Home Periféricos Review Roccat Isku FX

Pontuação
Qualidade - 9
Desempenho - 9
Software - 7
Preço - 7

maxresdefault
Havia um tempo que quando perguntavam por um teclado gaming a resposta apontaria sempre para a razer, se nos perguntassem por teclados gaming com layout em português era praticamente encontrar uma solução de qualidade e que satisfizesse o jogador.
O Roccat Isku FX vem tentar resolver este problema, pelo menos parece oferecer tudo o que se procura num teclado para jogar e ainda manter a possibilidade de ser usado para um uso mais profissional ou quotidiano.

Características

  • Anti-ghosting
  • 3 teclas programáveis de polegar
  • 5 teclas macro programáveis
  • 20 outras teclas programáveis
  • Polling rate:  1000Hz
  • Tempo de resposta: 1ms
  • Cabo: 2m

Embalagem e Conteúdo

A embalagem do Roccat Isku FX segue a mesma linha que as embalagens de todos os produtos da Roccat que nos passaram pelas mãos. A frontal brinda-nos com uma imagem quase em tamanho real do teclado e salienta algumas das características mais importantes deste produto, salientamos a pequena bandeira portuguesa que indica que este teclado possui layout PT, um pro muito grande que pode fazer a diferença para alguns utilizadores.
roccat-isku-fx-1
Na traseira, em letras muito pequeninas temos a tradicional descrição em várias línguas bem como uma repetição escrita dos badges com as características referenciadas na parte da frente.
roccat-isku-fx-2
O interior da caixa não está repleto de acessórios, apenas o básico, o teclado, alguma informação e uns autocolantes alusivos à marca.
roccat-isku-fx-3
Para quem estiver mais curioso em relação à forma como o teclado vem embalado deixo-vos com um vídeo do nosso unboxing:

Software

Um dos aspetos que desiludiu é o facto de o Roccat Isku FX não estar integrado no novo software da Roccat. O swarm é muito mais prático do que o software usado pelo isku, acrescentando ser one for all.

No main control temos a possibilidade de atribuir funções às teclas de macro e de polegar bem como optar pela função do botão de capslock, ou é o easy-shift (função default) ou serve para mandar berros nos chats por essa internet fora.
Captura de Ecrã (24)
Claro que tendo uma tecla de easy shift temos a possibilidade de atribuir mais funções a outras teclas, e é aqui que começam a aparecer as tais 20 teclas extra referidas nas características.
Captura de Ecrã (25)
Mais um tab para atribuir funções a teclas, de notar que aquele “IE Browser” aponta para o browser pré-definido e só ali está para assustar.
Captura de Ecrã (26)
A tab de controlo avançado é sempre a favorita. Personalização é a palavra de ordem, temos 16.8 Milhões de cores entre as quais escolher, infelizmente só temos um efeito e só podemos ter uma cor, mas ganha com o alienware FX que permite configurar eventos aos quais o teclado irá reagir alterando a iluminação.
Captura de Ecrã (27)
Para os amantes de estaticista esta pequena janela vai partilhas algumas contagens feitas pelo software e ainda atribuir achievements aos jogadores, consideramos isto apenas uma “novelty” visto que se passava bem sem esta função.
Captura de Ecrã (28)

Em Detalhe

Não serão muitos aqueles que se sintam atraídos por um teclado branco, mas algo no Roccat Isku FX white torna o bastante apelativo, numa primeira impressão vamos ter vontade de o levar para casa sem sombra de dúvidas.
roccat-isku-fx-4
Como é possível observar, mesmo com as luzes intensas utilizadas para tirar as fotografias, a iluminação das teclas do isku é visível, tem uma intensidade adequada e que pode ser configurada on the fly com uma tecla dedicada para essa função. Peca apenas por uma falta de uniformidade em algumas zonas nomeadamente a linha de números. Seria também agradável que a retro iluminação se estendesse ao botões multimédia.
roccat-isku-fx-5
Quando a noite cai a iluminação não desilude mas os leds de identificação de perfil brilham com demasiada intensidade, o que, a nosso ver, é uma distração. Ainda sobre a zona de identificação de perfis o acabamento que rodeia os leds poderia ser mais suave, são superfícies bastante acentuadas, o que parece destoar com o cuidado que foi empregue no fabrico do resto do isku.
roccat-isku-fx-6
De perfil baixo e com um longo apoio de pulsos, o conforto está garantido, mesmo em longas sessões de jogo e de escrita. Em relação à escrita é preciso alguma habituação às teclas, em particular para quem vem de um teclado com maior espaçamento entre teclas ou troca entre desktop e portátil no dia a dia.
roccat-isku-fx-8 2
roccat-isku-fx-9
As teclas macro são coisa do passado, em particular neste layout vertical, são acessíveis demais, muitas vez perturbando o trabalho ou jogo com cliques acidentais. Inicialmente bastante sépticos em relação as teclas par ao polegar estar vieram a revelar-se muito mais úteis que as homologas M, estão numa posição ergonómica, protegida de acessos acidentais, não se pode dizer nada de errado sobre elas.
roccat-isku-fx-10

Na parte inferior do teclado temos um pés para o elevar e alguns fantásticos gestores de cabos, com uma área de buffer possivelmente para escondermos os excessos de cabo de, por exemplo, um headset.
roccat-isku-fx-13

Conclusão

O Roccat Isku FX brilha no seu papel principal, é um teclado, torna pressionar de teclas em ações ou letras. E faz isto por um preço relativamente agradável, por cerca de 90€ na versão preta e 99€ na versão testada.

Carrega imensas opções de personalização e de atribuição de funções a outras teclas, macros dedicas, multimédia dedicadas, o que é muito melhor do que estar dependente de usar o FN em combinação com outra tecla qualquer.

Pode não ser um teclado mecânico mas para quem não se preocupa com isso este teclado é sem dúvida uma escolha acertada, cabe agora a cada um escolher entre branco ou preto.

selo-8_0Pontos Fortes

  • Grande leque de opções de configuração
  • Teclas multimédia dedicadas

Pontos Fracos

  • Ausência de teclas mecânicas.
  • Não incorporado no Roccat Swarm
Pontuação
Qualidade - 9
Desempenho - 9
Software - 7
Preço - 7

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos