Home Hardware Gigabyte GTS250

Introdução

A nVidia volta a atacar, outra vez com o G92, desta vez na forma da nVidia GTS 250. Desde as 8800GT que o G92 tem vindo a ser o porta-estandarte da nVidia, dando provas de ser uma arquitectura vencedora, madura e barata de fabricar. O fabricante decidiu usar o mesmo chip, criando assim modelos com quase as mesmas características que os antigos mas com nomes diferentes.
Foi o que se passou com a 9800 GTX+, a nvidia decidiu usar o mesmo chip e desenho e criar a GTS 250. Apesar de ser um novo modelo, esta apenas difere na quantidade de memória ram utilizada, que passou dos 512MB para os 1024MB. Com isto a nVidia espera lutar com a AMD nos preços, já que a arquitectura do G92 é madura o suficiente para a nVidia retirar alguns € ao preço dos seus modelos.

gigabyteGTS250_1

Apesar da reutilização de uma arquitectura antiga, a GTS 250 continua a suportar todas as tecnologias actuais. O único problema nesta constante aposta, está nos diversos modelos lançados num curto espaço de tempo, com características idênticas, que têm vindo a confundir bastante os utilizadores. Contudo se esta aposta permitir os utilizadores comprarem novos modelos, a um preço mais baixo, com as mesmas ou melhores características, não vemos onde está o problema de qualquer fabricante apostar na sua “equipa” ganhadora.
Com isto recebemos uma amostra para testes deste novo modelo da nVidia, neste caso, uma Gigabyte GTS 250 512MB. Modelo que trás um cooler desenhado pela Zalman, com melhor dissipação e mais silencioso que o dissipador que normalmente equipa as GTS 250.

Especificações
A amostra para testes que nos recebemos da Gigabyte, segue as especificações de fábrica que a nVidia especificou para este modelo. As frequências do core, memórias e shaders mantêm-se iguais as da 9800 GTX+.
gigabyteGTS250_12

De notar o aumento da quantidade de memória ram instalada, de 512MB para 1024, esta é a única grande diferença entre o antigo modelo GTX+ e a GTS 250.

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7

Autor
Engenheiro Civil, a viver em Taipei, Taiwan com enorme gosto por tecnologia e partilha de informação. Estou no LILIREVIEWS desde 2007 e ao longo destes anos tive oportunidade de desempenhar diferentes funções em marcas líderes nesta área, nomeadamente na OCZ, Antec, AOC, NZXT, Razer e Gigabyte. Sou fã de novidades em hardware e passo demasiado tempo em jogos online, onde me podes encontrar com o nick MulherGorda.
0 Comentários a este artigo
  1. Yup haha, @Gipsy eu tenho uma ATI agora e nao sei porque prefiro as ATI’s que as outras… vi uma ATI a saphire e acho uma boa aposta pelo menos para mim 😀

  2. Mesmo muito jeitosas e de muito boa qualidade 😀

    @Cangas quando me referi “uma boa aposta” quis dizer “uma boa board para investir o dinheiro” 🙂

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos