Home Periféricos Game Pads Review Razer Wildcat

Pontuação
Qualidade de construção - 8.5
Desempenho - 9
Acessórios - 8
Preço - 6

razer wildcat

A Razer é uma presença conhecida no mercado gaming e tem sido uma das grandes referências em periféricos para profissionais e wannabies dos e-Sports. Inicialmente mais ligada aos periféricos para PC é certo, mas também já há algum tempo vem namorando os fãs de consola com comandos e headsets.

O Wildcat é um controlador que foi desenvolvido para a Xbox One mas também funciona no PC, um concorrente para o Microsoft Elite Wireless vindo de uma marca que tem já um culto instalado na comunidade e consegue com isso fazer coisas surpreendentes.

Vídeo de unboxing e vista geral do comando Razer Wildcat

Especificações

Compatível com consola XBOX One e PCs Windows 7 / 8.1 / 10
2 botões multifuncionais Hyperesponse laterais
2 gatilhos multifuncionais Hyperesponse removíveis
4 botões de ação Hyperesponse (ABXY)
Painel de controlo rápido com 4 botões
Porta de áudio com 3.5 mm para saída estéreo de áudio e entrada de microfone
Grips adicionais em borracha
Recurso para desconexão rápida do cabo
Bolsa de transporte
Cabo de fibra trançada com 3 m, leve, destacável e com conector microUSB
Dimensões aproximado: 106 mm (comprimento) x 156 mm (largura) x 66 mm (altura)
Peso aproximado (sem o cabo): 260 g

Página Oficial

Embalagem e Conteúdo

O Wildcat vem numa embalagem com o tamanho certo, na frente com uma imagem do comando todo apetrechado, nome do modelo, algumas caraterísticas de destaque e a indicação de que foi desenvolvido para XBOX, embora também funcione em PC.

razer wildcat

Na traseira da embalagem tem os pontos-chave identificados no comando e mais alguns detalhes.

razer wildcat

Ao abrir a embalagem e olhando para o conteúdo vem a habitual nota de boas-vindas e agradecimento, um manual de utilização e dois autocolantes da marca. Depois da papelada, vem uma caixa de transporte porreira que no interior traz o comando, uns grips autocolantes, capas para os sticks e uma chave, bem como o cabo USB.

razer wildcat

Em Detalhe

O Razer Wildcat é um comando para eSports portanto a bolsa de proteção e transporte faz todo o sentido e está muito bem conseguida. Há que ter algum cuidado a transportar um comando tão caro e até porque quem tem um comando destes não vai sequer a casa de um amigo jogar no comando original da Xbox…

É construído em plástico com acabamento preto matte em quase todo o comando e uma zona em preto glossy. É um comando discreto, com o símbolo da Razer no lado direito.

razer wildcat

O peso do Razer Wildcat, 260g, é sensivelmente o mesmo do que os comandos standard da Xbox One mas substancialmente mais leve do que o Microsoft Elite (350g).

Os botões ABXY segundo o marketing da Razer são hyper response. A verdade é que são bastante rápidos e a atuação dá uma agradável sensação tátil que transmite confiança ao abusar destes botões.

razer wildcat

A Razer equipou o Wildcat com quatro botões extra configuráveis. Pela sua posição, uma utilização óbvio para eles é substituir os botões ABXY e assim evitar a necessidade de tirar os dedos dos sticks. Também podem ser utilizados para assumir a função de outras teclas, consoante seja mais confortável para cada um.

Dois deles são triggers por baixo do comando, M3 e M4. Estes triggers em alumínio estão posicionados de tal forma que os dedos são conduzidos para lá pela própria forma do comando. Podem ser removidos com a chave incluída no kit, pelo menos enquanto os pequenos parafusos em estrela não estiverem moídos.

razer wildcat

Os outros botões adicionais, M1 e M2, encontram-se entre os bumpers e os triggers tradicionais, mais para o centro do comando. Mais uma vez, numa posição excelente.

Alterar a função destes botões faz-se diretamente no comando em poucos cliques. Carregar no botão para fazer remap, escolher a tecla que se quer alterar e pressionar a tecla com a ação desejada.

O pad direcional tem quatro botões independentes com um clique bastante duro. É uma abordagem que não é comum em comandos Xbox mas que é mais utilizada nos comandos Playstation ou outros gamepads para PC.

razer wildcat

Os triggers RT e LT têm também algum nível de personalização já que é possível ter uma distância de atuação grande ou pequena, regulado através da patilha por baixo do comando. A diferença é bastante grande e ambas as posições fazem sentido mas cada uma para um tipo de jogo. Acelerar por exemplo pode ser melhor utilizar a distância maior mas para disparar faz todo o sentido conseguir fazê-lo o mais rápido possível. Além destas duas posições ainda existe a possibilidade de ativar um modo air trigger que mal se toca no botão, ele assume a ação. Este modo é ativado através da tecla de remap, o trigger em causa e o botão A.

razer wildcat

O Razer Wildcat tem incluído um pequeno painel de controlo com jack de áudio 3.5mm, excelente solução para quem joga de headphones e ainda não tinha comprado esse adaptador para o comando original. Tem quatro botões, um para remap das teclas, um para alternar entre perfis, um para o microfone e outro para regular o áudio.

razer wildcat

Em termos de perfis o Wildcat consegue guardar até dois perfis, identificados por um LED verde na zona glossy perto do botão Xbox. O botão de regulação de volume trata do áudio do jogo e também do chat, funciona combinando o botão de regulação com as teclas do pad direcional.

Para dar um pouco mais de vida ao comando e com vista a melhorar a aderência, a Razer inclui um par de capas verdes em borracha para os sticks e uns pads autocolantes para colar na zona da pega. Estes últimos têm a textura semelhante às laterais em borracha dos ratos Razer, o processo de instalação é péssimo e o resultado final em termos de conforto pode variar consoante o tamanho das mãos.

razer wildcat

Este comando só funciona por cabo, é uma das preferências que os atletas de eSports ainda não abdicam. Utiliza porta micro usb com um conector de formato proprietário. O cabo em si tem cerca de 3 metros de comprimento e é revestido em nylon.

razer wildcat

Considerações Finais

O Razer Wildcat é um controlador com excelente qualidade de construção e um toque premium com acabamento em plástico matte. Quem preferir, pode colocar os grips incluídos, que baixam o nível de qualidade e até de conforto para algumas pessoas. A própria aplicação destes grips é problemática.

Todos os botões são de resposta super rápida e ainda oferece a possibilidade de configurar a resposta dos triggers ao gosto do utilizador. Além desses, tem quatro botões adicionais que são apreciados e fáceis de utilizar e dois desses, os triggers, também podem ser removidos. Como não é reconhecido na aplicação de acessórios Xbox a configuração destes tem de ser feita através do próprio comando mas o processo é bastante simples.

razer wildcat

O pequeno painel de controlo integrado no comando é excelente e a Razer conseguiu manter um bom peso total para grandes maratonas de jogo e mais importante do que isso, conseguiu distribuir bem o peso de forma a que o comando seja muito confortável.

O Razer Wildcat está no mercado como uma solução para eSports e apresenta um desempenho de topo, revelando-se um ótimo par para os jogadores de primeira linha e uma comparação injusta para os comandos Xbox tradicionais. Além disso para ir destruir a esperança a casa de amigos ou a LANs a caixa de transporte é excelente.

Uma vez que se encontra ao mesmo preço do comando Microsoft Elite Wireless, 150 euros em Portugal, é uma compra que não faz sentido analisando na ótica financeira. Cada controlador tem os seus pontos fortes e fracos, sendo que só um oferece o conforto e liberdade da utilização wireless e não é o Razer Wildcat.

razer wildcat
Pontos Fortes:
+ Qualidade de construção
+ Conforto
+ Desempenho
+ Bolsa de transporte

Pontos Fracos:
– Preço
– Grips autocolantes

 

 

Terei todo o gosto em esclarecer qualquer dúvida sobre o Razer Wildcat. Quem estiver atento pode comprar na Razer Store e recebe de oferta uns Razer Hammerhead V2, com valor de 60 euros.

Pontuação
Qualidade de construção - 8.5
Desempenho - 9
Acessórios - 8
Preço - 6
Autor
Engenheiro Civil, a viver em Taipei, Taiwan com enorme gosto por tecnologia e partilha de informação. Estou no LILIREVIEWS desde 2007 e ao longo destes anos tive oportunidade de desempenhar diferentes funções em marcas líderes nesta área, nomeadamente na OCZ, Antec, AOC, NZXT, Razer e Gigabyte. Sou fã de novidades em hardware e passo demasiado tempo em jogos online, onde me podes encontrar com o nick MulherGorda.

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos