Home Periféricos Review SteelSeries Sensei Wireless

A SteelSeries tem apresentado ao longo do tempo alguns produtos que têm como base o Sensei, e hoje chegou-nos a versão sem fios do mesmo. Muitos utilizadores profissionais defendem que um bom rato gaming não pode ser wireless mas a SteelSeries acha que também há espaço para este tipo de rato.

Assim sendo, deixamos aqui a nossa análise ao SteelSeries Sensei Wireless para vos ajudar a tirar as dúvidas.

Características

Estas são as características técnicas de acordo com a marca:

  • 50 to 8200 Adjustable CPI
  • 1 ms Response Rate / 1000 Hz Polling Rate
  • 150 Inches Per Second (IPS)
  • 30 g Acceleration
  • 16 hrs Battery Life, Max 20 hrs
  • 8 Programmable Buttons
  • 16.8 M Color Illumination w. 4 Zones
  • Soft-Touch Coating
  • Cable Texture: Braided
  • 30 Million Click Durability
  • Weight: 120 g (0.264 lbs)
  • Height: 41 mm (1.61 in)
  • Width: 69 mm (2.72 in)
  • Length: 129 mm (5.08 in)
  • Cable Length: 2 m (6.5 ft)
  • Base: 165x100x24 mm, 208 g

Embalagem e conteúdo

A embalagem do SteelSeries Sensei Wireless é muito simples e é robusta o suficiente para acomodar o produto. Isto garante que não haverá problemas durante o transporte, mesmo que se opte por uma compra online.

SteelSeries Sensei Wireless 01 - Package front

Na frente da embalagem temos uma imagem do rato acompanhado de alguma informação sobre o mesmo. Os motivos alaranjados são característicos da marca e não poderiam deixar de estar presentes.

SteelSeries Sensei Wireless 02 - Package back

Na parte de trás existe muita mais informação sobre o Sensei Wireless e mais uma imagem do mesmo. As laterais da caixa têm mais imagens do rato para se ter uma primeira percepção do produto.

SteelSeries Sensei Wireless 03 - Content

No interior encontramos a base de carregamento, o rato, o cabo de conexão e uma embalagem com os documentos. Estes documentos incluem o manual de instruções, o guia de instalação rápido e um autocolante com o emblema da marca.

O rato

Não sendo muito diferente da versão original do Sensei, será que esta versão wireless terá a simpatia dos fãs?

SteelSeries Sensei Wireless 04 - Front Left

Tendo em conta que este rato foi desenhado a pensar em todo o tipo de utilizadores, é simétrico. Isto significa que não existe um espaço completamente dedicado ao polegar, tal como acontece em muitos outros ratos. O material usado é muito bom e confortável mesmo após várias horas de utilização.

SteelSeries Sensei Wireless 05 - Back Left

Os botões do polegar são de fácil acesso e respondem de um modo rápido. Têm uma dimensão considerável, o que facilita ainda mais o seu acesso. Os botões são completamente configuráveis através do software fornecido.

SteelSeries Sensei Wireless 06 - Back Right

Do lado direito encontramos outros dois botões, exactamente simétricos aos do lado direito e com as mesmas características. Isto permite que o Sensei seja utilizado tanto por destros como por esquerdinos.

SteelSeries Sensei Wireless 07 - Front Right

Tal como acontece do lado esquerdo, não encontramos aqui qualquer tipo de apoio para os dedos da mão. Claro que este rato não foi pensado a pensar na ergonomia mas seria interessante ver algo de inovador em termos de design. No topo temos o botão para alterar o valor de DPIs. Estes valores são configuráveis através do software e tem apenas duas pré-definições. A roda de scroll tem uma textura interessante, é de fácil habituação, tem um rodar um pouco rígido mas o clique não tanto. Esta roda também tem iluminação.

SteelSeries Sensei Wireless 10 - Base

A base de carregamento tem um peso considerável, o que permite que a mesma se mantenha no lugar. É toda feita em plástico embora tenha uma acabamento metalizado. O espaço destinado ao rato é um pouco mais profunda o que assegura que o rato está sempre em contacto com os três pinos dourados para carregar.

Pormenores

Muitas vezes são os pequenos pormenores que fazem as grandes diferenças entre os vários produtos dos mesmo segmento. Na altura de escolher, estes podem ser extremamente importantes.

SteelSeries Sensei Wireless 08 - Bottom

Na base do Sensei encontramos vários pontos de interesse. Em primeiro lugar, os skates são um pouco diferentes do modelo original. A SteelSeries optou por quatro skates em vez de três. Isso implica que os skates da frente são muito mais pequenos do que o original. O sensor laser está centrado, o que agrada a grande parte dos jogadores profissionais. Ao lado tem um botão On/Off, para evitar que a bateria descarregue quando não é utilizado, e um botão para sincronizar com a base. No entanto, não tem um LCD.

SteelSeries Sensei Wireless 11 - Base Bottom

O fundo da base de carregamento tem uma borracha de grandes dimensões, o que evita que a mesma ande a passear em cima da secretária. Também é aqui que encontramos o botão de sincronização com o rato. O cabo liga-se no topo e o encaixe é bastante seguro, para evitar puxões acidentais que possam danificar o aparelho.

SteelSeries Sensei Wireless 12 - Cable Connection

O mesmo conector pode também ser utilizado no rato, que seja para carregar ou simplesmente para continuar a trabalhar caso a bateria esteja completamente descarregada. O botão ao lado do encaixe serve para soltar o cabo. Esta é mais uma medida de segurança que a SteelSeries introduziu para o cabo não se soltar facilmente.

SteelSeries Sensei Wireless 13 - Mouse Wired

O cabo USB tem um revestimento entrelaçado que lhe confere maior robustez e qualidade. Infelizmente o conector USB não levou um acabamento a ouro, o que, teoricamente, melhora o desempenho da ligação.

SteelSeries Sensei Wireless 14 - Base Light

A base tem uma auréola LED em torno do espaço onde o rato descansa. Este LED é configurável, sendo que uma opção é a indicação do estado da bateria. Assim, com a bateria abaixo dos 10% fica com a cor vermelha, entre os 10% e os 25%, fica com a cor amarela e acima desses valor, fica verde. Esta opção também é possível em todos os outros pontos de luz no rato. Quando o rato está a carregar, aparece um pequeno LED vermelho entre a roda e o botão no topo, que muda o valor de DPIs definido. Este LED desliga-se quando o rato estiver totalmente carregado.

SteelSeries Sensei Wireless 15 - Lights

Apesar de não ser ergonómico, a qualidade de materiais e a textura conferem-lhe bastante conforto, mesmo ao fim de várias horas de utilização.

Software

O software da SteelSeries permite controlar diversos equipamentos das marca, não só este modelo.

SteelSeries Sensei Wireless 17 - Software

A primeira janela do SteelSeries Engine 3 é constituída por dois separadores. O primeiro permite escolher o equipamento que pretendemos configurar. Neste caso, o Sensei Wireless, tem mais opções e informações. Por baixo do nome tem a indicação da carga da bateria e do lado direito permite escolher rapidamente o perfil pré-definido.

SteelSeries Sensei Wireless 18 - Software

No segundo separador encontra-se toda a biblioteca de aplicações pré-definidas para serem usadas com os diferentes perfis e aparelhos. Neste caso, configurei vários ficheiros .exe para que, ao serem executados, mudem o perfil do rato. Assim não é necessário ir ao software mudar de perfil de cada vez que se queira jogar.

SteelSeries Sensei Wireless 19 - Software

Ao seleccionar o equipamento a configurar, surge outra janela onde podemos configurar tudo. Um dos aspectos mais interessantes é que tudo se encontra numa só janela de fácil utilização. Este conceito torna a experiência muito simples e intuitiva. Assim, temos as opções de perfis do lado esquerdo, as configuraç~eos dos botões ao centro e as definições de sensibilidade do laser, opções de bateria, aceleração, distância à superfície, deslocação e velocidade de ligação.

Utilização

Um rato é um equipamento pelo qual o jogador nutre sempre uma atenção especial pois é o elo de ligação com o jogo e com o seu desempenho no mesmo. Assim, é de esperar que se queira ter o equipamento que melhor se adapte a cada um de nós uma vez que é com ele que vamos passar várias horas.

SteelSeries Sensei Wireless 16 - Comparison

Pessoalmente tenho um problema com ratos que sejam ambidextros porque são sempre demasiado simétricos e, naturalmente, a mão que assenta no rato não é simétrica, o que se torna desconfortável logo de início. Não existe um apoio completo para o polegar, muito menos para os dedos anelar e mindinho. O corpo do rato é um pouco alto de mais para a minha mão ou o ponto mais alto deveria estar mais recuada. A certa altura já estava a utilizar o rato quase de lado…

O software é excelente. Muito fácil de usar e é muito intuitivo. Com uma grande opção de definições, permite personalizar atá ao mais pequeno pormenor de acordo com cada utilizador. Já a actualização do mesmo é um pouco confusa. Quando actualizei, tive de desconectar o rato e voltar a conectar. Mas não identificou. Carreguei nos botões de sincronização e nada. Liguei o cabo directamente ao rato e nada. Mudei de porta USB e já funcionou… SteelSeries, há modos mais simples de fazer as coisas.

Uma das principais reticências que os jogadores profissionais têm com ratos sem fios é o facto de sentirem um atraso devido à comunicação. Mas isso eram outros tempos. É muito difícil ter-se qualquer tipo de percepção de algum atraso desde o momento em que movemos o rato ou clicamos num botão até à resposta do mesmo. A olho nu, não é perceptível e isso é um ponto muito positivo.

Conclusão

Existem muitos ratos no mercado e este é mais um de muitos excelentes ratos. A qualidade de construção e os materiais utilizados são do melhor que já vi. Aliados a um software fácil de usar e com muita versatilidade, a SteelSeries tem aqui uma ferramenta muito interessante para todos aqueles jogadores que preferem ter a liberdade que um rato sem fios permite.

SteelSeries Sensei Wireless 09 - Conclusion

O preço do Sensei Wireless coloca-o a competir directamente com ratos como o Mad Catz RAT 9, o Logitech G700S ou o Razer Mamba, que são ratos de topo. Tendo em conta as características que apresenta e o custo que tem, a concorrência tem uma vantagem tremenda. Este é sem dúvida o rato mais caro que existe actualmente no mercado nacional e não é, de longe, o que mais opções apresenta. Em relação ao Sensei original, só o facto de ser um upgrade e ser wireless não são razões suficientes para custar quase o dobro.

No fundo, este equipamento tem de ser visto como um produto para aqueles utilizadores que não têm problemas em pagar qualquer valor e que são mesmo adeptos da marca, porque existem opções mais interessantes e mais baratas no mercado. Mas não deixa de ser um produto com uma qualidade elevada.

selo-8_9

O Bom
Qualidade de construção
Qualidade dos materiais
Software
Simples
Ambidextro

O menos bom
Preço elevado
Instalação do software
Design monótono

Resta-nos agradecer à Fraggerzstuff por nos ter cedido este exemplar.

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos