Home Móvel LG Maximo Vu

Há um ano atrás surgiu o conceito de Phablet por parte da Samsung ao apresentar o Galaxy Note. Este conceito remete para dispositivos com ecrãs que medem 5 ou mais polegadas mas até a um máximo de 7.
Desde este lançamento sempre se esperou uma resposta das outras gigantes mas só com o lançamento do novo Note II surgiu o rival para aumentar a combatividade – falamos do Maximo Vu da LG.

Este LG é um dispositivo “alike” ao Prada pois o design italiano é semelhante crescendo apenas para as 5 polegadas. Mas existe uma diferença significativa que o fabricante coreano considerou: aumento da dimensão do ecrã sem aumentar em altura o que resulta num Phablet é quadrado (4:3) sendo pioneiro neste formato. Esta nova característica é de ter um pouco em conta na aquisição do equipamento pois é complicado de, com apenas uma mão, segurar o smartphone devido à largura do chassis tendo um impacto negativo na selectividade do cliente alvo pois, por exemplo, além de ser mais difícil de transportar uma simples operação de clique no atalho do telefone é necessário recorrer às duas mãos.

views

A nível estético possui um aspecto minimalista onde temos apenas botões de volume, power, um botão que está configurado para abrir uma app tipo bloco de notas, a porta microUSB(protegida por uma porta) e claro, uma entrada para os auscultadores. É também de lado que é necessário usar um alfinete para poder abrir a slot para o MicroSIM, sendo que não existe slot para guardar a caneta nem slot MicroSD mas o Vu possui 32Gb de armazenamento interno. Em termos de peso e espessura a novidade da LG ganha ao Samsung – 8,3mm e 172g.

sizeview

Relativamente ao desempenho não existe nada a apontar devido à qualidade excepcional estando equipado com um processador Tegra 3, com 4 núcleos a 1.5GHz tornando qualquer operação numa sensação extrema de fluidez, 2GB de memória volátil e com elevada conectividade (Wi-Fi, Bluetooth 4.0, NFC, GPS, USB2.0, Wi-Fi direct, Quadband, HSDPA a 21 Mbps e LTE). O ecrã IPS possui elevada qualidade o que significa que quem adquirir este poderoso 4:3, vai usufruir de cores e tons mais naturais do que aquilo a que estamos habituados a ver no AMOLED. A experiência com este ecrã é satisfatória mas seria muito melhor se não fosse o formato do ecrã como já explicado anteriormente. A título de exemplo, ver vídeos no Youtube faz com que os vídeos fiquem demasiado esticados caso contrário ficamos vastas barras pretas mas apesar disto, destaca-se a boa experiência de leitura na Internet onde o formato até se revelou muito confortável. O brilho e contraste de ecrã estão acima da média ao que é normal de encontrar em terminais Android.

penView

Como é a usabilidade com a caneta ? Ao contrário do que se constatou recentemente com o Note II, a caneta da LG não consegue reconhecer as diferentes pressões que utilizamos ao escrever, ou seja, quer seja carregado com força ou devagar o traço é sempre o mesmo. Mas nem tudo é negativo! A autonomia revelou ser uma forte característica tendo os resultados rondado as 8 horas assim como a câmara de 8 MPx que tira boas fotos e vídeo de qualidade.
Em termo de conclusão, se atendermos só para as especificações o Vu é a elite mas no entanto o império desmorena-se graças ao 4:3 que nos obriga a usar sempre as duas mãos o que torna difícil perceber por outro lado, qual a razão para conceberem um terminal sem slot para a caneta.
O PVP ronda os 599 euros.

LG-Optimus-Vu-3

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos