Home Periféricos Review Roccat Ryos MK Glow

roccat_by_o0hexen0o-d3d9775

A qualidade de um gamer não diz respeito apenas às horas que são passadas no treino mas também à qualidade do equipamento que ele detem.
A ROCCAT é um dos melhores fabricantes de hardware profissional para gaming com uma variedade enorme e de qualidade distinta como os ratos de engenharia Alemã e os teclados mecânicos.
Hoje a LiliReviews vem vos apresentar um “grande”, poderoso e esteticamente, lindo teclado mecânico da Roccat, o Ryos MK Glow, cujo desempenho e prazer obtido com ele se expressam acima da média e entre os melhores.

LILIREVIEWS_RoccatRyos_Front

Características

  • Teclas – Cherry MX Black
  • 113 teclas com anti-ghosting e N-Key rollover
  • Materiais – ABS
  • Processador – 2x Cortex Arm 32 bit
  • Luz de fundo – Azul
  • Perfis – 5 (M1 – M5)
  • Teclas de polegar programáveis – SIM, 3 (T1 – T3)
  • Macros – 5+3
  • Teclas programáveis – 94
  • Interface – USB
  • Tempo de resposta – 1 ms
  • Taxa de sondagem – 1000 MHz
  • Configuração e gravação de macros – acima de 500 MHz
  • Cabo – 1m e 80 cm
  • Ligação – USB 2.0
  • Peso – 1 Kg e 400 gramas
  • Dimensões – 23.4 cm X 50.8 cm
  • Compatibilidade Sistema Operativo – Windows® XP/Windows Vista® 32/64-bit/Windows® 7 32/64-bit Windows® 8 / Windows® 8 Pro

Embalagem

Um teclado mecânico não é um teclado vulgar, não é um bocado de plástico moldado e electronicamente responsivo mas sim, algo um teclado inteligente, que melhora o nosso desempenho e nos permite evoluir. Toda a tecnologia no registo das teclas, iluminação, descanso de mãos, macros, entre outras, faz com que um teclado mecânico tenha dimensões consideráveis face aos de escritório.

LILIREVIEWS_RoccatRyos_BoxFront

A embalagem da Roccat, além de enorme (espectacular para receber como presente pela sua dimensão :D) é uma embalagem de estilo escuro bombardeada de informações técnicas e marketing do fabricante. Destaca-se as teclas programáveis (macros, teclas de polegar), o idioma do teclado, a cor do switch e outras informações técnicas e funcionais dentro das chamadas de atenção azuis e caixas de informação na parte superior. Todos estes elementos personalizam imenso a parte frontal da caixa transmitindo todo o potencial que este teclado detém. A própria marca em si, vê-se ligeiramente escondida com o seu logo no meio da sobrecarga informativa que acabámos de ver. O pequeno selo dos switches pretos que equipam este teclado deixam a pensar que a existência desta referência poderá dizer que mais tarde, a Roccat poderá fornecer switches compatíveis (sem necessidade de mudar o aspecto da embalagem) com este teclado e assim o utilizador mudar consoante as suas exigências.

LILIREVIEWS_RoccatRyos_BOXBack

A parte traseira da embalagem continua um pouco mais da imagem que se verifica à frente, com mais informação, outra vista panorâmica do teclado com os LEDS também acesos, personalização das teclas usando o software do fabricante apropriado para este teclado e outras características e informação não presentes do outro lado. Isto mostra que a Roccat aplicou imenso interesse em transmitir todo o potencial do teclado numa só embalagem para que um utilizador mais desconhecedor, se agarrasse rapidamente ao que eles oferecem. É uma imensidão de informação, com tradução noutros idiomas nesta parte da embalagem, que tornam a caixa tão apelativa juntamente com o mesmo padrão de cores já falado. Não é a caixa que faz o teclado, mas comparativamente com outras, digo-vos que merecia ser um best-seller só pela caixa.

LILIREVIEWS_RoccatRyos_Full

No interior da embalagem o Ryos MK Glow vem bem acondicionado, com uma protecção de plástico ajustada perfeitamente ao teclado, para proteger qualquer impacto no mesmo. O teclado está também acondicionado por uma protecção de cartão em toda a sua volta onde está guardada a documentação em divisórias (por baixo do teclado) e o cabo (preso entre o teclado e o cartão). Não encontramos no interior da caixa nada mais que o teclado e a documentação legal necessária pois o software pode ser descarregado

Embalagem bem conseguida que oferece muita informação e protecção para que a confiança na marca nunca se perca.

Configuração

O uso de um dispositivo USB, P&P, torna a instalação e configuração num processo todo ele muito mais rápido mas este teclado, assim como outros dispositivos mais específicos, necessitam de uma configuração mais atenta onde o utilizador pode explorar todas as funcionalidades de hardware e software que na situação comum não conseguem usufruir. Este teclado possui um software proprietário que permite uma personalização distinta e variada.
Primeiro é importante realçar que o software é um pouco confuso e que com chamadas de atenção, TIPS, um tutorial ou outro género de ajuda, a navegação e configuração seria mais fácil. A disposição dos elementos e a sua orientação gráfica está bem conseguida sendo que na janela principal existem 4 divisórias (Controlo geral, atribuição de teclas, ROCCAT R.A.D e atualização/suporte). Na parte inferior estão disponíveis 5 perfis, num painel flutuante por cima da restante janela para que o utilizador saiba sempre que perfil tem activo.

Lilireviews_soft_maincontrol

A personalização começa no Controlo Geral: a primeira caixa à esquerda permite-nos decidir se queremos activar a tecla Easy-Shift[+]; a caixa a seguir traz conveniência à diferenciação existente neste teclado, i.e., podemos definir se queremos que a tecla necessariamente ao lado do espaço funcione como tecla de startup do Windows em vez da existente “fn”; a caixa logo a seguir em baixo desativa as teclas em Windows durante o modo de jogo; a última caixa do lado esquedo é para configurações de repetição de caracteres. No topo direito a caixa define a intensidade de brilho das teclas enquanto a caixa imediatamente a seguir, quando activada, diminui a intensidade da luz após um período de tempo; por debaixo desta opção encontramos a configuração do som do feedback (esta pequena característica indica-nos quando mudamos de perfil, se estamos a gravar um macro ou se até mesmo, desbloqueámos um troféu da ROCCAT). Desta forma informa o utilizador através de uma voz dramática e não de um som de alerta, como poderia ser de esperar. Por fim a última caixa na janela é para reiniciar a configuração do driver.

Lilireviews_soft_keyassignment

A divisória a seguir é a de attribuição de teclas. Aqui podemos encontrar um teclado virtual onde é possível escolher uma tecla usando o rato para o efeito – assim que a tecla esteja seleccionada pode-se mudar a função primária e secundária atribuída (tem de se usar o Easy-Shift[+] para aceder à função secundária). É neste aspecto que as coisas se complicam um bocado mais: podemos escolher funções pré-definidas de entre um conjunto grande disponível nas listas de selecção (o teclado já vem preparado para suportar um leque variado de jogos). Mas a personalização de uma macro pessoal é mais complicado. Primeiro temos de selecionar o gestor de macros e escolher um jogo da mesma lista referida anteriormente. Depois mudamos o par Teclas/Acção à nossa maneira pressionando a tecla de gravar e depois digitando a combinação desejada. E para um novo jogo ? É uma questão com que me deparei. Consegui introduzir um novo jogo e criar uma acção mas surgiu a dificuldade de como atribuir essa acção ao novo jogo criado. Aparte deste problema, é possível atribuir às teclas de letras, outras teclas de letras enquanto funções primárias e atribuir a qualquer tecla, qualquer coisa para funções secundárias.
De forma constante, no fundo da página, são visíveis os perfis de jogo e assim que tenha sido feita a configuração de teclas basta pressionar “Guardar perfil” e estarão disponíveis apenas 4 perfis. Mas é possível fazer qualquer tipo de combinação dentro de cada numa aproximação exurbitante superior a 500 macros. Neste aspecto a Roccat provou muito a sua aposta na configuração e personalização.

Lilireviews_soft_roccat

A terceira divisória diz respeito à página de troféus que são desbloqueados após de um número de teclas pressionadas.

Lilireviews_soft_update

A última divisória é para atualização de firmware e suporte técnico sendo que as atualizações, se existentes, são instaladas quando o software abre.
No início usar este software pode ser um pouco frustante mas com o passar do tempo e algum esforço de compreensão aplicado, conseguimos perceber como a Roccat pensou quando o desenvolveu e torna-se muito mais intuitivo personalizar o nosso Ryos MK Glow.

Balanço final: Muito muito positivo!

Utilização

LILIREVIEWS_RoccatRyos_Front

A disparidade de teclados mecânicos que existem e a capacidade de personalização de cada um faz com que toda e qualquer experiência seja muito relativa e a avaliação do desempenho do teclado não seja a mais completa ou adequada possível. Neste sentido optei por experimentar o teclado em jogos, escritório e no dia-a-dia para que pudesse recolher a melhor e mais variada experiência.

LILIREVIEWS_RoccatRyos_sideR

Com as 5 macros (M1-M5) do lado esquerdo, a palm-rest enorme e o NUMPAD, o teclado fica com uma dimensão grande e peso considerável, conferindo-lhe uma robustez impressionante.
O layout do teclado é simples e sem nenhuma grande novidade, tradicionalmente igual aos restantes teclados, mas uma característica que diferencia este teclado dos outros é a palm-rest enorme e não removível o que implica uma necessidade de espaço considerável para este bicho.

LILIREVIEWS_RoccatRyos_Roccat2

O conforto e acabamento das teclas é polido e arredondado a par do look que o teclado apresenta o que mostra uma conformidade de design e coerência impressionante e muito apelativo. Gostei muito deste pormenor assim como o conforto da palm-rest que é muito agradável, também pelo o seu toque sólido. A personalização com o logo da Roccat, o modelo e outras gravações dão um toque simples, fora de exageros de alguns teclados de gaming. O plástico usado neste material assim como a sua construção com uma grelha de pequenos furos na palm-rest garantem a ausência de dedadas na superfície.

LILIREVIEWS_RoccatRyos_Back

A parte de trás do teclado não tem qualquer elemento decorativo, assim como a maioria dos teclados. Positivo é o sistema de encaminhamento do fio que é muito versátil. O metro e 80 cm de comprimento de cabo e a referida versatilidade garantem que o cabo possa ser manuseado e encaminhado em todas as direcções possíveis garantindo sempre uma forma de ligar o teclado ao PC. Além de esta ser uma solução muito boa também não é perfeita pois a única coisa que segura o cabo no seu trilho é a própria fricção e, com o teclado levantado e o movimento e pressão no mesmo, faz com que, com o tempo, o cabo se vá soltando – a Roccat podia ter pensado num sistema simples como uns “pernis” mais saídos como existe no QuickFire TK da Cooler Master.

LILIREVIEWS_RoccatRyos_cable

Além do cabo (não removível), na parte inferior existem também os pés de borracha que são enormes e um grip de borracha que acompanha praticamente o comprimento do teclado assegurando, em princípio, que este fica estável durante qualquer tipo de jogo e para todos os jogadores mais irrequietos.
A inclinação do teclado já é generosa o suficiente mas existem ainda extensores também de borracha para um manuseamento mais ergonómico.

LILIREVIEWS_RoccatRyos_sideL

Além das 5 teclas de Macros e das 3 teclas de polegar, todas as outras teclas são conhecidas e estão presentes em todos os teclados. Todas as funcionalidades neste equipamento estão acessíveis através da tecla “FN” ou da Easyshift[+]. Esta tecla é como a tecla “fn” mas funciona para qualquer tecla re-programada do utilizador e está localizada no habitual CapsLock (a alternância desta função pode ser mudada no software). A tecla de “function” é uma das teclas mais importantes, que em conjunto com a F12, permitem em qualquer momento mapear uma nova acção numa combinação de teclas para as macros ou as teclas de polegar.

LILIREVIEWS_RoccatRyos_Roccat2

Por defeito, podemos navegar pelos perfis configurados usando as teclas de polegar – T1 e T3 permitem esta navegação entre perfis e T2 abre o software de controlo do driver.
A tecla “fn” permitem como sempre o controlo de multimédia usando em combinação as teclas F1-8 para controlar o volume, pausar, tocar, etc… A luminosidade das teclas pode ser controlada também pela tecla de function+F11 e os indicadores de actividade de funções ou o NUMPAD, estão localizados por cima das setas.

LILIREVIEWS_RoccatRyos_keyLight4

Por debaixo de cada uma das teclas está um switch preto Black Cherry MX. Estes são switches de média-resistência e são uma excelente escolha para este teclado porque não são distribuídos outros switches com este teclado daí que uma opção intermédia deve ter sido a melhor aposta por parte da Roccat. Particularmente gosto do Switch preto pelo tempo de resposta e sinceramente, para a resistência verificada, eles são perfeitos.
Uma ferramenta que iria ser muito útil, para limpar quer para substituir os switches, era uma ferramenta de remoção das capas das teclas. Algo a pensar por parte da Roccat.

LILIREVIEWS_RoccatRyos_keyLight2

Estes switches podem ser usados de duas formas: o método “click-clack”, que devido à sua resistência leve torna-se fácil e nada cansativo pressionar cada tecla até ao fim do curso, i.e., até atingir o teclado; o método de “pairar a mão” – as teclas deste teclado registam o evento em cerca de 1/4 a 1/2 do curso total da tecla e se elas forem pressionadas da “forma correcta”, é relativamente fácil conseguirmos registar os evento sem que os dedos façam pressão exagerada – este método, quando aprimorado reduz imenso o barulho produzido pelo teclar.

LILIREVIEWS_RoccatRyos_Front3

No chamado uso do dia-a-dia, acho o teclado quase perfeito com todas as teclas de acessibilidade disponíveis assim como o layout normal e semelhante a outros equipamentos, o que facilita a habituação. O conforto e robustez do teclado tornam-no espectacular para o uso regular mas a iluminação, quando no máximo, é excessiva e cansativa se, sujeito a períodos longos de tempo de uso. Recomendo não usar o brilho máximo durante muito tempo e fazerem-se auxiliar de um candeeiro (ou outro tipo de luz) para reduzir o efeito – relembro também que o brilho máximo é personalizável no software e ainda bem que o é.

LILIREVIEWS_RoccatRyos_sideR2

Na questão da escrita, foi o melhor teclado onde já escrevi e cuja suavidade, ergonomia e posicionamento das teclas, permitiu obter um maior conforto de escrita por períodos mais longos. Um exemplo da aplicabilidade das funcionalidades e das características físicas do Ryos MK Glow é no conhecido “bater código”, i.e., na programação – caso queiramos replicar um bloco de código num ficheiro muito longo ou em vários ficheiros (caso o código seja muito usado ou essencial) podemos definir uma macro pressionando a tecla F12/REC e depois, através de um simples pressionar arrojador de uma tecla, dar entrada do texto sempre que eu precisar.
Já falei em várias características e comportamentos deste teclado, assim como o seu aspecto e alguns resultados que obtive mas há que perceber que é um teclado distinado a gaming e cujo preço reflecte também essa finalidade.

LILIREVIEWS_RoccatRyos_keyLight

Neste sentido, o teclado é excelente mas não perfeito. As teclas de polegar são perfeitas e aplaudo a ideia por muitas vezes ser complicado usar uma macro que fica relativamente desposicionada ao dedo que dá mais jeito. Há jogos que têm uma imensidão de teclas únicas de atalho (jogos RTS por exemplo) e reconfigurar todas é impraticável mas, o Roccat com o Easy-Shift[+], solucionou o problema da forma mais simples, usando teclas individuais para funções individuais – funcionalidade que basicamente veio dobrar as opções de um utilizador e libertando as teclas comuns da configuração standard (falamos em cerca de 100 macros por perfil). Há muitos teclados com mais teclas macro do que este mas existem apenas 3 que possuem a funcionalidade Easy-Shift[+], que permite as 100 macros por perfil aproximadamente.
Apesar de estarmos a usar USB, o rollover das teclas funciona bem e combate eficazmente prevenindo o conhecido ghosting nos teclados.
Existe ainda o Roccat Talk que abre outro tipo de experiência, interligando um teclado a um rato compatível permitindo ainda mais combinações de teclas e definição de perfis.

Conclusão

cover

Nenhuma companhia é perfeita e a Roccat surgiu aqui com um teclado mecânico que veio combater todas as grandes falhas e problemas que haviam sido criticados no seu antecessor, o Isku FX, nomeadamente qualidade e robustez do teclado, qualidade das teclas e acabamento das mesmas, iluminação fraca, entre outras. A aposta foi claramente muito forte e concebeu-se um teclado muito completo, de qualidade soberba, configurável até o utilizador o desejar… Os botões de polegar, o Easy-Shift[+], a palm-rest grande e confortável e a sua facilidade de uso recorrendo ao software disponível, elevam o Ryos MK Glow a um nível dos melhores e cujo preço tem de reflectir o esforço aplicado.

LILIREVIEWS_RoccatRyos_Front2

Como já referi, o Ryos MK Glow não é perfeito e está sujeito a falhas como todos os equipamentos. Realço a escolha de switches que foi feita que não é a ideal para quem escreve muito ou para um uso mais prolongado e também as dimensões que o teclado apresenta devido à dimensão da palm-rest que cumpre implacávelmente com os objectivos mas que prejudica o espaço necessário para a instalação do teclado.

Resumidamente este Roccat é construído para jogadores exigentes e irá cativar uma imensidão deles mas garanto que nem todos e por questões pequenas, que a meu ver, se tivessem tido consideradas como pressupostos a ter, teriam colocado este teclado num patamar de referência ainda melhor do que o já é. Por vezes perde-se mais a não oferecer extras e opções aos utilizadores do que a achar que eles não irão precisar e que compram um outro teclado que suprime essas pequenas necessidades.

LILIREVIEWS_RoccatRyos_sideL

O teclado tem um preço aproximado de 130€ o que é arrojado para a maioria das carteiras no que a um teclado diz respeito. Considerando as teclas mecânicas, a luz de iluminação potente, a robustez, o software consistente e versátil, este teclado vale bem o dinheiro investido.
A Roccat tem de ter em consideração a possibilidade de oferecer mais switches alternativos para uso com este teclado como azuis ou castanhos, o que seria um “boost” enorme na utilização que podemos dar no tempo de vida útil do equipamento.

Finalizando sem dúvida um teclado de topo, para utilizadores de topo e exigentes, que não se irão arrepender da aquisição deste bichinho pois ele irá cumprir com todas as necessidades. Falta saber se algum dia, algum utilizador irá conseguir explorar na sua plenitude, as potencialidades do mesmo ?

selo-9_7
Pontos +
– Switches mecânicos Cherry MX
– Resistente
– Processador 32-bit + 2MB permite uma transição suave entre perfis
– Palm-Rest com uma inclinação muito boa
– Configuração de macros “onboard” muito versátil
– Software muito versátil



Pontos –
– Sem portas USB adicionais
– Sem portas audio in/out
– Sem teclas de function separadas para multimédia
– Preço – relativamente caro para ausência de extras
– Switches apenas pretos: melhor só adquirindo novo teclado
– Curva de aprendizagem do software

Agradeço à Roccat pelo modelo partilhado.

1 Comentário a este artigo

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos