Home Periféricos Headphones Review Steelseries 9H

A Steelseries é uma marca que simplesmente dispensa apresentações. Foi fundada em 2001 com o estranho nome Soft Trading e depois de produzir alguns itens de destaque, como foi o caso do Steelpad e do Icemat, mudaram o seu nome para o atual, em 2007.

steelseries-siberia-elite-top

Desde então a marca tornou-se uma das mais populares a nível de periféricos, lançando produtos famosíssimos, nomeadamente, tudo o que seja Siberia, 7H, QcK, Kinzu, Xai, Kana, Sensei e mais recentemente o Rival.

Ultimamente, têm-se atingidos níveis bastante altos de qualidade quer a nível de ratos para gaming quer a nível de headsets, contudo a marca parece não conseguir acompanhar os que caminham na dianteira, se considerarmos especialmente a categoria áudio.

Especificações

Headphones

  • Frequência de resposta: 10 – 28000 Hz
  • Impedância: 32 Ohm
  • Comprimento do cabo: 3.2 m
  • Jacks: 2 x 3.5 mm para PC e 4-polos de 3,5mm para Mac®, Mobile and Tablets

Microfone

  • Frequência de resposta: 50 – 16000 Hz
  • Sensibilidade: -37 +/- 3 dB

Embalagems e Conteúdo

a b c d e

Em Pormenor

Quando falamos em headsets Steelseries, o melhor ponto que nos vem à mente é certamente o conforto. Desde os clássicos Siberia V2, pelos 5HV3 e agora com estes 9H, o conforto parece ser ser uma definitiva prioridade para a marca, um ponto abonatório transversal a todos os seus equipamentos áudio. O peso esta bem próximo do ponto ideal, assim como a clamping force. O headset descansa bem em cima da cabeça, sem quaisquer oscilações e, melhor que tudo, transmite-nos uma forte sensação de segurança, devido ao seu mais do que agradável encaixe na cabeça.

9

O padding da headband é soft e realmente transpira qualidade. A rede de tecido oculta um enchimento bem fofo e que retorna sempre à mesma forma, não importa quão extensa seja a utilização. Este mesmo padding, em forma de “dentes” pode geral algumas dúvidas, dado o formato pouco ortodoxo, no entanto, dada a experiência com o headset, é passível de ser afirmado sem reticências que esta headband é super-confortável.

13

O padding da zona das orelhas é o mesmo presente nos 5HV3, pleather, com enchimento também ele bem fofo e que tal como o da heaband, retorna sempre à mesma forma. As orelhas ficam perfeitamente acondicionadas dentro deste almofadado, nem sequer chegamos a sentir o pavilhão auricular a tocar em qualquer material, o que de facto é ótimo. No entanto, o isolamento sonoro não é dos maiores, já que sem som ligado, consigo ouvir a televisão com volume relativamente baixo, a 2/3m de mim. Com som ligado, não sinto qualquer pertubação associada a barulho ambiente.

12

A qualidade de construção dos Steelseries 9H é verdadeiramente boa. Os materiais utilizados embora pouco usuais, dão um toque bem especial ao headset. Desde os almofadados, até ao plástico granulado utilizado na estrutura da headband e das cups. Até a estrutra que permite a extensão das hastes é feita de uma lâmina metálica (como muitos outros headsets), contudo só nestes vi tamanha inexistência de folgas. Este é de facto um headset bem sólido e prazeroso de pôr e tirar da cabeça.

10

Relativamente ao som, os 9H também parecem partilhar os problemas de outros headsets da Steelseries. A começar pela placa de som, quer apesar de ser um adereço com um belo design e de ter modo um bastante uni-direcional de ser utilizada, não traz qualquer benefício a não ser a possibilidade extra de conectividade USB. O som propriamente dito, é francamente melhor que o de uns Siberia V2 ou o de uns 5HV3, mais claro, mais detalhado e com um bass muito menos intrusivo. Para além disso, algo importantíssimo e que saltou não à vista, mas sim às orelhas é o facto de o som ser muitíssimo flat e, portanto, pouco enérgico, penalizando assim fortemente a reprodução multimédia.

1

Testando com jogos, mais especificamente FPS, o palco é grande, bastante maior que os headsets já referenciados anteriormente, tal que este simples facto foi percetível numa só conversa de TS. Aqui, ponto bastante positivo!

O micro é normalíssimo, sem grandes diferenças para um micro de qualquer outro headset que já aqui tenha sido analisado. A certa altura, não conseguia parar com que o micro transmitisse o som que estava a ser reproduzido, sem qualquer lapso meu no que toca a configurações de software. Para solucionar este problema, tive que ir às opções do micro no Windows e baixar o valor do volume de reprodução para metade.

2

Por último, resta falar dos cabos. Todos eles são braided, com o padrão de coloração preta e alaranjada. O cabo principal, que se liga do headset às terminações é o que tem o controlador, controlador esse que apenas apresenta um switch para o mute, uma tecla de scroll para o volume e qualidade de construção não ao nível do resto do headset. Todas as conexões entre headset e cabos são do pseudo micro USB que a Steelseries costuma utilizar. As terminações finais que ligam ao dispositivo é que variam entre Jacks normais de 3,5mm e USB, para que o USB possa ser utilizado em PC, Mac, smartphone e consolas.

Considerações Finais

O Steelseries 9H é um headset que francamente receberia uma significativa melhor pontuação, caso não viesse acompanhado de um preço exorbitante. A qualidade de construção, pura e simplesmente não é capaz de justificar os 130€ que a marca pede por eles, especialmente tendo em conta alternativas presentes no nosso mercado como e já aqui analisadas como os Asus Orion / Asus Echelon e os Kingston Hyper-X Cloud.

3

Não obstante, este é um headset que marca imensos pontos no que toca a conforto, qualidade de construção, materiais utilizados e solidez. É de facto refrescante encontrar um headset, cuja sensação transmitida quando colocado e mesmo quando apenas nas mãos seja tão agradável. A nível de som, mais precisamente aquando de reprodução multimédia falha bastante, inclusivé chega a matar algumas músicas, tamanha é a energia que remove das faixas sonoras.

Ficamos assim, com um um grandito desgosto por causa do preço do headset, mas com um fantástico tempo de qualidade aproveitado a utilizar este headset a jogar CS:GO.

selo-8_2

O bom

  • Qualidade de construção
  • Solidez
  • Materiais utilizados
  • Conforto
  • Compatibilidade
  • Palco

O menos bom

  • Reprodução multimédia
  • Placa de som desnecessária
  • Preço

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos