Home Periféricos Steelseries Apex

A Steelseries lançou no mercado o Apex Raw, uma versão “light” do Apex. É uma versão light no sentido em que se apresenta desprovida de algumas características que poderão fazer a diferença ou não na opção de compra apenas, pois as características gerais de desempenho mantém-se inalteradas.

Os teclados mecânicos estão na moda e têm características únicas que os colocam num nível acima dos vulgares teclados de membrana. Mas o valor de um teclado mecânico ainda é consideravelmente mais elevado do que um teclado gaming de topo. No entanto, as marcas têm feito grandes progressos para tornar os seus produtos cada vez mais atrativos e cheios de extras.

Características

Estas são as características técnicas segundo a marca:

  • Low profile keys for great feel with short travel distance and fast response time
  • Ergonomically elevated F and macro keys
  • SteelSeries Engine drives everything including illumination, macros, and profiles
  • 1 color Backlighting
  • 15 Macro keys (2 layers – 15 keys)
  • Media Controls

Embalagem e Conteúdo

O Steelseries Apex Raw é apresentado numa embalagem simples, seguindo o estilo que a marca costuma adotar para os seus produtos, com cores escuras e o nome do produto a contrastar.

Steelseries Apex Raw 01

Na frente da caixa temos logo uma imagem do teclado o que ajuda a identificar e a ter uma perceção inicial sobre o mesmo.

Steelseries Apex Raw 02

Na parte de trás encontramos uma parafernália de informação em várias línguas e algumas imagens das características do teclado.

Steelseries Apex Raw 03

No interior, a acompanhar o teclado, a Steelseries inclui um manual de iniciação rápida (Quick Start Guide), um autocolante com o dístico da marca e um conjunto de pés que permitem ajustar a altura do teclado.

O teclado

A primeira impressão que se tem do Apex Raw é de uma sobriedade muito grande. Não estamos perante um teclado que faça virar cabeças. A Steelseries tem por hábito fazer os seus produtos com um aspeto muito discreto, tirando algumas exceções de produtos licenciados com um determinado jogo ou equipa eSports.

Steelseries Apex Raw 04

Apesar do seu aspeto discreto, o Apex Raw é um teclado grande e que ocupa algum espaço na secretária, muito por culpa das teclas extra que tem.

Steelseries Apex Raw 05

O espaço abaixo da tecla de espaço serve para descansar os pulsos e funciona muito bem, não atrapalha em nada, mesmo tendo uma altura de cerca de 1cm.

Steelseries Apex Raw 06

Uma vez que este teclado é uma espécie de versão light do irmão mais velho, o Apex, teremos de nos contentar com menos características: menos teclas de extra, só uma cor de leds, não tem ActiveZone, o cabo é revestido a plástico normal e não tem portas USB extra.

Steelseries Apex Raw 07
Steelseries Apex Raw 08

O teclado permite duas regulações em altura, graças a um simples sistema de troca dos pés da parte de trás.

Steelseries Apex Raw 09

Simples mas eficaz. Para além disso, como os pés são completamente em borracha, ajudam a manter o teclado no sítio.

Em pormenor

Steelseries Apex Raw 10

No Apex Raw existem dos conjuntos de teclas macro, à esquerda (MX) e por cima (M) das teclas F. Do lado esquerdo, para além de termos 5 teclas MX, temos também duas teclas L, que permitem mudar o nível (layer) das configurações, ou seja, na prática temos o dobro das teclas.

Steelseries Apex Raw 11

Uma das características deste teclado é o facto das teclas terem um perfil baixo e um percurso curto ao carregar. Para ser mais fácil identificar as teclas M, estas estão consideravelmente mais altas do que as restantes.

Steelseries Apex Raw 12

Outra característica que chama a atenção é a dimensão e formato da tecla de espaço. Apesar de ser mais curta, é mais larga, o que se torna sensacionalmente prático, tanto a bater texto como a jogar. Sem dúvida, um dos pontos altos deste produto.

Steelseries Apex Raw 13

Mais uma das características onde a Steelseries decidiu apostar foi em duas teclas direcionais extra. Se a tecla de espaço foi um dos pontos altos, este foi sem dúvida um dos pontos “WTF?”. Qualquer pessoa que use um teclado não está habituado a estas teclas e acaba por não lhe dar uso. E já agora, num campo qualquer onde se possa colocar texto (editor de texto, formulário num browser, address bar num browser, etc.), se essas teclas forem pressionadas uma a seguir à outra muito rapidamente, o cursor fica a deslocar-se infinitamente na direção horizontal da última tecla pressionada. Bug?

Steelseries Apex Raw 14

A sobriedade é nota dominante em todo o lado, até nos símbolos do NUMLOCK, CAPSLOCK e SCRLLOCK. O Apex Raw apresenta duas texturas: um acabamento brilhante na área das teclas e um acabamento rugoso na superfície restante, inclusive atrás.

Utilização

A Steelseries coloca no Apex Raw 8 níveis de iluminação do teclado, em cor branca. Estes níveis podem ser regulados tanto pelo software como através de teclas de atalho.

Steelseries Apex Raw 15
Steelseries Apex Raw 16
Steelseries Apex Raw 17
Steelseries Apex Raw 18

Durante o dia, as teclas são bem visíveis, mesmo sem recurso à iluminação. Quando o ambiente é menos iluminado, os diferentes níveis permitem ajustar-se a praticamente qualquer utilizador. De referir que o nível mais intenso não é incomodativo porque o espaço da letra não é muito grande, no entanto, as teclas com o símbolo do Windows e da Steelseries acabam por ser mais intensas.

Após várias horas de utilização, tanto a bater texto como a jogar, a satisfação geral é bastante positiva. As teclas necessitam de um pouco mais de pressão do que aquilo a que estou habituado num teclado mecânico mas a resposta é rápida, muito devido ao baixo perfil e percurso curto. Este ponto pode não ser tão significativo durante uma sessão de jogos, mas quando se passa umas horas a escrever, cansa um pouco. E depois quando regresso ao teclado mecânico, parece que estou a martelar nas teclas.

Software

A Steelseries faz acompanhar o teclado com um software que permite controlar tudo, desde a intensidade luminosa, criação de perfis e macros, até à atualização do firmware.

O software divide-se em 5 campos. No canto superior esquerdo temos identificados os periféricos que estão conectados, sendo possível controlar vários com um único software. Por baixo estão os diferentes perfis e opções para criar e gerir os mesmos. No canto superior direito estão as ações de macros pré-definidas, das teclas individualmente e das criadas pelo utilizador. Por baixo fica um campo de dicas que é dinâmico (ao passar o rato pelas diferentes áreas, o texto apresentado é alterado de acordo com a informação associada). O centro é dedicado às configurações do teclado propriamente dito. Estas configurações estão divididas por 4 separadores.

Steelseries Apex Raw 23

O primeiro separador é o Buttons e, tal como o nome indica, é dedicado à configuração das macros. Para além de ser possível configurar um número infinito de combinações para as teclas M e MX, a Steelseries permite que também as teclas normais possam ser configuradas para terem novas funções.

Steelseries Apex Raw 22

No segundo separador, Settings, é possível alterar a intensidade luminosa do teclado, o polling rate e o layout o teclado. Esta opção do layout tem a ver com o esquema de teclas físicas e não com o layout que se está a usar. Ou seja, este exemplar chegou-nos com o layout United States, que está selecionado nesta opção, mas estou a usar o layout PT para escrever, o que faz com que algumas teclas tenham outras funções de escrita. Felizmente a Steelseries lembrou-se deste cantinho de terra e também comercializam o Apex Raw com layout português.

Steelseries Apex Raw 21

No terceiro separador, Properties, é possível definir a ativação automática de diferentes perfis quando determinada aplicação é iniciada.

Steelseries Apex Raw 20

O último separador, Statistics, permite visualizarmos que teclas são pressionadas durante um determinado período de tempo. Em termos práticos, pode não servir para nada, mas é engraçado de ver quais as teclas que mais pressionamos em determinada sessão de jogos ou de edição de texto. Para fazer uma leitura é necessário carregar no botão Start e para terminar, carregar no botão Stop.

Conclusão

O teclado é, provavelmente, o periférico que mais usamos quando nos sentamos à frente do pc e é sempre bom que seja uma peça confortável de usar uma vez que poderemos ter de o utilizar por várias horas. A Steelseries criou um produto a pensar não só nos jogadores mas também no utilizador comum.

Steelseries Apex Raw 19

O Apex Raw é um teclado excelente e que fará as delícias de inúmeros utilizadores, tem uma qualidade acima da média e o seu aspeto simples fará com que se enquadre em qualquer secretária. Poderá não ter tantas características como o seu irmão mais velho, mas as que tem são mais do que suficientes.

O que diferencia o Apex Raw dos produtos de outras marcas são os pormenores que permitem facilitar a vida de quem o utiliza. Por exemplo, o pormenor das teclas M estarem numa posição mais elevada em relação às restantes teclas, para que facilmente se encontre o que se deseja; os pés de borracha com duas alturas diferentes e que mantêm o teclado no sítio; a tecla de espaço com uma configuração diferente mas extremamente prático. São estes pequenos pormenores que fazem toda a diferença.

Mas, claro, nem tudo são rosas. Há outros aspetos que, não sendo considerada uma característica negativa, questiono-me sobre ela. Em primeiro lugar, as teclas de direção diagonal, para quê? Já ando nisto quase desde que nasci e nunca precisei deste tipo de teclas, acho que não vai ser agora que vou mudar. Segundo, o preço. Esta é sempre uma questão preponderante e aqui temos muitos fatores a ter em conta. 70€ por um teclado é sempre um investimento considerável. Claro que não chega aos valores dos teclados mecânicos mas isso seria óbvio até porque este é um teclado de membrana, para o bom e para o mau. Por outro lado, se pedirmos muito mais do que aquilo que o teclado já oferece, temos o Apex e esse sim já é bastante mais dispendioso. Se olharmos a tudo aquilo que o teclado oferece e ainda para a qualidade geral do produto, facilmente nos apercebemos que afinal nem é assim tão caro.

Por fim, um agradecimento muito especial à Steelseries por oferecer a opção de layout PT para este modelo (esta opção também está disponível na loja online da marca). Nem todas as marcas fazem produtos gaming e disponibilizam esta opção por isso, muito obrigado!

selo-8_9

O bom
Qualidade geral
O software
Robustez e simplicidade
Layout PT (embora não esta versão)
Iluminação com vários níveis de intensidade
A tecla de espaço

O menos bom
Teclas de membrana
Teclas diagonais sem utilidade e com bug


Resta-nos agradecer à Fraggerzstuff por nos ter cedido este exemplar.

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos