Home Hardware Discos Plextor M6e PCI-Express 256GB

Introdução

A Plextor já não é nenhuma novata nestas andanças e a prova disso são os excelentes produtos que tem apresentado. Ao longo dos anos temos sido brindados com leitores e gravadores de alta qualidade, discos ópticos de elevada fiabilidade e recentemente também SSDs que, conseguem aliar a fiabilidade ao alto desempenho.

Intro

Desta vez, e depois do Lilireviews já ter tido oportunidade de analisar o Plextor M5 Pro Xtreme, chega à mesa de testes o mais recente SSD de topo da marca, que promete elevar ainda mais a fasquia no que a performance diz respeito.

Fiquem por cá e vejam do que este produto é capaz.

Embalagem e Conteúdo

Plextor M6e_1

A embalagem é visualmente simples e remete-nos de imediato para a interface deste SSD, que é PCI-Express. As tecnologias True Speed e True Protect que tanto marcam os discos da Plextor estão mencionadas, assim como, a capacidade de armazenamento do SSD.

Plextor M6e_2

Na parte traseira, são enumeradas algumas informações, nomeadamente as especificações e características principais. Tal como na embalagem do M5 Pro Xtreme, nota igualmente positiva para a inclusão da nossa língua portuguesa.

Plextor M6e_3

O conteúdo que acompanha o M6e é pouco vasto, mas oferece o fundamental. Vem acompanhado de um guia de iniciação rápida ilustrado, informação sobre a garantia, parafuso necessário e um pequeno folheto “VIP” que nos tenta motivar a fazer o registo no site do fabricante, para termos acesso a diverso conteúdo útil.

Em Detalhe

Plextor M6e_5

O SSD em si é bastante simplista, basicamente apenas temos o PCB onde está acomodada a NAND e o adaptador para PCI-Express. Este Plextor, tem por isso a particularidade de funcionar em duas conexões diferentes, a típica PCI-E já conhecida por todos e a nova interface M.2, que vem colmatar as limitações do SATA 3 (6.0Gbps).

Esta nova conexão vai ser cada vez mais utilizada, começando a vir em massa nas novas motherboards com chipset Z97 da Intel.

Plextor M6e_6

Na retaguarda, não há muito a dizer, o PCB está despido, não acomodando qualquer componente. De salientar que, trata-se apenas de um mero adaptador para motherboards atuais e antigas, uma vez que, este SSD na sua essência é um M.2.

Plextor M6e_8

O M6e é equipado com a novíssima NAND MLC de 19nm da Toshiba e o mais poderoso controlador dual-core da Marvell, o 88SS9187-BNP2. Suporta TRIM na sua totalidade, conta com 512MB DDR3 de cache DRAM e é compatível com Windows 7, Windows 8, Server 2008, Server 2012 e Linux.

Um facto importante, este SSD funciona como disco de arranque (bootable), sem qualquer necessidade de configuração ou drivers. É também compatível com a BIOS tradicional e a nova UEFI que equipam as motherboards mais recentes.

Software (1)

Junto com este SSD, devemos usar o Plextool, software apropriado do fabricante, que podemos encontrar para download aqui. Não é obrigatório estar instalado para o bom funcionamento do produto, mas é um utilitário bastante útil.

Com ele, temos acesso a várias informações, nomeadamente da temperatura do SSD, capacidade livre/ocupada, saúde do disco, entre outras. Permite ainda atualizar o firmware de forma simples, fazer uma formatação segura e vários diagnósticos para detectar eventuais problemas.

Especificações

Especificações Plextor M6e_1

A Plextor, para este novo modelo de 256GB, refere velocidades na ordem dos 770MB/s em leitura sequencial e 580MB/s de escrita. Ao nível das operações por segundo, é capaz de um excelente número de 105.000 IOPS em leitura aleatória de 4K e até 100.000 IOPS em escrita.

Especificações Plextor M6e_2

Este SSD é de nível profissional, que passou por um exigente controlo de qualidade pelo fabricante. Os M6e foram torturados até à exaustão, o que leva a marca a garantir a máxima fiabilidade e a ter uma extrema confiança no produto, oferecendo 5 anos de garantia.

E como não podia deixar de ser num produto de topo, o M6e faz uso da tecnologia True Speed, que evita a perda de performance à medida que vai ficando mais saturado e ainda do True Protect, que lhe confere encriptação AES de 256bit.

Testes

Após a apresentação e explicação do produto, vamos passar à parte importante, os testes propriamente ditos. Nunca é demais relembrar que, os resultados obtidos podem variar dependendo do Sistema Operativo, drivers e configuração de hardware utilizados.

Os testes foram realizados em PCI-Express 2.0 x4, em ambiente Windows 8.1, no seguinte sistema:

  • Intel Core i5 2500K
  • Asus P8P67 EVO
  • Samsung 8GB DDR3 2133Mhz
  • AMD Radeon R9 290
  • Corsair HX-620W

Crystal Disk Mark

Crystal Disk Mark_1 (1)

O fabricante anuncia em condições ótimas, velocidades de até 770MB/s de leitura sequencial e 580MB/s de escrita. Tal valor foi atingido na escrita, mas a velocidade de leitura ficou um pouco aquém do anunciado. No entanto, mesmo assim consegue ser incrivelmente rápido, mais do que qualquer SSD SATA 3 do mercado.

Para efeitos de comparação, seguem abaixo os valores obtidos com o topo de gama SATA 3 da Plextor, o M5 Pro Xtreme 256GB:

Crystal-Disk-Mark_Plextor M5 Pro Xtreme

ATTO

ATTO (1)

No sobejamente conhecido ATTO, mais uma vez a velocidade de escrita foi superada, ficando a de leitura novamente abaixo do anunciado. Contudo, quase 730MB/s não podem passar em claro, sendo um número excelente já de si.

AS SSD Benchmark

AS SSD (1)

De novo este Plextor M6e a mostrar resultados consistentes e a provar ser muito rápido, apesar de, neste benchmark em específico, as velocidades não terem chegado aos valores de referência. Também obteve o resultado mais elevado de todos os SSDs já analisados aqui no Lilireviews, com 1137 pontos.

Novamente para título de comparação, abaixo o resultado obtido com o Plextor M5 Pro Xtreme 256GB:

AS-SSD-Benchmark_Plextor M5 Pro Xtreme

AS SSD IOPS (1)

Ao nível das operações por segundo, o M6e a ser capaz de debitar uns excelentes 100.000 IOPS, do melhor que se tem visto no mercado.

AS SSD Copy (1)

Como sempre, um teste mais prático, que reflecte melhor o desempenho sentido nas tarefas do dia a dia. Novamente a impor-se ao M5 Pro Xtreme 256GB, principalmente no que toca a gaming, que não foi além destes números:

AS-SSD-Benchmark-Copy-Test_Plextor M5 Pro Xtreme

Anvil Storage Utility

Este conjunto de testes são dos mais completos atualmente, não só por medir nos vários tipos de ficheiros, mas pela enorme personalização que possibilita.

Comecemos então com os dados em 0% de compressão:

Anvil 0 (1)

De seguida, com 46% de compressão, que é em média o utilizado pelas aplicações que usamos diariamente nas mais variadas tarefas:

Anvil 46 (1)

Como podemos verificar, o desempenho a manter-se praticamente inalterado, tendo inclusive subido em alguns casos. Isto vem comprovar o músculo do controlador e a qualidade da NAND utilizada neste SSD.

Por último, na pior das situações possíveis, com dados incompressíveis:

Anvil 100 (1)

Os resultados a diferirem novamente pouco, indo de encontro ao que foi dito anteriormente. Este Plextor está preparado para todo o tipo de utilização, aguentando com todo o tipo de ficheiros que lhe atirem.

IOPS Leitura (1)

Os IOPS a estarem mais uma vez em alto nível, conseguindo atingir de forma consistente os 100.000 IOPS, tal como já tinha sido mostrado no AS SSD Benchmark.

IOPS Escrita (1)

Ao nível das escritas, naturalmente os valores a descerem, mas ainda assim, conseguindo um agradável número de 77.000 IOPS.

AIDA64

AIDA64 Leitura (1)

Neste teste do AIDA64, o M6e a partir a loiça toda, sendo capaz de oferecer uma leitura aleatória de 750MB/s. Em baixo ficam os valores obtidos pelo Plextor M5 Pro Xtreme 256GB, onde as diferenças falam por si:

AIDA64-LEITURA_1_Plextor M5 Pro Xtreme

Conclusão

Os resultados falam por si e dizem-nos precisamente que se trata de um fantástico SSD, super rápido, com componentes de alta gama. Mais uma vez a Plextor a fazer jus ao nome e a não desiludir os consumidores, ao apresentar um produto de topo, com desempenho a condizer.

Usa NAND MLC de última geração em 19nm, um controlador poderoso dual-core da Marvell e ainda o bónus de ser compatível com a nova interface M.2 e PCI-Express. Tal como já é hábito nos SSDs da marca, estão presentes as tecnologias True Speed e True Protect, que ajudam a assegurar o bom desempenho ao longo das sucessivas escritas.

Plextor M6e_7
Em suma, o M6e é o produto ideal para quem procura alto desempenho acima de tudo e tenha uma slot PCI-Express x4 ou M.2 livre. Além da sua enorme rapidez, oferece a garantia de um produto robusto que passou em rigorosos testes de controlo de qualidade.

Tudo isto, é ainda apoiado pelos 5 anos de garantia dados pela Plextor, transmitindo ainda mais confiança ao consumidor no produto. Como seria de esperar, o preço situa-se um pouco acima dos tradicionais SSDs SATA 3 de topo, custando este M6e sensivelmente 380€ na versão de 256GB.

O caro ou barato é sempre algo relativo, depende da performance que cada um necessita e se existem ou não produtos que a ofereçam, sendo o Plextor M6e uma escolha acertada para aqueles que procuram a melhor performance e se querem ver livres das limitações do SATA 3.

Resta-me deixar um agradecimento à Plextor, por ter facultado esta unidade para análise.

selo-9_4Prós

  • Elevado desempenho no geral.
  • Suporta duas interfaces.
  • Bom desempenho com dados compreensíveis e incompressíveis.
  • Sem necessidade de drivers ou configurações.

Contras

  • Preço algo elevado para 256GB.
  • Rouba algum espaço em sistemas com várias gráficas.
1 Comentário a este artigo

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos