Home Periféricos Game Pads Review Speedlink Strike NX

Pontuação
Qualidade de materiais - 7.3
Desempenho - 7.5
Autonomia - 7
Design - 7

Speedlink

A juntar ao variado material que já testamos da Speedlink, hoje apresentamos o Strike NX.

Embalagem e Conteúdo

Como nas reviews anteriores, a embalagem deste gamepad é muito característica, com as cores fortes e sólidas.

lilireviews-strikenx-package-front

Não encontrámos nada de novo, apenas os traços comuns em todas as frentes. As características e compatibilidade assim como os elementos visuais de destaque no gamepad.

Na parte de trás temos as informações comuns, mais imagens e as habituais considerações de compatibilidade e de utilização do equipamento.

lilireviews-strikenx-package-back

No interior surge um gamepad e o receptor numa embalagem de plástico sem mais nenhuma proteção. Não digo que não seja suficiente, mas o equipamento fica sujeito ao choque através de caixa fina.

lilireviews-strikenx-box-contents

São fornecidos ainda os manuais de utilização e de garantia. Na embalagem não vem mais do que esperamos obter. Embora hoje em dia, todos tenhamos mais que um cabo de alimentação, não ser fornecido um pela Speedlink complica a primeira utilização.

Desempenho

A qualidade dos materiais é boa, com um toque plastificado mas agradável e de uma dimensão esperada para todas as suas funcionalidades. Os botões reagem bem mas senti que depois de muitas horas de jogo, eles irão fragilizar e começar a dar problemas. Temos que ser “meigos” a jogar.

A ergonomia é bastante agradável e a curvatura é também um ponto a favor da sua utilização prolongada.

lilireviews-strikenx-top

Orientado para gaming, apresenta um carácter estiloso próprio, com os botões coloridos e o contraste entre o preto e o vermelho.

Os botões situados na parte de trás, dado ao seu formato, tornam-se muito bons de usar. Reagem muito bem e oferecem uma boa resistência quando comparada com os da Playstation3.

lilireviews-strikenx-front-3

O modo de controlador que queremos é selecionado no botão de “Mode” que temos na parte da frente. Selecionando este modo, o losango de luzes existente, pisca numa frequência que indica esse mesmo modo. É uma boa forma de mostrar várias informações.

Estamos a falar de alternar entre XInput e Direct Input, dois modos conhecidos, embora o DI esteja deprecated. O XInput é versátil, actual e encontra-se em desenvolvimento. Isto torna o Strike NX atualizado para o desenvolvimento continuo.

lilireviews-strikenx-front-back

Na sua utilização diária e continua nos jogos provou ser um gamepad que cumpre os requisitos de conforto, resposta e funcionalidade. O force feedback é muito realista tornando a jogabilidade ainda mais apetecível.

lilireviews-strikenx-front-4

O Strike NX é anunciado como permitindo até 8 horas de jogo. Bem, nem perto nem longe. Essas 8 horas são virtuais e numa situação ideal. Em jogo continuo, conseguimos menos que isso. Para continuar temos que ligar à alimentação e jogar por cabo.

Conclusão

O Strike NX é um bom gamepad, com preço competitivo e boa qualidade.

A oferta de um sistema compatível com dois tipos de controlador podem ser uma vantagem. Mas o suporte para o XInput é bom e garante-nos resultados paralelos à evolução da Xbox 360.

lilireviews-strikenx-front

Para quem procura um gamepad acessível, funcional e de boa qualidade, este é uma boa solução. Temos aquilo que pagamos.

Vamos esperar por uma nova versão ou um sucessor que nos forneça compatibilidade com as consolas e então averiguar-mos a evolução e adaptabilidade da Speedlink ao mercado.

Agradeço à Speedlink pelo modelo partilhado.

selo-7_2
Pontos fortes

  • Force Feedback
  • Dimensão
  • Wireless
  • Ergonomia

Pontos fracos

  • Material muito plastificado
  • Duração bateria

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos