Home Periféricos Review Razer Orochi

Pontuação
Desempenho - 8
Ergonomia e conforto - 8.5
Autonomia - 8
Preço - 7

A Razer é uma das marcas incontornáveis quando se fala em gaming. Mas mais do que isso a Razer tem lançado produtos para diferentes vertentes do mundo dos jogos.

Os gamers já não estão confinados à cave da casa dos pais, especialmente aqueles que tiverem um portátil gaming como o Razer Blade ou outro. Para essas situações e semelhantes, a Razer tem desde 2009 uma solução no Razer Orochi, um rato com algumas caraterísticas gaming mas num formato pequeno, sem fios e com mala de transporte.

Este artigo é referente à versão anunciada em 2015, com a tecnologia de iluminação Chroma e sensor laser de 8200 DPI.

razer orochi
Vídeo de unboxing e vista geral do rato Razer Orochi

Especificações

Com/Sem fios com tecnologia Bluetooth 4.0
1,000 Hz Ultrapolling (com fio) / 125 Hz Ultrapolling (sem fios)
1 ms de tempo de resposta (com fio) / 8 ms de tempo de resposta (sem fios)
Sensor Laser 4G com 8,200 DPI
Aceleração 50 G
Autonomia: Aproximadamente 60 horas (jogo contínuo) ou 7 meses (utilização normal)
Formato ambidestro com laterais em borracha

Iluminação Chroma com opção de 16.8 milhões de cores
Sincronização de cores entre dispositivos
Sete botões programáveis de forma independente
Compatível com Razer Synapse
Cabo de carregamento em nylon com 1 m
Dimensões aproximadas: 99 mm (Comprimento) x 67 mm (Largura) x 35 mm (Altura)
2 x pilhas AA

Página Oficial

Embalagem e Conteúdo

O Orochi vem numa embalagem tradicional da Razer, que na frontal tem uma imagem do produto e o nome do modelo. Além disso tem também alguns dos pontos de venda, como é o caso da iluminação chroma, conectividade por Bluetooth, entre outros.

razer orochi

Na traseira, tem uma imagem do rato com a localização dos pontos-chave e na metade inferior, as especificações em várias línguas, incluindo pt-br.

razer orochi

O Orochi vem entalado em duas peças de plástico e por baixo traz uma caixa com os acessórios. Nessa caixa vem o habitual agradecimento, o manual de utilizador, dois autocolantes chroma, uma pequena bolsa para transportar o rato, duas pilhas AA e um cabo USB.

razer orochi

Em Detalhe

O Razer Orochi é um rato pensado para gaming on-the-go. É um rato de pequenas dimensões que dificilmente será utilizado com palm grip e sem pilhas pesa cerca de 110 g.

Em termos de aspeto o rato não oferece nada de impressionante, facilmente passa despercebido. Tem um design relativamente simples e é totalmente simétrico, o que permite que seja utilizado confortavelmente por destros e esquerdinos.

razer orochi

As laterais têm borracha com uma textura em favos que melhora a aderência da mão ao rato. Pessoalmente não sou fã desta textura, não considero confortável. Também nas laterais tem dois botões para polegar que, por defeito, têm a função de avançar e retroceder e do outro lado para aumentar e diminuir os DPIs. Devido às dimensões do rato, é fácil clicar nestes botões acidentalmente.

razer orochi

No total tem 7 botões, todos programáveis de forma independente. O clique esquerdo e direito é bem definido embora algo barulhento para utilizar em algumas situações. O maior problema é o scroll em que os movimentos de scroll para cima e para baixo requerem grande força e ainda fazem barulho como se tivesse gravilha nos rodados.

razer orochi

Funciona sem fios através de Bluetooth 4.0 ou com fios ligado através de um cabo USB com apenas 1 metro de comprimento, portanto só mesmo para portátil. Sem fios está limitado a 125 MHz de ultrapolling e portanto 8 ms de tempo de resposta, enquanto que com fios tem 1000 MHz de ultrapolling e 1 ms de resposta. A ligação ao rato é miniUSB mas claro que a Razer utiliza um conector especial.

razer orochi

Para utilização com fio o rato é extremamente leve, difícil de distinguir de outro mini rato do chinês. Um ponto que o pode distinguir está relacionado com o seu desempenho, já que utiliza um sensor laser de 8200 DPI que tirando as limitações conhecidas dos sensores laser em termos de precisão e aceleração, se portou muito bem. É questionável a escolha de um sensor 4G para um produto desta nova geração mas, no fundo, o que interessa é que neste caso o sensor laser é uma vantagem. Assim é possível utilizar em vários tipos de superfície e isso é uma realidade de quem joga ou trabalha on-the-go num portátil. Mas aquela fantástica mesa de vidro da sala de reuniões continua a ser uma utopia.

razer orochi

As duas pilhas AA entram na parte de trás do rato e para aceder a este sítio basta remover a tampa, que basicamente é toda a parte de cima do rato e que se mantém fixa através de encaixes magnéticos. Com isto, o rato pode ser utilizado sem fios através da tecnologia Bluetooth 4.0, que é fantástica, pois não tem aquele receptor para ocupar uma porta USB. É chegar e andar, desde que o PC tenha suporte para esta tecnologia. Este é sem dúvida um grande ponto forte. Para ligar o Bluetooth é preciso colocar o botão na parte inferior do rato na posição ON.

razer orochi

A Razer anuncia uma autonomia de 7 meses em utilização normal e cerca de 60 horas em utilização contínua. Devemos sempre assumir que estes números são algo exagerados mas Bluetooth 4.0 utiliza pouca energia mas já consegui esgotar as pilhas originais em cerca de 40 horas contínuas.

Um dos pontos de venda é a tecnologia de iluminação Chroma, com 16.8 milhões de opções de cor mas a Razer apenas iluminou o Orochi na roda de scroll, o que acaba por ser uma aplicação demasiado minimalista, embora o rato não tenha assim tanta área utilizável.

Software

Como sempre, a iluminação e outras configurações são tratadas através do software synapse, que continua a ser um dos pontos fortes da marca

razer orochi

No caso do Razer Orochi, o software tem dois separadores principais, um onde se fazem todas as configurações em termos de perfis, desempenho e iluminação e outro onde se editam e gravam macros.

Podem ser gravados quantos perfis forem necessários, todos os botões podem ser configurados para qualquer função. Em termos de DPIs podem ser definidos quantos patamares se pretende utilizar até um máximo de 5, e o valor pode ir dos 100 aos 8200 com intervalos de 50 DPI. A aceleração pode ser desativada ou ativada e elevada até ao valor de 10. O polling rate pode ser de 125MHz, 500MHz ou 1000MHz no caso de utilização com fios sendo que baixa para os 125MHz no modo wireless.

razer orochi

A iluminação pode ter vários efeitos e ser diferente em intensidade quando o rato a ser utilizado com fios e sem fios e dá para escolher entre 16.8 milhões de cores, embora nem todas, de longe, sejam fielmente representadas.

razer orochi

A seguir pode calibrar-se o desempenho do sensor em termos de distância de levantamento. Existe uma lista de tapetes da Razer mas também é possível configurar na hora, consoante a superfície em utilização.

razer orochi

Para terminar tem a parte relativa à energia onde é possível configurar quando é que o rato hiberna e a que nível de bateria deve aparecer o aviso de que as pilhas estão a dar as últimas.

razer orochi

O outro separador é relativo à gravação de macros, é um processo bastante fácil desde que se saiba que sequência de ações se pretende reduzir a um único clique.

razer orochi

Considerações Finais

O Razer Orochi é uma forte opção para quem procura um rato de pequenas dimensões para utilizar no portátil. Mas tem um público bastante específico tendo em conta as caraterísticas de desempenho, que nem todos conseguem reconhecer e também devido ao seu preço, que é 85€ em Portugal.

razer orochi

O design do rato é bastante simples mas confortável e com bons acabamentos. O facto de ser ambidestro é um ponto que certamente alguns valorizam. Como este é um rato para quem viaja frequentemente, de forma a justificar este investimento, ele incluí duas pilhas AA de boa qualidade (embora não recarregáveis) e também uma bolsa de transporte.

Durante a sua utilização, o scroll é o elo mais fraco mas é tão diferente e mais fraco do que outros ratos recentes da Razer, que pode ser um problema desta unidade.

A tecnologia Bluetooth 4.0 é uma excelente adição a este rato e embora não seja incrivelmente recente, nem todos os PCs têm esta versão. Não é incluído nenhum adaptador.

razer orochi
Em termos de autonomia é satisfatória mas longe dos valores anunciados pela marca, da minha experiência perto de 40 horas contra as 60 anunciadas.

O fato de ser compatível com PC e MAC e permitir o mesmo nível de personalização em ambos os ambientes é excelente. O software synapse é um dos melhores no mercado em geral e claramente o melhor no que diz respeito a ratos para portátil.

razer orochi

Pontos Fortes:
+ Ambidestro
+ Autonomia
+ Desempenho
+ Bolsa de transporte

Pontos Fracos:
– Preço
– Scroll

 

 

Terei todo o gosto em esclarecer qualquer dúvida sobre o Razer Orochi.

Pontuação
Desempenho - 8
Ergonomia e conforto - 8.5
Autonomia - 8
Preço - 7
Autor
Engenheiro Civil, a viver em Taipei, Taiwan com enorme gosto por tecnologia e partilha de informação. Estou no LILIREVIEWS desde 2007 e ao longo destes anos tive oportunidade de desempenhar diferentes funções em marcas líderes nesta área, nomeadamente na OCZ, Antec, AOC, NZXT, Razer e Gigabyte. Sou fã de novidades em hardware e passo demasiado tempo em jogos online, onde me podes encontrar com o nick MulherGorda.

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos