Home Notícias Hungria: Governo recua com o imposto de tráfego da Internet

Protestos da população húngura contra a proposta da nova lei

Não foi há muito tempo que se falou sobre a Hungria apresentar uma proposta para criar um imposto de tráfego da internet.

Relembramos que a proposta legislativa previa que cada operador de Internet pagasse 150 florins, cerca de 50 cêntimos, por cada gigabyte de consumo feito – fosse download ou upload. Um valor que hoje em dia é facilmente alcançável diariamente.

Quando a notícia de que o governo húngaro pretendia criar um imposto sobre o tráfego da Internet, a população arrancou com protestos e manifestações em massa contra a aprovação da nova lei, tanto na rua como em redes sociais.

Hoje, primeiro-ministro húngaro (Viktor Orban) admitiu que a proposta de lei que prevê a aplicação de taxas por GB de tráfego de Internet vai ser reformulada.

“Esta taxa não pode ser aplicada na forma em que se encontra…”,informou o chefe de governo no momento de anunciar à população a suspensão da proposta de aplicação do novo imposto. No entanto Viktor Orban também disse que este não é um assunto descartado e em Janeiro de 2015 haverá já um referendo.

Esta desistência da taxa da Internet pode produzir efeitos políticos muito em breve.

0 Comentários a este artigo

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos