Home Periféricos Review Asus ROG Gladius

Pontuação
Qualidade - 10
Switchs OMRON - 9.5
Possibilidade de alterar switchs - 9.5
Desempenho - 9.5
Extras incluídos - 9.5
Conforto - 9.5
Conectores vulgares - 8.0
Acesso ao interior através dos skates - 8.0
Design - 8.5

A Asus tem apostado forte no mercado gaming e com bastante sucesso. A marca Republic Of Gamers (ROG) aparece tanto em periféricos como em componentes de hardware, criando um mundo próprio no universo gaming.

Hoje temos para vos apresentar o rato Asus ROG Gladius, mais um modelo virado para o mundo gaming. Seguindo a linha de ratos com o famoso Deathadder da Razer, o Gladius procura o mesmo sucesso com recurso a algumas inovações interessantes.

Características

Estas são as características de acordo com a marca

  • World’s first mouse with 2000Hz USB polling rate support
  • Ergonomically-designed for all right-handed grip types – ideal for FPS games
  • Exclusive socket design for easy switch upgrades; includes 2 additional Japanese-made Omron switches
  • Separate left and right buttons; with 2 specially-engineered, programmable ‘slide-to-press’ buttons
  • Detachable cable and ROG travel pouch for storage and transport
  • Built-in flash memory to save your favorite profile
  • Exclusive ROG Armoury interface where you can program buttons, performance settings, lighting effects, and surface calibration
  • Resolution: 6400dpi

Embalagem e conteúdo

Os últimos modelos de periféricos que temos testado apresentam uma embalagem muito simple, talvez para poupar alguns custos. Mas a Asus decidiu investir um pouco mais.

Asus ROG Gladius 01

O estilo está de acordo com a marca ROG, em tons de vermelho e preto. Na frente temos alguma informação sobre o rato e uma imagem do mesmo. Para além disso, existe uma espécie de tampa que permite termos logo um primeiro “contacto” com o rato.

Asus ROG Gladius 02

Na parte de trás e nas laterais encontramos mais informação e uma imagem do rato todo desconstruído, onde podemos ver os componentes todos.

Asus ROG Gladius 03

No interior a Asus inclui o manual de utilização, dois cabo USB, um com revestimento a nylon e comprimento de 2 metros (o do topo) e outro com revestimento de borracha e comprimento de 1 metro, dois switches OMRON, o rato, um conjunto de skates e um par de autocolantes.

Asus ROG Gladius 03_2

A Asus deciciu também incluir uma pequena bolsa de transporte, algo já habitual em diversos periféricos. Interessante ver que as diferentes marcas optam quase sempre pelo mesmo tipo de material para fazer estas bolsas…

O rato

Mas passemos ao rato propriamente dito. Tal como já tinha sido referido, o rato é muito ao estilo do Deathadder. Normalmente fazemos referência a este modelo da Razer porque é um dos preferidos dos jogdores.

Asus ROG Gladius 04

A qualidade de construção e dos materiais usados pela Asus é muito elevada e o design do rato é muito interessante, sem fugir ao modelo que os jogadores tanto gostam. Os botões principais são independentes do resto da estrutura e têm um desenho de modo a acomodarem-se à mão, independetemente do tipo de utilizador.

Asus ROG Gladius 05

Este rato é especialmente destinado a pessoas destras. Assim, na zona do polegar encontramos uma superfície de borracha com uma textura agradável ao toque. Os botões do polegar são confortáveis e de fácil acesso.

Asus ROG Gladius 06

Atrás, o símbolo Republic Of Gamers ilumina-se com um LED vermelho. O corpo do rato não é demasiado alto e é bastante confortável de utilizar. Do lado direito a Asus optou por usar a mesma superfície de borracha.

Asus ROG Gladius 07

No topo, o único botão serve para mudar de DPIs mas só entre duas posições. A roda de scroll é muito boa, com um click suave e um toque agradável. Tem bastante robustez, o que lhe permite levar bastante pancada. A zona de ligação USB faz lembrar a frente de um automóvel desportivo.

Pormenores

As grandes diferenças vêm-se nos pequenos pormenores…

Asus ROG Gladius 08

O sensor óptico encotra-se posicionado ao centro, o que é defendido pelos grandes jogadores profissionais. Por outro lado, a Asus poderia ter escolhido um sensor laser. Os skates não são demasiadamente grandes e deslizam bastante bem. Todos eles têm uma pequena ranhura para facilitar a remoção. Isto é muito importante uma vez que, para aceder ao interior do rato tem de se desaparafusar 4 parafusos que se encontram imediatamente por baixo dos skates. O pequeno botão à direita serve para soltar o cabo USB.

Asus ROG Gladius 09

Asus ROG Gladius 10

A iluminção do Gladius é muito sóbria e sempre em tons de vermelho. Depois de ligado dá para configurar como a luz se comporta, através do software.

Asus ROG Gladius 11

Depois de aberto, esta é a visão que temos. Obrigado Asus por terem decidido usar um PCB preto em vez do habitual verde.

Asus ROG Gladius 12

Como podemos ver, tanto o botão direito como o botão esquerdo utlizam switchs OMRON. Para além disso, também o botão de scroll utiliza esse tipo de switch. O único que não é um switch OMRON é o botão de mudança de DPIs.

Asus ROG Gladius 13

Com o Gladius vêm incluídos um par de switchs OMRON. Estes switchs são muito fáceis de trocar, é só puxar para remover e voltar a encaixar no sítio o switch pretendido. Pode parecer um pouco preciosismo trocar de switchs mas a verdade é que a diferença nota-se. E reparem nos dois switchs usados nos botões do polegar. Sim, OMRON. Para quem não sabe, os switchs OMRON estão para os ratos como os switchs mecânicos estão para os teclados.

Asus ROG Gladius 14

Ambos os cabos que se fazem acompanhar do Gladius são bons e resistentes, o único defeito é o facto dos conectores não serem banhados a ouro, o que é uma coisa padrão em todos os ratos gaming (e mesmo não gaming).

Software

Infelizmente as fotos do software perderam-se… Resta-nos apenas descrever a experiência de utilização do mesmo.

O software tem o sugestivo nome de Armoury, que está de acordo com o nome Gladius do rato. É constituído por 4 separadores. No primeiro separador temos a possibilidade de configurar todos os botões do rato.

No segundo separador podemos configurar o desempenho do rato a nível de sensibilidade do sensor, aceleração ou desaceleração, precisão de movimento e polling rate. De referir que este rato é o primeiro com uma polling rate de 2000Mhz.

No terceiro separador configuramos a iluminação. Só existem duas opções para configurar: o tipo de efeito no logo (Breathing ou Steady) e quais as zonas que devem ou não estar iluminadas (Scroll Wheel, DPI Switch e ROG Logo).

No último separador temos acesso às opções de calibração do sensor. Esta calibração pode ser feita de modo automático ou manual.

Todos os separadores são acompanhados à esquerda das opções de perfis. Estas opções permitem criar, editar ou apagar diferentes perfis que ficam guardados no computador. Infelizmente só é possível ter um perfil de cada vez no rato e também só é possível mudar o perfil através de software.

Utilização

O Gladius sofreu rigorosos testes gaming, pois essa é a principal função. O seu desempenho ao longo de vários jogos foi consideravelmente boa mas a principal atração aqui era a possibilidade de trocar os switchs OMRON. A Asus inclui um par de switchs extra que não são iguais aos que já estão montados no rato. E é aqui que nasce a curiosidade. Que outros switch é que há? Qual é o melhor para mim? Obrigado Asus por teres colocado estas dúvidas nas cabeças dos utilizadores.

Efectivamente os switchs são diferentes mas qual o melhor, é impossível dizer. Tal como há vários tipos de switchs mecânicos nos teclados, também existem vários tipos de switch nos ratos. A Asus apresenta-nos duas opções mas cada utilizador é livre de optar por aqueles que achar mais adequado ao seu estilo.

O acesso ao interior do rato deixa muito a desejar. O facto de ter de se retirar os skates pode levar a que estes fiquem danificados muito rapidamente. Efectivamente, o modelo que nos chegou já tinha os skates muito marcados. O conjunto de skates extra que a Asus inclui é muito bem-vinda. Após este entrave inicial, a troca de switchs é muito fácil: é só puxar o switch para o remover e encaixar o novo no mesmo sítio. Mais simples do que isto é impossível. Voltar a aparafusar o corpo do rato e a base, colocar os skates no sítio e já está!

No geral, o rato tem um desempenho muito bom, o sensor é muito preciso, mesmo não sendo laser, e o software cumpre as funções.

Conclusão

O mercado gaming precisa de produtos novos e pequenos pormenores que ajudem a fazer a diferença. O Gladius tem uma parte. Não posso dizer que o design geral do rato me agradasse completamente, tendo em conta que é semelhante a tantos outros modelos. Uma vez que este modelo é marcadamente para pessoas destras, a marca poderia ter aproveitado a oportunidade para tornar este modelo mais ergonómico, mais consistente com a anatomia humana e não num modelo tantas vezes visto. É certo que em equipa que vence não se mexe, mas são as ideias mais ousadas aquelas que mais dão gosto.

E é nesse aspecto que a Asus conseguiu mudar o jogo a seu favor. O facto de permitir (e incentivar) o utilizador a personalizar o tipo de switch OMRON ao seu gosto faz com que cada rato seja único para o seu utilizador. E ao preço que os switchs OMRON estão é uma aposta ganha.

Asus ROG Gladius 05

De resto, o rato tem um desempenho bastante bom, como já foi referido na Utilização, o software cumpre ao que se destina, os skates deslizam suavemente e é moderadamente confortável (não ao nível de um Ozone Smog, de um Mionix NAOS 8200, de um Razer Naga Molten ou de um Func MS-3).

Em termos de preço, o bundle que o acompanha faz o preço compensar. Sem isso, não se justificaria.

O Bom
Qualidade geral
Possibilidade de mudar os switchs OMRON
Extras incluídos
Desempenho

O menos bom
Design nada inovador
Acesso ao interior do rato através dos skates
Conectores não são banhados a ouro

Resta-nos agradecer à Asus por nos ter cedido este exemplar.

Pontuação
Qualidade - 10
Switchs OMRON - 9.5
Possibilidade de alterar switchs - 9.5
Desempenho - 9.5
Extras incluídos - 9.5
Conforto - 9.5
Conectores vulgares - 8.0
Acesso ao interior através dos skates - 8.0
Design - 8.5
Autor
Olá! O meu nome é Filipe e já ando nestas andanças desde 2009! Adoro hardware e descobri recentemente que também adoro programação! Estarei sempre disponível para um boa conversa sobre informática e para ajudar no que estiver ao meu alcance. Tentarei sempre fazer o melhor possível para que a qualidade deste site seja de topo!
2 Comentários a este artigo
  1. Excelente analise . É muito esclarecedora e bastante completa . Porem , uma pergunta decisiva : qual continua a ser a melhor hipotese no mercado actual , o rog gladius ou o Razer Deathadder (excluindo o elite , que é bastante superior , suponho ) .

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos