Home Periféricos Headphones Tritton PC510 HDa

Antes de mais e para os que não conhecem a marca de que vamos falar nesta review, aqui fica um pouco de história: a Tritton pertence a um leque de marcas detido pela Mad Catz, empresa que tem como objetivo trazer para o mercado gaming, periféricos de elevada performance e qualidade. A Tritton é conhecida pelos seus headsets gaming (sobretudo para Xbox 360 nos Estados Unidos) entre outras categorias, tais como: áudio para jogos, áudio para dispositivos móveis, tecnologia de vídeo USB, assim como na tecnologia Bluetooth.

Nesta review os headphones foram testados sobretudo no que diz respeito às suas capacidade para uso gaming,  principalmente em FPSs como CounterStrike 1.6, modo 5 vs 5 em PCW e partidas da ESL. Nestes jogos é essencial tirar um bom partido dos headphones, pois eles dão toda uma serie de informações importantes do ambiente que nos rodeia, assim como nos permitem comunicar com os colegas de equipa. Além disso, a avaliação do seu desempenho no que a música e filmes diz respeito também teve o seu lugar.  Os Tritton mostraram-se muito capazes na maior parte dos testes realizados.

Comecemos então esta review com algumas fotos dos headphones ainda no interior da sua caixa:

Os PC510 HDa são headphones com capacidade sonora de ambiente 5.1, gerando assim um ambiente sonoro 3D de alta definição usando neste modelo entradas analógicas e daí vem a sua designação de A depois do HD.

Na embalagem, os auscultadores da Tritton fazem-se acompanhar de um microfone que se encaixa na earcup esquerda, usando para isso um conetor jack 3,5mm. O microfone tem uma posição de encaixe única nos headphones e é construído em plástico flexível que se molda ligeiramente, memorizando assim a posição que o utilizador desejar.

Vem também uma extensão denominada Breakaway In-line Controller, daqui em diante referida como controlador de áudio, que permite ao utilizador controlar os vários volumes (main, front, rear, center e sub) e ainda um botão de on/off do microfone. O regulador de volume principal, localizado na extremidade superior do controlador, serve também para ligar e desligar os headphones.

Na extremidade do cabo de 2,75 metros, encontramos todas as ligações analógicas para ligar os Tritton PC510 HDa à placa de som 5.1, três jacks de 3,5mm de input (som dos headphones  – front|verde, rear|laranja, center|preto), uma de output (som do microfone|rosa) e ainda uma ficha USB apenas para fornecer a alimentação necessária ao equipamento. Estes headphones não necessitam de qualquer tipo de drivers.

A ligação entre o controlador de áudio e os headphones é feita através de uma ligação 9 pin mini DIN.

Após o unboxing é tempo de ligar todos os conetores para cada tipo de origem de som: frontal, traseiro, central, subwoofer, micro e a ligação USB que, como já foi referido, serve unicamente para alimentação aos headphones da qual falaremos mais à frente de um pormenor em particular.

Para estes headphones será necessária uma placa de som com alguma qualidade e obviamente as três saídas de som necessárias para criar o sistema de 5.1 3D. A maior parte dos desktops não terá qualquer problema em receber estes headphones, no entanto, os entusiastas que preferem portáteis poderão não ter saídas necessárias para criar o som 5.1 3D, pois são poucos os modelos que se fazem acompanhar de placas de som com as características necessárias para os Tritton PC510 HDa.

A cor preta e o aspeto glossy dos lados fica sempre bem a qualquer jogador e a Tritton, aproveitando a alimentação USB, colocou ainda o seu logótipo com uma transparência retro-iluminada a branco em cada lado dos headphones, um toque que personaliza este equipamento e lhe dá um “brilho” especial. De salientar que estes headphones são completamente personalizáveis através dos TRITTON Headset Skinz™, não só nas laterais, mas toda a estrutura deste surpreendente periférico.

Aqui fica uma imagem dos headphones em perfeita escuridão para terem uma pequena ideia do efeito que estes criam, sendo esta a outra função da alimentação por USB.

O controlador de áudio tem iluminação LED de duas cores que muda de verde para vermelho quando colocamos o microfone em mute, o que não deixa de ser um pormenor estético interessante e ao mesmo tempo útil.

O facto dos headphones serem muito ajustáveis permite melhorar o conforto de utilização, apesar do seu peso ser um pouco superior comparando com simples headphones stereo. Mas isso seria de esperar à partida, uma vez que todo o sistema de 2×4 colunas aumenta consideravelmente a dimensão e claro está peso final do equipamento.

O formato dos headphones assenta muito bem nas orelhas, mantendo-as completamente dentro das earcups com excelente isolamento de som e também assenta perfeitamente na cabeça, sendo a regulação muito fácil de fazer e que não se altera com os movimentos de tirar e colocar dos headphones. A Tritton aposta na boa qualidade dos materiais que usa e isso nota-se imediatamente quando começamos a utilizar estes headphones nas diversas tarefas do dia-à-dia, seja jogar, ver filmes, comunicar ou simplesmente ouvir um belo som.

Cada earcup tem quatro colunas de alta precisão fornecendo um perfeito e verdadeiro som 5.1 3D numa gama entre os 20-30.000Hz Os vários altifalantes de frente, traseira, central e subwoofer estão situados num diâmetro de 30 mm que permitem ter um som com excelente qualidade,  sendo que o subwoofer, é ótimo para melhorar a experiência de horas e horas de jogo, seja em simuladores de guerra, de condução ou outros. São excelentes os tons graves que este equipamento nos proporciona. Outro ponto a favor, é a excelente insonorização destes headphones.

Ambiente em que os headphones foram testados e o tipo de utilização:

  • Computador com uma placa de áudio interna Realtek HD 5.1 e uma Audigy SE 7.0;
  • Ambiente de jogo: Counter Strike 1.6, Team Fortress 2, Total War: Shogun 2, Deus Ex: Human Revolution e Saints Row – The Third;
  • Auscultadores também testados para ouvir música e filmes, assim como em ambiente de comunicação via Skype e TeamSpeak 3.0.

Considerações Finais

Os Tritton PC510 HDa, são headphones técnica e esteticamente muito bem concebidos, os plásticos e restantes partes são de elevada qualidade e de certo que resistirão a muitas horas de entretenimento sempre com um excelente qualidade sonora. Os ambientes sonoros 3D atingem uma realidade francamente boa e a qualidade geral do som é excelente. São confortáveis e têm um nível de insonorização muito bom.

O microfone, por seu lado, parece ser o elo mais fraco deste produto pois não tem um bom sistema de cancelamento de ruído e não é tão flexível quanto esperado. Em termos de construção, só dois pontos de fraqueza destes headphones que deixam algumas dúvidas a longo prazo. Esses pontos são as ligações entre o controlador de áudio, o cabo para o PC e os próprios headphonesJá agora, o controlador de áudio fica demasiado próximo dos headphones portanto, em praticamente todas as situações, acaba por ficar pendurado.

De notar também que existe uma curva de aprendizagem e adaptação a estes headphones mais ou menos longa até se conseguir tirar partido de todo o potencial dos mesmos. Claro que em instant action, também não farão má figura, mesmo em casos em que sejam utilizados em modo stereo, apenas com o canal front (jack verde) e USB ligados. Mesmo nesta situação, registou-se um desempenho razoável e de todo, nada dececionante.

Para a qualidade de som 5.1 proporcionada o preço abaixo dos 100€ parece bem ajustado e vale a pena pela experiência e qualiade.

Visitem o Site oficial dos Tritton PC510 HDa e não deixam de passar na FraggerZstuff para efetuar a compra!

0 Comentários a este artigo
  1. Depende da qualidade do ficheiro em causa… mas na generalidade apenas notei alguma diferença e posso dizer que para melhor, quando experimentei com um album original que me passou pelas mãos… com mp3 e formatos digitais correntes não digo que se ganhe muito por ouvir em 5.1. Atenção que existem no entanto, alguns géneros que são gravados a pensar em output 5,1 como é o caso de grandes orquestras clássicas ou algumas bandas sonoras originais… mas nestes casos terão de ser em CD e não qualquer outro formato com compressão.

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos