Home Hardware Dissipadores Phanteks PH-TC14PE

Chega até nós o primeiro produto da marca Phanteks e temos o prazer de analisar o que poderá lançar esta nova equipa para o sucesso no mundo onde se inseriu. O mercado já está repleto de equipamentos de refrigeração a ar e parece não haver maneira de ir mais longe nesse patamar. De qualquer das formas, a Phanteks vai atacar o mercado tentando explorar a parte estética que tanta importância tem nos sistemas de hoje em dia dando a possibilidade a cada comprador de escolher a cor do seu sistema de refrigeração e enquadrá-lo no seu ambiente.

Embalagem e Conteúdo
O PH-TC14PE vem acomodado numa embalagem em cartão muito bem protegido contra todos os possíveis acidentes de percurso desde o fabricante até ao consumidor final. Na parte frontal da embalagem, a marca mostra um pouco do produto em si e todas as cores em que o mesmo está disponível no mercado, enaltecendo de imediato esse factor que poderá ser preponderante na escolha de muitos utilizadores.

Do lado direito, as habituais especificações do equipamento e do lado esquerdo um destaque para as funcionalidades que a Phanteks implementou para inovar no mercado dos dissipadores a ar. Além disso, na traseira da embalagem vem também uma breve descrição do dissipador nas principais línguas europeias. Destaque para a falta da língua de Camões, como já era de esperar.

Já no interior da embalagem, o dissipador vem muito bem protegido e acomodado entre placas de esponja e as embalagens de cartão que contém as fans e todos os acessórios necessários à montagem do Phanteks.

Desfazendo uma caixa interna em cartão para podermos proceder à remoção de todo o material chegamos por fim ao dissipador e às 3 pequenas caixas. Duas delas contêm duas fans de 120mm de elevada qualidade assim como todos os acessórios necessários à montagem e até alguns extras para que não falte nada até em montagens menos ortodoxas.

Em Detalhe
O primeiro produto da Phanteks é um dissipador imponente e que achamos encaixar-se num segmento de dissipadores de topo juntamente com o já analisado Prolimatech Genesis ou Cooler Master V10.

Dotado de uma qualidade de construção tão boa como a da Prolimatech, este Phanteks atrai à primeira vista e, derivado às várias cores disponíveis, pode enquadrar-se na perfeição em qualquer sistema e ambiente.

Tal como já referido, as fans que acompanham o PH-TC14PE foram também alvo de grande trabalho por parte da marca sendo que o cuidado e a qualidade do “sleeving” dos cabos foi extrema sendo feita uma boa escolha de materiais para o fazer, tornando um simples cabo de ligação da fan à motherboard uma ligação anti-derrapante super segura e fácil de manusear.

É de destacar o facto da marca ter adicionado ao produto quantidades superiores de acessórios para montagem do Phanteks sendo que os que estão “a mais” se podem revelar muito úteis após perda ou danificação dos acessórios em utilização. Procedemos então à montagem do Phanteks PH-TC14PE numa motherboard Intel e AMD.

A Phanteks registou também duas patentes de duas tecnologias trabalhadas pela marca durante os últimos anos e que foram implementadas já neste primeiro produto. A P.A.T.S (Physical Antioxidant Thermal Shield) aumenta em muito a performance da dissipação enquanto servindo de escudo para outro tipo de radiação térmica proveniente de outras fontes de calor tal como o GPU, o South Bridge e North Bridge, ect. A marca diz que a P.A.T.S não é tóxica e é amiga do ambiente.

Também a C.P.S.C (Cold Plasma Spraying Coating Technology) foi uma patente registada pela Phanteks e é uma tecnologia que aumenta a condutividade térmica tanto em superfícies soldadas como nos depósitos de cobre do dissipador.

Intel
A instalação do Phanteks num sistema Intel é fácil mas delicada. Derivado ao tamanho do dissipador, a sua instalação deve ser tão minuciosa e cuidada quanto possível. Começando por aplicar o backplate no fundo da motherboard e, seguindo as instruções no mesmo, aplicamos os quatro parafusos nos furos adequados à plataforma em utilização.

Depois de inseridos os quatro parafusos na motherboard deve proceder-se à inserção dos quatro separadores em plástico e de ambos os suportes da retenção que devem ser instalados com exactidão, tal como indicam as instruções pois, caso contrário, teremos problemas em apertar tudo no final. Com esta etapa já concluída, aplicamos pasta térmica e podemos concluir a instalação do Phanteks apertando igualmente e sequencialmente ambos os parafusos da retenção para que não haja qualquer folga.

AMD
No caso de querer instalar o Phanteks num sistema AM3 teremos de utilizar o backplate original da motherboard e nela aparafusar os 4 parafusos que acompanham o Phanteks e que podemos encontrar no plástico AMD e apertando a retenção para que tudo fique bem fixo.

Testes e Resultados

Sistema utilizado:
Motherboard: MSI P67A-GD55
Processador: i5 2500K @ 4.2
Memórias: Kingston HyperX Genesis 2133MHz 4GB
Placa gráfica: 2x Radeon HD4870
Disco: Kingston SSD Now V+100 96Gb
Fonte de alimentação: Seasonic X-400

O processo de testes é sempre o mesmo e, tal como nas análises anteriores, a temperatura ambiente será de 23º (controlado por ar condicionado), e o programa OCCT 3.1.0 no teste CPU Linpack para maior dissipação de calor. O OCCT corre durante 20 minutos, onde os últimos 5 minutos é testado o sistema em IDLE de onde se irão retirar os valores IDLE dos gráficos.

Os valores do gráfico são todos em grau celcius e no que às fans utilizadas diz respeito, os dissipadores foram utilizados na sua capacidade máxima. No caso do Phanteks, as duas fans incluídas no bundle do equipamento.

Conclusão
O Phanteks PH-TC14PE é mais um dissipador de topo que atinge o mercado proveniente de uma nova marca. Não trazendo nada de novo apresentando-se com este design mas primando pelo facto de apresentar um leque variado de cores que o utilizador pode escolher e enquadrar no seu ambiente. A qualidade de construção é uma mais valia da Phanteks e isso pode ser um bom indicativo para futuros lançamentos por parte da marca.

Apesar da versão colorida ser mais cara (84,90€), podemos optar por adquirir no banal cinza e pagar 79,90€ por um dissipador que me parece ter um valor justo visto que vem equipado com todo o material necessário à instalação e duas fans de elevada qualidade.

Também de destacar que o Phanteks é um dissipador com dimensões elevadas e que não é compatível com todo o tipo de memórias. Se tiver um kit de memórias mais alto que o normal não arrisque pois o Phanteks não vai caber. A montagem do Phanteks não é fácil e é minuciosa portanto, é aconselhável que a sua aplicação seja feita com a maior calma possível.

0 Comentários a este artigo
  1. muito bom esse cooler. o desempenho é excelente, o design é muito bom, a qualidade de construção, pelas fotos, pareceu de elevado nível. esta marca é-me totalmente desconhecida mas andei a ver o site e as outras cores do cooler ficam também muito bem. é bom ver estas marcas “novas” a apostar em produtos com este nível. 😉 excelente review!

  2. Interessante! Quando o vi pela primeira vez, ainda em NDA, a primeira coisa que me saltou à vista foi a robustez e a qualidade. Também gostei bastante dos cortes nas pás das ventoinhas.

    Pode ser que essa marca ainda nos surpreenda!

  3. Boa review e bom produto! Diria mesmo impressionante tendo em conta que a marca era totalmente desconhecida. Acho que fazem bem em apostar nas cores porque não há muito mais a inventar :mrgreen:

  4. Que cheirinho a Noctua! Mas mais bonito que eles..

    LoL! Faz me lembrar um Thermaltake Fanless 103 que tive aqui ha anos!

    80€ por isso?! dá para comprar 2 Xigmatek Balder que em performance é superior! Ainda dá para ter um de reserva!!

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos