Home Jogos Overwatch First look

Overwatch

Overwatch é o mais recente jogo e primeiro FPS da Blizzard. Consiste atualmente em cumprimento de objectivos enquanto eliminas inimigos com uma variedade de heróis de classes distintas, cada um com as suas habilidades e características únicas.

 

Tive a privilegiada oportunidade de ser selecionado para participar no BetaWeekend Stress Test, que decorreu entre os dias 20 e 23 de Novembro, e experimentar este tão desejado jogo. Como muitos de vós poderão não ter a mesma sorte que eu, decidi partilhar as minhas impressões no estado atual do jogo na esperança de saciar alguma da vossa sede por ele.

Design/Gráficos

Ao iniciar o jogo através do Battle.net somos direcionados para o Main Menu onde encontramos os modos de jogo (não são os nomes originais):

  • Multiplayer
  • VS A.I.
  • Tutorial

Temos também os Settings para configurar as definições de audio, video e controlos. Mas o mais importante é que foi-me apresentado imediatamente uma amostra do tamanho esplendor deste jogo, temos um herói aleatório a posar para nós com uma magnifica paisagem, também aleatória presumo, de um mapa onde decorre a ação.

 

 

Entrando no jogo, tudo está desenhado com um nível de suavidade tal que parece um filme de animação da Pixar. Desde as personagens e o mapa até às próprias partículas de explosões estão bastante simples com detalhe razoável e com cores bem vivas, mas as sombras realçam a magnifica renderização que faz o Overwatch tão apelativo.

Os mapas, para além de imensos, estão simplesmente lindos, estes foram inspirados em países pelo mundo e conseguiram captar a sua essência e cultura. Pude ver Inglaterra, Japão e quem tiver acesso ao ClosedBeta poderá ver o Egipto.

 

Gibraltar Kings Row Hanamura

 

Fui encontrando alguns problemas desprezáveis face ao resto, mas que devem sempre ser mencionados.
Definitivamente leva algum tempo a encontrar a melhor optimização para conseguir os 30 fps, ou os 60 para os mais ambiciosos como eu. A escala de renderização não é bem clara e nota-se nalgumas linhas dos personagens que estas parecem desfocadas ou até pixelizadas. Ao fazer Alt + Tab o jogo passaria de Fullscreen para Windowed Mode, nada que a definição Borderless não resolvesse. Mas o lado positivo é que até o vosso computador do tempo dos dinossauros será capaz de correr o Overwatch, fique surpreendido com o quão amigável é para low spec setups.

Se o Overwatch acabar por não resultar como jogo, terá sempre futuro no ramo dos desenhos animados, banda sonora ou até mesmo figuras de ação como já se vêm a circular pela Internet.

 

 

Gameplay

Vamos agora ao que verdadeiramente interessa, o que fará ou não colar um jogador aos comandos e prendê-lo durante horas a fio.

Como muitos de vocês devem saber através de trailers, o conceito de gameplay do Overwatch é semelhante ao do clássico Team Fortress 2. De momento existem três modos de jogo:

  • Point Capture: Onde uma equipa irá atacar e tentar conquistar certos pontos do mapa enquanto outra tenta defender;
  • Payload: Onde a equipa atacante terá de escoltar um veiculo por vários checkpoints antes que se esgote o tempo e a equipa defensiva deverá empatar;
  • Modo híbrido: Contém objectivos de ambos os modos.

 

 

As equipas são compostas por 6 heróis em cada lado, na fase de seleção do herói, temos os personagens listados e classificados. Essas classes são:

  • Offensive: O damage dealer claramente;
  • Defensive: O que tenta aguentar o avanço da equipa adversária;
  • Tank: A ovelha negra que deverá desviar as atenções para ele usando os seus Stats defensivos elevados;
  • Support: O booster de Stats ou healer, também com outras habilidades de utilidade.

O jogo automaticamente analisa a composição da equipa e faz sugestões de acordo, por exemplo, afirma que a equipa é frágil demais e necessita de um Tank, ou possui pouco dano precisas de maus poder ofensivo.

Claro que cada herói é único e existem classes secundárias em cada um, possuem 2 habilidades mais um Ultimate que necessita de ser carregado entre outras características ao dispor. Estratégias variam mas no fim o que define o papel de cada personagem é como o jogador o irá utilizar em conjunto com a equipa. Se não te agradar o herói que estejas a utilizar ou necessitas de outra tática para contra atacar, podes escolher outro no respawn point.

Para alguns o Overwatch parece um ripoff do famoso jogo da Valve, mas não podia estar mais longe disso. A diversidade de habilidades, em como usá-las e a sinergia que tem com o resto da equipa muda completamente o fluir do jogo em relação ao TF2.

Uma ronda dura entre 5 a 10 minutos, respawns de menos de 10 segundos o que significa que não há nenhum momento morto.. excepto para mim, mal acabei o tutorial tentei experimentar heróis diferentes contra A.I.s, escusado será dizer que fui dizimado com a dificuldade em médio. Apesar de neste período de teste estar cheio de newbies iguais a mim, levou algumas horas até poder confrontar decentemente outras pessoas em multiplayer, depois dessa frustração inicial pude divertir-me à grande durante o resto do fim de semana.

 

 

Últimos pensamentos

Vê-se em fóruns de discussão que a existencia de problemas com servidor se tornaram irritantes e outras críticas em relação a interface no jogo, mas é para isso que serve o Stress Test e o próprio ambiente controlado em Beta, para testar e ouvir a opinião da comunidade de forma a aprimorar o produto.

No geral achei o Overwatch um jogo brilhante, deixou-me a chorar por mais desde que acabou o BetaWeekend e irei considerar seriamente comprá-lo quando vir a sua versão final em ação. Neste momento o Overwatch está disponível para pre-order em PC, PS4 e XBox One por 60$ com release previsto no primeiro ou segundo trimestre de 2016. Tenham em conta que o jogo ainda está em Beta testing e de certo virão muitas mudanças antes de chegar ao produto final que tanto nos tem elevado as expectativas. Apesar de tudo eu não seria capaz de gastar tanto por um jogo assim, estou ansioso para saber o que a Blizzard pensa em fazer com ele no futuro, mas certamente não irá ser F2P.

Artigos relacionados
1 Comentário a este artigo

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos