Home Móvel Review 1Life smart:wave

Introdução

TELELE

O 1Life smart:wave bem como o seu irmão mais novo, o 1Life smart:sky são os bilhetes de entrada da marca no mundo dos dispositivos Android móveis. Chegam com a invasão relativamente recente dos dispositivos chineses (e não só) de marcas menos conhecidas em Portugal, que oferecem um ótimo hardware a um reduzido preço.

Especificações

Sistema Operativo:
• Android 4.2.2
• Suporte multilingue (EN, PT, outras)
Processador: MT6582 Cortex A7 Quad Core 1.3 GHz
Gráficos: Mali 400
Memória RAM: 1 GB

Ecrã:
• Dimensões: 5″
• Tecnologia: IPS multi-toque capacitivo G+G
• Resolução: 720x1280px HD
• Densidade: 240 DPI

Armazenamento:
• Interno: 8 GB
• Externo: Suporta cartões Micro SD (64 GB máx.)

Câmara:
• Frontal: 2 MP
• Traseira: 8 MP AF com flash LED
Cartão SIM:
• Dual SIM / Dual stand-by

Bandas:
• WCDMA: 850 / 1900 / 2100 mHz
• GSM: 850 / 900 / 1800 / 1900 mHz

Conexões:
• 3G: HSDPA+ 42.2Mbps / HSUPA+ 11.5Mbps – Suporta Ponto de Acesso Wi-Fi
• Suporta EDGE / GPRS / WAP
• Wi-Fi 802.11 b / g /n
• Bluetooth 4.0 (A2DP+EDR)
• Micro USB
• Jack 3.5mm TRRS

Outras Caraterísticas:
• Chip GPS embutido / suporte A-GPS
• Rádio FM
• Sensor de movimentos
• Sensor de proximidade
Bateria: Li-ion 2600 mAh
Dimensões: 147 x 74 x 9.6 mm
Peso: 150 g

Embalagem e Conteúdo

A embalagem é bastante simples, de formato idêntico à da maioria dos dispositivos móveis dos dias que correm.

caixa_1caixa_2

O acondicionamento é o tradicional, os artigos praticamente não se movimentam no interior da caixa, caixa essa que é bastante compacta.

No interior, encontramos em 1º lugar o telemóvel, embalado numa típica saqueta plástica acetinada e transparente. Depois do separador de cartão, encontramos todos os outros objetos também eles bem embalados à exceção dos manuais.

conteúdo

Como podemos ver na imagem, o conteúdo total da embalagem resume-se ao smartphone, carregador, cabo micro USB -> USB, cabo USB-OTG, headset e mais uns folhetos informativos dos mais variados assuntos.

Smartphone

Qualidade de construção e Hardware

O wave é todo ele feito em plástico e que fique claro que é do mais simples que pode haver. Enquanto alguns itens têm uma textura glossy aderente e agradável ao toque, este caso em particular parece desviar-se dessa realidade. O tipo de polímero utilizado facilmente faz um indivíduo suar das mãos, que por sua vez irá tornar a superfície substancialmente menos aderente, tornando-se a utilização pouco confortável. Até ao momento o plástico não se riscou, contudo não houve tentativas ativas para verificar a resistência do material. Apesar da textura e do problema falado anteriormente, as dedadas não ficam marcadas (talvez por o modelo em análise ser de cor branca?), somente estabelecendo um ângulo muito específico com a fonte de luz é que se consegue identificar algumas marcas.

telemovel_4

A capa traseira pode muito bem ser considerada “trabalhosa” por alguns. Tem muitos pontos de encaixe, nada dos 4 ou menos pontos habituais ou do encaixe por deslize, e como tal é necessário aplicar uma dose significativa de força bruta para a retirar. Para além disso, quem não tiver unhas irá ter que recorrer a algum objeto de extremidade fina que funcione como alavanca para desencaixar a tampa na totalidade ou pelos menos para iniciar o processo. O ponto positivo de tudo isto, é o de uma estrutura bem sólida, sem folgas e sem qualquer tipo de preocupações acrescidas.

telemovel_3

Os botões são também eles de textura plástica, mais ou menos espelhados e com alguma folga, mas esta encontra-se dentro dos valores normais de qualquer marca. O rebordo prateado em torno do telemóvel encontra-se muito bem ligado à restante shell, sem espaços vazios ou sinuosidade de linhas.

telemovel_7

Um problema que se encontra em dispositivos da mesma categoria e que acontecia, por exemplo, no Huawei Ideos X5 era o leak luminoso à beira da ligação da parte de baixo do telemóvel com o rebordo. Via-se luz a escapar por nesgas, fenómeno que não está presente no wave. O único reparo a fazer é o de que o plástico próximo dos carateres iluminados na parte iluminada inferior do telemóvel, ou seja, os botões home, retrocedor e menu, deixam transparecer alguma dessa luminosidade, aspeto que eu penso ser propositado e planeado pela marca. Atenção, que não estamos a falar das brechas por onde é mesmo suposto a luz passar, mas sim plástico supostamente opaco nas periferias desses botões.

telemovel_11

O ecrã apresenta a resolução e os DPI que cada vez mais se estão a tornar o standart de telemóveis dos 200 aos 500€, ou seja, 720x1280px com 240 DPI, valores muito bons para uma tela de 5″. O ângulo com que podemos ver a imagem sem que as cores comecem a alterar-se, bem como limites, formar, etc (“tecnologia” IPS) é de facto impressionante, mas não transpira grande utilidade, uma vez que o portador do telemóvel não necessita de o ver de lado a não ser que esteja a cabular num exame ou que goste de deixar os amigos ver o jogo enquanto quebra o novo record.

telemovel_9

A câmara é outro ponto perfeitamente mediano, a qualidade não vai por aí além e os 8 megapixeis apesar de serem chamativos, são muitas das vezes desnecessários, uma vez que correspondem a uma resolução de 3264 x 2448 px. A maior parte das pessoas não tem sequer um monitor em casa com esta resolução (full hd corresponde a 1920×1080) e para quem precisa desta quantidade de pixeis para melhor editar no Photoshop, duvido que ande a tirar fotos com o telemóvel. Lembrem-se, os megapixeis não equivalem a qualidade e como tal consigo nomear de cabeça uma mão cheia de telemóveis com menos mpx que são capazes de tirar melhores fotos que este.

Bateria

Este é um tópico que anda lado a lado com o esperado. Tratando-se este de um ecrã IPS com elevada resolução ( 720x1280px), foi necessária uma bateria com bastante capacidade e a marca foi capaz de suprir essa necessidade. A bateria de 2600 mAh chega e sobra para as necessidades do utilizador normal.

Com uso muito brando, um par de chamadas por dia, wi-fi ligado, constantemente a receber notificações, a bateria dura aproximadamente 1 semana.

Com uso moderado, um par de chamadas por dia, wi-fi ligado, constantemente a receber notificações, meia-hora de angry birds, 2h de navegação, e mais 2h a ouvir música, a autonomia atinge entre os 2 a 3 dias.

Com uso intensivo, um par de chamadas por dia, wi-fi ligado, constantemente a receber notificações, 2h de angry birds, 2h de navegação, 3h a ouvir música e mais uma hora a ver uma stream e vídeos variados, a bateria atinge os 5% somente ao final do dia, hora de visitar o vale dos lençóis.

Nem tudo é bom e o aspeto negativo a reportar nesta categoria é o período de carga. Dos 0% aos 100%, o telemóvel levou das 9h30 às 13h25, ou seja, quase a roçar as 4h de carga. O carregador que vem na embalagem também foi testado com outros smartphones e nesses, o período de carga também sofreu um acréscimo na ordem dos 50%. Este acessório não vem identificado com o nome da marca, portanto, presume-se que a qualidade do mesmo cinge-se aos padrões chineses (mas não dos bons).

Performance

Os testes realizados ao telemóvel, cingiram-se aos grandes pilares dos benchmarks móveis, ou seja, 3DMark e Antutu.   Os resultados foram de facto surpreendentes, tanto que foram capazes de ofuscar o concorrente mais feroz, BQ Aquaris 5 HD que custa no mínimo 50€ mais.

Screenshot_2014-06-18-19-27-23

O smart:wave leva cerca de 3500 pontos de vantagem no benchmark do Antutu e uma vantagem marginal no teste do 3DMark. De facto, a utilização quotidiana revela uma inabalável fluidez, a troca de menus não tem qualquer tipo de stuttering e os jogos a um impecável framerate quando consideramos os típicos clássicos, Angry Birds, 2048, Where’s My Water, Subway Surfers e outros que tal.

Screenshot_2014-06-18-19-44-45

A reprodução de multimédia recebe também uma menção muito positiva. Foram corridos vídeos a 720p reais e não materais ultra-comprimidos como encontramos em qualquer vídeo do youtube. O telemóvel desenvencilhou-se muitíssimo bem, fluído do início ao fim, colado aos 23 fps. A Mali 400 parece ainda reinar neste setor do mercado, bem melhor do que a alternativa da BQ, o GPU PowerVR.

O MT6582 Cortex A7 Quad Core 1.3 GHz cumpre o que o sistema pede, está a par com a tecnologia da “gráfica” (mais por mérito desta segunda, já que o CPU saiu para o mercado 1 ou 2 gerações à frente) e é um melhor componente do que o homólogo do equipamento com que temos vindo a tecer comparações.

A reprodução de ficheiros áudio está limitada pelo sistema android o que leva a que este telemóvel não acarrete qualquer peculiaridade, daí não desenvolvermos o tema.

Software/OS

Screenshot_2014-06-18-19-47-18

O 1Life smart:wave vem de origem com o sistema operativo Android Jelly Bean 4.2.2 e pela informação disponível, supõe-se, que não receberá atualização para Kit Kat nem oficial nem da comunidade, uma vez que esta parece praticamente inexistente.

Screenshot_2014-06-18-19-30-11

A interface vem com ligeiras alterações, é o caso do extenso nº de atalhos que encontramos ao arrastar a barra preta superior para baixo e clicar no botão com a cara e os quadrados. São mais do que tudo úteis e bem selecionados, apesar de ainda estarem um bocado escondidos.

Screenshot_2014-06-18-19-48-13

O launcher em si é muito fluído e bastante simples, dando mesmo a sensação de ser a versão original do SO, sem customizações adicionais que algumas marcas realizam, como é o caso da Samsung, Sony e muitas outras.

Nas definições encontramos sim uma ligeira alteração, ou seja, quando seguimos para essa secção encontramos 2 abas, as “Definições Gerais” e “Todas as Definições”.

Screenshot_2014-06-18-19-31-07

Quem nunca teve um telemóvel dual-sim poderá ainda perguntar-se como é que isso funciona? Pois, mais simples não poderia ser. Os 2 cartões estão ligados durante a inteiridão do tempo (dual-sim ativo), mas quando vamos fazer uma chamada, temos que puxar a barra superior para baixo e apareccem as 2 redes lá em cima, bastando pressionar a tal com que fazemos intenções de realizar a chamada. Estes botões das redes só aparecem quando estamos no dial, já que não é necessário noutras situações, uma vez que o telemóvel  pode receber chamadas de ambos os cartões ao mesmo tempo.

Screenshot_2014-01-01-00-06-24

Considerações Finais

O 1Life smart:wave apresenta-se como uma ótima opção para o escalão em termos de hardware. Os componentes foram bem selecionados e o seu trabalho coletivo oferece-nos uma performance substancialmente acima da média para os seus modestos 150€. A sua fluidez é mais do que o comum dos mortais necessita, serve perfeitamente para qualquer utilização quotidiana, o que nos leva a concluir que o CPU, RAM e GPU foram muito bem escolhidos dada a resolução (720x1280px HD) do telemóvel.

telemovel_2

O dispositivo consegue bater o concorrente com maior nome no segmento em termos de benchmarks, mas infelizmente não o faz em termos de qualidade de construção. Obviamente, este foi um dos sítios onde cortaram custos, o plástico é simples e impróprio para quem tem tendência a suar das mãos no verão. Contudo, convém lembrar que a maioria dos compradores adquire também na maior parte dos casos uma capa para prevenir quedas e estragos no telemóvel, o que elimina por completo este problema.

O ecrã é IPS e de facto faz juz à nomenclatura, mas quanto ao resto não passa da média. Não tem nada a ver com um AMOLED da Samsung ou de outras grandes marcas, mas o mesmo também não é esperado dado o preço low-cost do equipamento.

Já a bateria apresenta-se como uma faca de dois gumes, uma vez que a sua duração encontra-se acima da média, mas o seu carregador parece ter sido negligenciado dado o inflacionado período de carga.

Screenshot_2014-06-18-19-26-49

Juntado todos estes factos num conglomerado, ficamos com a forte ideia de que este é um telemóvel bastante acima da média para o preço, mas perde desnecessariamente demasiados pontos no que toca à escolha de materiais e escolha de carregador.

Resta agora agradecer à 1Life por ter cedido esta unidade para análise.

selo-7_8O bom

  • Performance e fluidez
  • Tecnologia Dual-Sim Ativa
  • Autonomia

O menos bom

  • Materiais plásticos
  • Carregador

Artigos relacionados

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos