Home Hardware Discos OCZ Agility 120GB

Vista Detalhada

A caixa de alumínio preta, robusta que protege o PCI (placa de circuito impresso) do SSD é extremamente leve, não havendo necessidade de grandes truques para fixar o disco no interior da caixa.

OCZ Agility

As conexões são as habituais, o conector SATA 2, a alimentação SATA, e dois pinos, para colocar um jumper, para posterior actualização de firmware, que pode ser feita pelo utilizador final. Isto traz grandes vantagens, pois desta forma a OCZ pode lançar firmwares que façam melhor uso das capacidades do controlador, bem como para corrigir futuros problemas, que possam vir surgindo.

OCZ Agility

Para saber exactamente que tipo de controlador, memória RAM para a cache e chips para armazenar os dados seriam usados neste SSD, tive de abrir o SSD, contudo esta operação invalidade a garantia!

OCZ Agility

Nesta imagem podemos ver o controlador à direita do chip de 64MB de RAM da Elpida. Este design da OCZ ao contrário de outros discos de gamas mais baixas, possui cache para evitar que o sistema bloqueie (stutter) enquanto o disco está a escrever um grande número de ficheiros.

Indilinx Barefoot

Na imagem vemos o controlador do SSD, um Indilinx IDX110M00 ARM “Barefoot”, que tem uma performance bastante interessante, e que vem abrir uma nova frente no mercado dos SSDs. Como já tive oportunidade de referir, este controlador suporta TRIM, ao contrário do controlador da Jmicron o JMF602, logo a performance do disco tenderá a manter-se perto do anunciado mesmo com o passar do tempo.

OCZ Agility

Aqui temos o chip da cache, produzido pela Elpida, não é mais que um  chip de memória RAM com 64MB de capacidade a 133MHz (CL3-3-3). A cache ajuda bastante quando há a necessidade de escrever grandes quantidades de ficheiros de baixo tamanho, como por exemplo no teste dos 4KB que é muitas vezes utilizado como exemplo do calcanhar de Aquiles de alguns SSDs.

OCZ Agility

Na imagem vemos 4 dos 16 chips de memória NAND MLC da Samsung usados neste disco. São estes circuitos integrados que irão guardar os nossos dados, desde os relatórios da universidade, ate às fotos do último jantar de curso.

Páginas: 1 2 3 4 5 6

0 Comentários a este artigo
  1. Muito obrigado pessoal! Tivemos de retirar a review do site porque estava a interferir com o layout, mas neste momento está tudo em ordem!

    Fiquem atentos para mais novidades, e vão comentando!

    Cumprimentos.

  2. muito boa a review e o disco. falta agora choverem mais discos destes para haver comparação. pelo que tenho visto existem demasiadas marcas a lançar demasiados produtos quase sem diferença de desempenho. um gajo fica baralhado quando quer escolher um. precisamos de mais reviews a este tipo de material.

    marco, e uns SSD’s da Mushkin…? sempre gostei desta marca, tem bastante qualidade. difíceis de arranjar em solo nacional…

  3. Muito obrigado Filipe!

    É verdade, querem-se mais reviews a estes discos para haver termo de comparação, porque como se deu para ver, um raptor não dá grande concorrência.

    Quanto ao material da mushkin, também sou grande fã, vamos ver se o Marco faz das dele.

  4. “Mais do Mesmo”

    É como já foi dito, o mercado está “entupido” de SSDs MLC sem quase nada de diferente de entre modelos e/ou marcas.

    as diferenças são mínimas, e os preços também.

    contudo uma boa review, e sim um raptor apesar de ser rápido, não chega a um SDD , só um Raid é que já anda lá perto.

    Venham mais SSDs para comparar as diferenças e preços.
    Muskin é boa marca, mas á mais SSDs 😉

    cumps

  5. Muito obrigado pelos comentários! É sempre bom ler as vossas palavras.

    Relativamente aos SSDs, sim é verdade, usam os mesmos controladores, quase sempre os mesmo chips MLC e siga para o mercado. O que distingue as marcas são os firmwares, e algumas tecnologias que implementam. Um bom exemplo disso é a Western Digital, com os seus SSDs super fiáveis, dizem eles.

    Com um pouco de sorte, iremos receber os novos Agility 2 com o famoso controlador SandForce, para poder comparar com este. Fiquem atentos!

    Cumprimentos!

  6. parabens tiago review muito boa, continuo á espera de proximos trabalhos bons da tua autoria..

    um pouco cara, mas o trabalho continua a ser fantastico .p

  7. A review é muito boa sim e o disco também, o preço é que … va la… mas também não pode ser tudo barato depende do trabalho e o que foi investido no disco =)

  8. Boas 😉

    Acho que é a primeira review de um SSD que leio com atenção, ja sabia que batiam records dos discos mecanicos, nao sabia é que os batiam com tanta facilidade xD

    Eh pah, relativamente ao preço… 300€ por 120Gb não é pa qualquer carteira, nem de longe.. mas em relaçao a performance, que compensa, lá isso compensa 😉

    Grande review, grande disco xP

    Abraço

  9. Sugestão: no CrystalDiskMark fazer 5 testes com 100MB não faz qualquer sentido.

    É como o meu ISP me diz para fazer um speedtest com ficheiros de 1MB.
    Deve ser um valor que pelo menos seja 2x (?) maior à capacidade prevista.

    Isto é. Se o disco lê 239MB/sec demorou uns meros 0.4sec a fazer o teste.

    O erro aqui por extrapolação pode ser abismal e levar a interpretações erradas.

  10. Boas,

    Repara, o programa correu os 4 testes até atingir os 100MB isto 5 vezes, não correu um teste com 100MB 5 vezes, como dizes. Nenhum dos 4 ficheiros tem 100MB de tamanho, o maior que tens é 1024KB.

    Cumprimentos.

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos