Home Hardware Kingston HyperX Genesis 2133MHz 4Gb

Introdução

Agora que todos já devemos estar familiarizados com os processadores Intel da nova geração e, devido à sua grande capacidade de overclock e muito boa relação qualidade/preço até estamos a ponderar comprar uma motherboard P67, socket 1155, está na hora de começarmos a pensar nas memórias que deveríamos comprar para o nosso sistema de maneira a aproveitar todo o potencial da arquitectura Sandy Bridge.

Se escolher um processador para esta plataforma não é tarefa difícil, pois ambas as versões munidas de multiplicador desbloquado, sejam elas i5 ou i7, são óptimas escolhas, já em termos de memória RAM não será tão fácil assim. Isto porque existe uma infinidade de opções com diferentes preços, frequências e timings. Como sítio tão vanguardista e dedicado aos entusiastas que é, o Lilireviews não desapontará ninguém e traz até vós não qualquer kit de memória RAM mas um dos 4GB mais rápido até ao momento!

Falamos do modelo HyperX Genesis  2133MHz produzido pela Kingston Technology que foi já certificado pela intel para uma utilização de extreme memory profile em todos os processadores Sandy Bridge. Lembrando que os P67 não vão além de 2133MHz, esta frequência será o mais rápido que conseguiremos arranjar.

Acerca da marca

Fundada em 1987, a Kingston Technology Company é o líder mundial no que a memória diz respeito. A Kingston oferece mais de 2000 produtos suportados por qualquer tipo de equipamento desde computadores, impressoras, leitores MP3, cameras digitais e telemóveis. Em 2010, as vendas renderam à Kingston um montante muito próximo de 4.5 mil milhões de euros! Sediado em Fountain Valley na California, a Kingston emprega mais de 4000 funcionários de todas as nacionalidades. Conhecida como uma das melhores empresas empregadoras na America, a Kingston serve uma rede gigante de distribuidores, revendedores e OEM em todos os continentes!

Especificações

Capacidade: 2x2048MB
Frequência: 2133MHz (PC-17000)
Timings: 9-11-9-27
Tensão: 1.65V +/- 0.1V
Garantia vitalícia

Aspectos gerais

Fazendo-se transportar num simples invólucro em plástico, as Genesis não ocupam mais espaço do que necessitam e encontram-se bem acomodadas, pousadas no topo da habitual folha de instruções, especificações e recomendações.

Antes ainda de as retirar-mos da embalagem, a cor dos módulos chamam imediatamente à atenção pois, ao contrário do habitual azul nos modelos HyperX, a Kingston optou por alterar para cinzento a cor destas Genesis 2133MHz de maneira a vincar o facto de serem as melhores da gama!

Já fora da caixa, podemos contemplar o magnífico trabalho por parte da Kingston ao enriquecer os heat pipes de uma forma subtil mas sem lhes retirar o brilho e a exclusividade podendo assim o “X” à direita do módulo obter variadas cores e tonalidades dependendo da incidência da luz. A Kingston optou também por alterar os heat-pipes e mante-los mais subtis conseguindo assim uma melhoria significativa no que diz respeito à arrumação e compatibilidade e, na minha modesta opinião, até à estética.

Já montadas na motherboard, neste caso uma Gigabyte P67A-UD4-B3, podemos ver o quão subtilmente as Genesis se podem encaixar no ambiente de tons escuros do nosso sistema.

Depois de analizadas por fora, está na hora de passarmos ao que interessa. Os testes destas Genesis foram realizados com o seguinte sistema:

Processador: Intel Core i5 2500k
Motherboard: Gigabyte P67A-UD4-B3
Gráfica: Gigabyte HD 5870 SOC
Fonte de alimentação: OCZ MODXTREAM-PRO 550W
Memórias: Kingston HyperX Genesis 2133MHz 2x2048MB

Os testes utilizados foram:

Super Pi
x264 HD
3D Mark Vantage
SiSoft Sandra 2011b

Para os testes foi instalada uma versão fresquinha do Windows 7 64 Ultimate com todos os updates a que tem direito. As versão do Catalyst para a 5870 da Gigabyte é a 11.3. Motherboard com a última versão da BIOS e tudo pronto!

SuperPi

Claro que, muito por culpa do 2500K não ter qualquer tipo de OC, os valores são muito acima dos esperados.

SiSoft Sandra

Utilizando a funcionalidade do Benchmarking da largura de banda do SiSoft Sandra podemos ver que de 2133MHz para 2200MHz existe um ganho de quase 0.6GB/s

Utilizando o wPrime 32 para testar a velocidade e o wPrime 1024 para a estabilidade.

Futuremark 3DMark Vantage

x264 HD Encoding

Conclusão

Estes Sandy Bridge revelam ser óptimos em termos de performance, mesmo que acompanhados por memórias que apenas suportam até 1333MHz. Claro está que quando aumentados os clocks dos mesmos e juntando a isso um kit de memórias como este podemos retirar um extra em termos de performance muito grande. Porém, a questão será sempre a mesma.

A que nível nos será possível identificar e sentir esse acréscimo de performance tendo montado no nosso sistema tal equipamento. É um facto que maiores frequências com timings reduzidos afectam e oferecem uma maior performance em alguns jogos mas também é verdade que noutros não afecta praticamente nada. A questão é que nem todo o hardware se foca nos jogos e nas performances que deles podem tirar mas também em trabalho e aplicações que se utilizam dia a dia.

Com base nesse aspecto já podemos argumentar validamente e dizer que estas Kingston são sem dúvida uma óptima escolha! Renderizar um vídeo é mais rápido e quando necessitamos de o fazer várias vezes durante algum tempo, este kit de memórias vai de facto poupar-nos bastante tempo! Os testes levados a cabo utilizando o x264 HD demonstraram também um aumento de mais de 10 frames por segundo em relação a um kit de memória de 1600MHz.

A Kingston demonstrou mais uma vez que está a investir imenso numa área mais entusiasta com artigos de topo!

Despeço-me agradecendo então ao maior produtor de memórias a nível mundial por nos ter cedido o sample para análise.

0 Comentários a este artigo
  1. Um brinquedo muito bom, potente e não parece ser muito caro tendo em conta o potencial. Deixa as minhas mems in shame :/ Bela review keep it up 😉

  2. Obrigado a todos os que até agora incentivaram! São sem dúvida umas memórias muito rápidas que fazem as delícias de qualquer um durante uma sessão de benchmark.
    Eu que o diga!

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos