  • Speaker dimension: 40 mm
  • Impedance: 32 Ohm
  • Sensitivity: 98 dB +/- 4dB
  • Cable length: 1.2m + 1.8m = 3.0m
  • Connectors: 3.5mm Gold-plated

E estas são as características técnicas do microfone:

  • Frequency range: 60 – 10,000 Hz
  • Directivity: Uni-directional
  • Impedance: Low
  • Sensitivity: -57dB +/- 4dB

Fotos

Este é o conjunto de almofadas extra que a marca incluiu no conjunto. O orifício permite que cubra a totalidade da orelha, criando uma barreira para os sons externos ao mesmo tempo que torna a utilização mais cómoda. Uma vez que existem dois tipos de almofadas, a escolha entre elas depende inteiramente do utilizador. A substituição é muito simples no entanto, tem um aspecto um pouco simples demais uma vez que não tem qualquer tipo de fixação.

Esta é a peça que faz toda a diferença entre a versão “normal” e a versão USB: a placa de som. A ligação é simples, dois jacks de 3.5mm de um lado (auscultadores e microfone) e conector USB do outro, no meio a placa de som com dois botões (Mute e volume) e um LED azul. Esta pequena peça garante uma qualidade de som mais elevada do que o normal.

O headset tem um cabo de 1.2m que são mais do que suficientes para quem usa portáteis ou tem a caixa do pc mesmo ali ao lado. Para os outros que, como eu, têm a torre um pouco mais afastada ou pretendem ligar à televisão para ver um filme, este extensor adiciona mais 1.8m de comprimento para um total de 3m, mais do que suficiente para chegar a qualquer lado. De notar que os conectores levaram um banho de ouro para assegurar a melhor conexão possível.

Entre os auscultadores e os jacks de 3.5mm, esta peça permite ajustar o volume e ligar ou desligar o microfone. É bastante útil para quando não usamos a placa USB ou esta se encontra fora do nosso alcance.

O microfone tem uma estrutura que não é flexível mas permiter rodar para posicionar. Dá para extender um pouco mais o microfone para fora, cerca de 2cm. Uma vez que tem uma estrutura fixa não é tão prático para arrumar quando vamos para uma lan ou simplesmente para arrumar.

A estrutura do headset é constituída por uma borracha muito forte mas flexível, capaz de aguentar grandes deformações sem quebrar. Apesar disso, com muitas horas de uso nota-se algum desconforto tanto pela pressão da estrutura como pelo peso do conjunto. É comum este tipo de equipamento ter algum tipo de almofada nesta zona para prevenir esse tipo de desconforto. Outras marcas usam uma banda para evitar que a cabeça toque na estrutra.

Utilização

Headsets desenvolvidos para tirar o melhor partido das capacidades em jogos, como se testam? Pois! Liga-se o Skype e telefona-se a todos os contactos. E depois joga-se até de manhã.

Após longas horas de testes devo dizer que a qualidade do som é excelente, no entanto nota-se a diferença entre usar a placa de som e não usar. Usem! O som é limpo e claro, razões fortes para quem pretende ouvir todos os ruídos durante uma sessão de jogo. Este é o tipo de vantagem que qualquer jogador de e-sports procura.

Porém, os Hammer não servem só para jogar e, como tal, também têm de ser testados noutras situações. Outra vez, recomendo vivamente a utilização a placa de som, principalmente se for para ouvir música. Neste campo não achei a qualidade assim tão boa. Não há muita força nos baixos e nota-se algum ruído no fundo. De referir que usei o programa Winamp e vários tipos de música, desde heavy metal a ópera, passando por electrónica e jazz. Enfim, de tudo um pouco, tanto em mp3 como em cd (originais, nada de pirataria reles). Também foi usado o Skype e o Gtalk para fazer chamadas. Neste aspecto o resultado foi bastante satisfatório. Enquanto estamos a falar há um bloqueio do som recebido.

A placa de som tem um cabo muito curto, o que até é bom para quem usa um portátil. Mas quando se tem um desktop e não se tem um hub, a placa de som fica muito longe o que significa que os botões que tem ficam fora do alcance e por isso mesmo, sem utilização. Só reparei que o LED é azul quando liguei a placa ao computador porque depois nunca mais a vi.

Apesar da qualidade geral dos Hammer ser excelente, a peça para regular o volume parecia completamente fora de sítio, como se tivesse sido aproveitada de um aparelho qualquer de marca branca e colocado ali para desenrascar. Até o próprio design da peça não está enquadrado com as linhas do headset. E quando não se usa a placa de som nota-se a falta de qualidade de um modo gritante (ao regular o volume o som, às vezes, falha).

As almofadas conferem um conforto bastante grande mas o forte material que constitui a estrutura faz-se sentir após algumas horas de utilização. Por outro lado, o peso do equipamento, que não é muito mas é algum, também se faz sentir após algumas horas, principalmente por não haver uma almofada ou uma banda para evitar que a estrutura toque na cabeça.

Conclusão

Chegamos assim ao fim de mais uma análise a um produto virado para o mercado dos jogos e mais um headset para juntar à colecção que temos vindo a aumentar. Depois do tempo que passei com os Hammer devo dizer que gostei da experiência na sua globalidade e aprecio a funcionalidade que proporcionam. No entanto, o preço é demasiado elevado para o conjunto todo, principalmente quando existem outras marcas que comercializam produtos com características semelhantes ou superiores a um preço mais baixo, como é o caso dos Ozone Strato EVO. Os Hammer USB fazem valer o seu preço pelo placa de som que incluem, mas só isso não é o suficiente para o preço elevado.
Apesar de tudo, a marca tem aqui um produto que ainda pode evoluir bastante, para ficar mais aperfeiçoado e assim, ter uma maior receptividade por parte do público. O facto de ser patrocinado ou patrocinar este ou aquele e-jogador não deve ser só o certificado de qualidade por si só, o produto tem de se fazer valer.

Resta-nos agradecer à marca Zowie por nos ter enviado este exemplar.

0 Comentários a este artigo
  1. Mais uma interessante review por parte da LiliReviews. No entao, deixo alguns reparos:

    – O produto custa 61€ em Portugal e não 79,90€ pelo que a comparação preçoqualidade não está a ser muito “justa” (http://www.novoatalho.pt/ProductDetails.aspx?productid=13609).
    – Deviam falar da sua durabilidade (do microfone ser de aluminio por exemplo, eu já parti bastantes microfones antes) e flexibilidade visto que se pode quase dobrar todo o headset sem ele ficar com marcas.

    Por último devo dizer que este headset me parece ter uma relação bastante boa qualidadepreço (o sem ser USB custa somente 48€) e onde perde realmente é no design, é muito feio!

    • Obrigado pelo comentário. No entanto devo dizer que o facto de o preço variar em diversas lojas em portugal não é responsabilidade nossa uma vez que nós nos guiamos sempre pela marca e só em último caso pelas lojas e assim, o preço que a marca pratica é de 79.90€. tens aqui o link para o site onde está o preço dos headseats. A questão da durabilidade está incluída na qualidade de construção que eu referi ser excelente, até referi que “A estrutura do headset é constituída por uma borracha muito forte mas flexível, capaz de aguentar grandes deformações sem quebrar.” De facto a relação qualidade/preço da versão sem placa de som é um pouco melhor por ser mais barato mas também perde na qualidade de som, no entanto, volto a referir que o PVP anunciado pela marca é de 59.90€ o que já o torna uma opção cara quando comparado com o Ozone que também já foi testado por nós. Repara que nós não podemos andar a verificar todas as lojas em portugal para saber onde é que um produto está com o melhor preço. A marca coloca um preço e nós só temos de seguir a marca. O que as lojas fazem já não é connosco. Até porque se existem lojas que o colocam a um valor mais baixo do que o recomendado, existem outras lojas que praticam um preço superior…

  2. O que interessa é se isto consegue detectar “ruídos” num jogo como o caminhar de alguém, sem termos de ter o som muito elevado. Mas sim o que interessa mais de momento são headphones para os Gamers, e para isso quer-se uns headphones confortáveis e bons!

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos