Home Hardware Discos Kingston HyperX 240GB

A Kingston, praticamente desde do lançamento dos primeiros SSDs, tem vindo a apostar em força neste mercado. Ainda há cerca de um ano, publicámos a análise de um modelo baseado no problemático controlador JMicron, com os conhecidos problemas de stuttering, sendo que ainda há pouco tempo, publicámos também uma análise a um modelo bastante superior, baseado na controladora Intel.

Muito tempo passou, e neste momento o mercado está muito mais competitivo. Para manter a sua alta reputação no campo dos SSDs, a Kingston desta vez aliou num só produto, performance e a longevidade.

Kingston HyperX 240GB SSD-4065-2

Tendo por base o controlador da SandForce, o modelo SF2281, temos aqui um produto de topo, com um aspeto bastante radical.
O modelo aqui em análise, é o Kingston HyperX com 240GB de capacidade, com o kit de upgrade, já habitual da Kingston, onde nos é “oferecida” uma caixa externa para o nosso antigo disco, isto para quem quer atualizar o seu portátil, um CD com o software Acronis HD para a migração do sistema operativo, e ainda uma chave de fendas com um aspeto Hyper!
Mas antes de avançarmos mais, ficam aqui as especificações técnicas segundo a marca.

Features

  • SandForce controller technology
  • High-speed SATA Rev. 3.0 (6 Gb/s) transfer speeds
  • Performance — incredible speeds for advanced gaming, multitasking, and multimedia computing power
  • Reliable — much less likely to fail than a standard hard drive
  • Shock-Resistant — dropping your notebook no longer means losing your data
  • Cool & Quiet — runs silent and with no moving mechanical parts to generate heat
  • Innovative — uses NAND Flash memory components
  • Supports S.M.A.R.T., TRIM and Garbage Collection
  • Guaranteed — three-year Kingston® warranty, 24/7 tech support

Specifications

  • Form factor — 2.5”
  • Controller — 2nd Generation SandForce® Controller SF-2281
  • Components — Intel® 25nm Compute-Quality MLC NAND (5k P/E Cycles)
  • Interface — SATA Rev. 3.0 (6Gb/s), SATA Rev. 2.0 (3Gb/s)
  • Capacities 2 — 120 GB, 240 GB
  • Sequential reads 6Gb/s 3 — 555MB/s for all capacities
  • Sequential writes 6Gb/s — 510MB/s for all capacities
  • Sustained Random 4k Read/Write
        120GB – 20,000/60,000 IOPS
      240GB – 40,000/60,000 IOPS
  • Max Random 4K R/W
        120GB – 95,000/70,000 IOPS
      240GB – 95,000/60,000 IOPS
  • PCMARK® Vantage HDD Suite Score 4
        120GB – 81,196
      240GB – 81,394
  • Supports S.M.A.R.T. TRIM and Garbage Collection
  • Warranty/support — Three-year warranty with free 24/7 support
  • Power Consumption
        120GB: 0.455 W (TYP) Idle / 1.6 W (TYP) Read / 2.0 W (TYP) Write
      240GB: 0.455 W (TYP) Idle / 1.5 W (TYP) Read / 2.05 W (TYP) Write
  • Dimensions — 69.85 x 100 x 9.5mm
  • Weight — 81g
  • Operating Temperatures — 0°C ~ 70°C
  • Storage Temperatures — -40°C ~ 85°C
  • Shock Resistance — 1500G
  • Vibration Operating — 2.17G
  • Vibration Non-Operating — 20G
  • MTBF — 1,000,000 Hrs
  • Compatibility Table

Mas não é na performance apenas que este disco se destaca, até porque SSDs com este controladores existem bastantes, é na memória NAND utilizada pela Kingston. Mas isso fica mais para a frente!

Embalagem, Conteúdo e Especificações

Tratando-se de uma gama superior, este produto é-nos apresentado, ao contrário de outros SSDs, num caixa bastante generosa, e com bastante conteúdo.

Kingston HyperX 240GB SSD-4046A embalagem, que pouco tem que ver com o habitual para um SSD, é bastante grande, com um toque sóbrio, e o essencial à vista. Logo na parte da frente podemos saber de imediato as velocidades de leitura/escrita do disco, a capacidade do mesmo, e a informação de que se tratar efetivamente do “Upgrade Kit”, e não da versão normal.

Kingston HyperX 240GB SSD-4049

Na parte traseira, temos mais alguma informação em várias línguas, bem como os acessórios desta versão.

De notar que a caixa para além de grande, para poder conter tudo o que é enviado junto com o SSD, é também um bom meio para proteger o seu conteúdo dado que tudo vem envolto em espuma de alta densidade.

Abrindo a caixa, a primeira visão que temos, é do SSD em todo o seu esplendor. Pode ser estranho dizer isso, mas é dos SSDs mais bonitos que algumas vez cá passaram, e mesmo que não concordem, é de certo algo diferente e irreverente.

Kingston HyperX 240GB SSD-4051Abrindo a caixa, a primeira visão que temos, é do SSD em todo o seu esplendor. Pode ser estranho dizer isso, mas é dos SSDs mais bonitos que algumas vez cá passaram, e mesmo que não concordem, é de certo algo diferente e irreverente.

Kingston HyperX 240GB SSD-4053

Ao removermos todo o conteúdo da embalagem, podemos ter uma melhor noção do que realmente a Kingston tem para nos oferecer. Não é todos os dias que compramos um SSD deste preço, mas também não são todas as marcas que enviam junto com o seu SSD tamanho conjunto de extras, sendo que já é prática corrente da Kingston.

Kingston HyperX 240GB SSD-4057

Ao todo, temos, como já foi referido, o adaptador de 2.5″ para 3.5″, o cabo SATA azul, o cabo USB da caixa externa, a caixa externa para discos de 3.5″, a chave de fendas e o CD com o software da Acronis.

De referir que este kit se destina principalmente, a pessoas que pretendem atualizar o seu portátil, logo a caixa externa faz todo o sentido não se tratando de um extra impingido pela Kingston. Como tal, a caixa externa que é fornecida, permite colocar o SSD durante o processo de clonagem do disco, e depois dá-nos a hipótese de utilizar o disco antigo do portátil como uma unidade móvel.

Com um disco de portátil montado no interior:

A colocação do disco dentro da caixa é bastante simples, e não requer nenhum tipo de ferramenta. A caixa em sim apresenta uma qualidade bastante boa, com o mesmo toque do alumínio escovado na parte exterior, apesar de ser toda ela feita de plástico duro.

Kingston HyperX 240GB SSD-4065

Como podemos ver pela fotografia acima o disco em si tem um aspeto diferente do habitual, sendo que a parte exterior é feita de alumínio. O acabamento da parte superior do disco é de alumínio escovado, e as letras HyperX são em relevo. Apesar de todos sabermos que o disco passará grande parte da sua vida escondido dentro da caixa, salvo raras exceções, é sempre interessante notar que as marcas dedicam algum tempo aos pormenores, principalmente num disco desta gama.

Kingston HyperX 240GB SSD-4067

Agora seria a parte em que tipicamente iríamos abrir o disco, para dar uma espreitadela nos integrados que constituem este SSD. Contudo, tal não foi possível, sendo que apenas irei escrever um pouco sobre as especificações do mesmo.

Este SSD faz uso do famoso controlador SandForce SF-2281, o mesmo que deu água pela barba à OCZ, e que depois dos problemas resolvidos muitas alegrias dá aos seus utilizadores.

Ao contrário das outras marcas, a Kingston dedicou algum tempo a afinar e a testar a fiabilidade deste SSD, sendo que os problemas reportados para os OCZ não existem também neste disco, apesar de partilharem do mesmo controlador.

Bem à semelhança dos processadores de outras marcas em que essencialmente a arquitetura é a mesma, o que muda são algumas especificações, a SandForce apresenta no total uma gama de 8 diferentes controladores, para diferentes mercados, sendo que o empresarial também se encontra englobado:

Então se apenas existem diferenças no firmware, e o controlador é o mesmo das outras marcas, o que o torna diferente? A memória NAND onde os episódios da “Ovelha Choné” são guardados.

Esta é, talvez, a primeira vez que se vê NAND de 25nm da Intel fora dos seus próprios SSDs. Outras marcas têm utilizado memórias Micron de 25nm ONFi1 e 2, bem como Toshiba DDR de 32nm. A NAND da Intel suporta cerca de 5000 ciclos de escrita/leitura ao contrário dos habituais 3000 ciclos. Isto, em teoria, dá uma maior longevidade a este SSD em comparação com os seus concorrentes, além de ajudar a aumentar o nível de confiança do consumidor final.

Um controlador à medida, juntamente com a interface SATAIII, dão à Kingston a liberdade de publicitar velocidades de escrita leitura na ordem dos 500MB/s. Mas será isto verdade? É o que iremos ver já a seguir.

Testes:

Os programas de testes escolhidos para esta review foram:

  • CrystalDiskMark 3.0
  • ATTO Disk Benchmark
  • Anvil Storage Utilities Pro
  • AS SSD Benchmark

O sistema utilizado foi o seguinte:

Motherboard: Asus P8P67-M
Processador: Intel i5 2500K
Memórias: GsKill RipJaws-X F3-17000 CL9 4GB
Fonte de Alimentação: Corsair TX 650W

Passemos então aos testes propriamente ditos:

O sistema operativo utilizado foi o Windows 7  Profissional x64.

CrystalDiskMark

Muito em voga agora com a chegada dos SSD, este programa efectua testes de leitura escrita aleatórios e sequenciais, com um tamanho de ficheiro pré-definido pelo utilizador. Neste teste foi utilizado um ficheiro de 100MB, correndo 3 vezes em toda a extensão do disco.

crystal disk mark kingston

Em comparação, coloco aqui os resultados do OCZ Vertex II, com o antigo controlador SF-1200:

Julgo que os valores falam por si. O salto de geração foi brutal, praticamente para o dobro em quase todos os resultados, sendo que em alguns, regista-se mesmo três vezes mais.

De notar que os resultados aqui são bastante interessantes, no entanto abaixo do que é anunciado pela Kingston. Os testes da Kingston foram feitos usando o  ATTO Disk Benchmark, que ao contrario deste software, utiliza dados comprimíveis, permitindo assim ao disco demonstrar a sua verdadeira performance, algo que já vem sendo hábito nestes controladores da SandForce.

AS SSD Benchmark

Bastante semelhante ao Crystal Disk Mark, este programa utiliza também dados comprimíveis para testar o disco, sendo que podemos considerar estes resultados como o que podemos obter na pior das hipóteses:

A seguir os resultados com o Vertex:

ATTO Disk BenchMark
Um dos programas que mais resultados sintéticos, tanto a nível da leitura como da escrita, apresenta é este. No final do teste cria um gráfico com os vários tamanhos dos ficheiros usados, permitindo-nos comparar directamente os valores obtidos, seja entre discos mecânicos como em SSDs.

ATTO Kingston

OCZ Vertex 2:

É aqui que vemos a real capacidade destes discos. Por volta dos 16KB o HyperX já tinha ultrapassado a velocidade máxima do disco da OCZ. Aqui confirma-se a velocidade máxima anunciada pela Kingston. Cerca de 530MB/s de escrita e 561MB/s de leitura.

Anvil Storage Utilities Pro

Criado com base no famoso IOmeter, este será um dos programas a figurar na nossa lista, dado que nos permite configurar o tipo de compressão dos dados, ajustando a vários padrões, bem como ter uma maior base de dados de resultados de forma fácil e exata.

Começando pelo teste de 0% de compressão:

Vertex 2:

Com 46% de compressão, em média o utilizado pelas aplicações do dia a dia:

KINGSTON SH100S3240G ATA Device_240GB_1GB-20111017-1842Vertex 2:

Na pior das hipóteses, isto é, com dados incompressíveis:

Vertex 2:

Este é, na minha opinião, um dos melhores programas lançados até à data para poder comparar os discos e os resultados estão à vista.

Conclusão

Este foi, sem sombra de dúvida, o melhor SSD testado até à data. A sua performance incomparável, os resultados consistentes ao longo dos testes e a sua elevada capacidade, para um SSD, obriga-me a nomeá-lo para o prémio de “se estiveres confortável com o preço, compra JÁ!”. A troca de um disco rígido para um SSD continua ainda hoje a ser um dos melhores upgrades que se pode fazer.

Bem, quem já está habituado a ler as minhas análises, sabe que deixo o preço sempre para o fim para não destabilizar a turma, e poder dar a aula com calma. O preço de venda ao público deste kit é de cerca de 500€, tanto quanto um computador inteiro, um Iphone, ou até mesmo um tablet.

É claro que esta tecnologia ainda não atingiu maturidade suficiente para que os preços possam descer, e claro, com esta capacidade de 240GB, não há volta a dar ao preço que se tem de pagar.

Apesar da crise instalada por esse mundo fora, para quem puder, esta é, sem sombra de dúvida, uma excelente compra para juntar ao 2600K ou 990x, ou até quiçá, ao seu novo AMD 8150.

Para terminar gostaria de agradecer à Kingston por ter cedido este SSD para análise, e espero que vocês tenham gostado!

Não se esqueçam de comentar, e fiquem atentos, pois irei lançar assim que possível um guia sobre como utilizar este software da Acronis que acompanha este SSD.

0 Comentários a este artigo
  1. numa palavra: CAGANDADISCO!!! excelente review, excelente produto. o preço é elevado mas ajusta-se. já tive a oportunidade de testar um ssd da kingston e também gostei muito de todos os extras que incluem. a caixa externa é simplesmente brutal, dada a simplicidade de utilização. 😉

  2. SandForce, what else?
    Pena foram os problemas que este controlador deu e ainda vai dando, mas a performance simplesmente está lá.
    Quem quer velocidade, não tem muito que enganar.

  3. […] Introdução A evolução deste tipo de tecnologia tem sido imparável e a par com os controladores NAND, a performance dos SSD começa a atingir proporções simplesmente diabólicas para dessa forma não se tornarem o bottleneck de um sistema de gama média/alta. A OCZ sempre foi pioneira na evolução desta tecnologia e depois de termos analisado o Vertex 2 controlado pelo SandForce 1200, chega-nos uma versão de topo do Vertex 3 que esconde um controlador Sandforce 2281, já aqui vislumbrado no Kingston HyperX. […]

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos