Home Notícias Primeiro ultrabook no mercado, da Asus

A Ars Technica  conseguiu deitar as mãos ao primeiro ultrabook a chegar ao mercado anteontem.

De acordo com o site, o Asus Zenbook, ultrabook de 999 dólares, equipado com um ecrã de 11’’, um CPU Core i5 e um peso de 1.10 Kg.

O ultrabook é a tentativa mais recente da Intel de desenvolver um portátil fino e leve que consiga competir com o MacBook Air em termos de estilo, dimensões e performance, não deixando de oferecer um bom valor pelo dinheiro pago.

Contudo, o MacBook Air de 11 polegadas básico também custa 999 dólares, portanto o Zenbook terá competição pela frente. Como o Air, a Ars Technica diz que o Zenbook vai ser vendido no formato de 11’’ e 13’’, podendo ambos serem configurados com processadores Core i5 e i7. Ao contrário do Air porem, que vem com 2 GB de RAM na sua configuração básica, todos os modelos do Zenbook viram com 4 GB de memória como standart.

O Zenbook de 11 polegadas básico também terá um SSD de 128 GB, enquanto que o MacBook Air tem uma drive de 64 GB.

Basicamente, em termos de especificações, o Zenbook é mais comparável ao  MacBook Air de 1199 dólares que ao de 999 dólares. Entretanto, o Zenbook de 13 polegadas é comparável em termos de especificações com os 2 modelos de 13 polegadas do Air, contudo ainda não há informações quanto ao preço dos Zenbooks de 13 polegadas.

Mas pelo menos o Zenbook tem um bom aspecto, com um corpo de alumínio único, dimensões esguias de  17 mm ou 18 mm (dependendo do tamanho do ecrã), e um ecrã de 1,366 x 768 de 11’’ ou 1,600 x 900 de 13’’

A Ars critica o Zenbook pelo tempo de vida da sua bateria quando em standby mode, dizendo que os Zenbooks de 11’’ e 13’’ duram até 7 dias e 10 dias respectivamente, enquanto que o MacBook Air pode durar ate 30 dias em standby. Pelo lado positivo, o Zenbook tem a característica standart dos ultrabooks, “Instant On”, que restora o estado do portátil de um estado de standby em 2 segundos.

Fonte: bit-tech.net

0 Comentários a este artigo

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos