Home Notícias Microsoft perto de adquirir Skype

A Microsoft está perto de adquirir a Skype Technologies SA por uma quantia a rondar os 8 biliões de dólares. Ao que tudo indica, o acordo poderá estar concluído nos próximos dias embora as negociações não estão ainda terminadas e o negócio pode ainda não se concretizar uma vez que até à bem pouco tempo surgiram rumores que havia outras empresas interessadas em adquirir a Skype.

Ao comprar a Skype, a Microsoft consegue uma importante fatia de mercado de comunicações online numa altura em está a lutar para ter uma maior aproximação ao consumidor na área das telecomunicações.

Este negócio mostra claramente a importância que a Skype têm no mercado e o quanto a empresa já progrediu desde o seu lançamento em 2003. Desde então, a empresa foi comprada pela eBay, em 2005, por um total de 2.6 biliões de dólares, mas não trouxe os benefícios esperados. Em 2009, 70% da empresa foi vendida a um grupo de investidores.

Com este negócio, a Microsoft espera dar luta aos seus principais concorrentes no mercado das comunicações móveis, a Apple e a Google, uma vez que se espera uma integração no seu sistema operativo para aparelhos móveis, o Windows Phone 7. Fica no ar a questão se a Microsoft irá permitir, com o uso do Skype, a realização de chamadas de baixo custo entre utilizadores de aparelhos com o seu sistema operativo, pondo em cheque as operadoras móveis e, ao mesmo tempo, os seus concorrentes.

Nos próximos dias teremos mais novidades sobre este negócio.

Fonte: The Wall Street Journal

0 Comentários a este artigo
  1. O negócio está concluído. Pelo que consegui apurar, o valor já teria sido estabelecido a 18 de Abril e o acordo foi alcançado ontem, dia 9 de Maio. O valor final atingiu os 8.5 biliões de dólares. Em dinheiro.

  2. Como ja diceram e uma boa aposta , muitos usam skype e skype para mim e tao funcional quanto o msn , chega ate ser melhor em alguns pontos .

    Acho que vai dar certo essa aposta.

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos