Home Notícias Dicas ESET para gaming online mais seguro

A ESET, líder mundial em protecção proactiva contra ciber-ameaças e malware, representada em Portugal pela WhiteHat, mostra a sua preocupação com a crescente actividade cibercriminosa que vitima os jogadores on-line. Assim, a empresa reuniu um conjunto de informação para alertar e ajudar os gamers.

Além da navegação e das comunicações na Web, os jogos on-line estão entre as actividades mais populares da Internet. E a escolha é muita: desde os simples jogos de cartas, MMORPG ou os típicos FPS. Mas o gaming também se tornou num grande negócio, pois muitos dos jogos mais conhecidos, como World of Warcraft, requerem uma subscrição. E como dinheiro em entrar em “jogo”, os cibercriminosos vão fazer tudo para conseguir deitar-lhe a mão.

Quais são, assim, as maiores ameaças enfrentadas por quem joga on-line?

• Phishing: Sites falsos de jogos são um negócio criminoso que se está a expandir. Alguns deles usam um URL (endereço Web) muito parecido com o dos originais. Assim, se um jogador mais desatento aceder a um deste sites, pode não só ver o seu computador infectado com vários tipos de malware, como cair numa “ciberarmadilha” que faz com que sejam roubados dados pessoais e causar uma verdadeira “dor de cabeça financeira”.

• Redes Sociais: Como na vida real, a regra é simples: confiar apenas nos verdadeiros amigos. Muitas contas que se encontram no Facebook são falsas e os seus criadores asseguram ser os produtores legítimos dos jogos. Neste caso, não lhes deve tornar os dados acessíveis.

• Jogos “infectados” e software para cheats: O seu computador pode estar em risco se começar a usar jogos falsos ou pirateados, que tiram partido da sua paixão pelo jogo e podem ser encontrados na Internet para download. Seja extremamente cuidadoso com anexos de e-mails e , claro, com ficheiros em pens USB.

• Malware: Actualmente, uma das ameaças mais disseminadas deste género é o Win32/PSW.OnLineGames. Esta é uma “família” de trojans usados para ataques de phishing e cujo o alvo são apenas os jogadores. Este tipo de malware vem com um keylogger e, em alguns casos, com rootkits que roubam informação relacionada com os dados de login dos jogos on-line. Esta informação é depois enviada para o PC do intruso. Também é importante lembrar que quem costuma jogar MMORPG (Massively Multi-player Online Role Playing Games) como Lineage ou World of Warcraft, tal como Second Life, continue a ter a noção de que existem outras ameaças como jogadores que apenas se preocupam em irritar e insultar outros participantes.

De que forma é que os jogadores se podem proteger da melhor maneira? Aqui ficam 5 dicas:

1. Use soluções de antivírus actualizadas, com função de antispyware e firewall: quer o ESET Smart Security 5, quer o ESET NOD32 Antivirus têm uma opção chamada ‘Gamer Mode’ que coloca o software de protecção a trabalhar de forma “silenciosa” e a gastar o mínimo de recursos do sistema, para que os gamers se possam concentrar apenas no jogo, sem distracções. As versões gratuitas das Release Candidate de ambos estão disponíveis para download no site da ESET.

2. Tenha sempre diferentes e complexas passwords para várias contas em vez de usar sempre a mesma.

3. Escreva o URL do seu jogo on-line no browser ou use o sistema de Favoritos/Bookmarks – assim, evita clicar de forma acidental num link “envenenado” que encontre num motor de busca.

4. Proteja os seus dados em pastas no computador ou na nuvem com uma password, mesmo que não seja um requisito essencial para jogar on-line.

5. Nunca use software pirateado, pois pode ser malicioso e por em risco o seu computador.

“Excelente desempenho e sem efeitos na qualidade de jogo: estas são as duas principais características que interessam quando instalamos um software de antivírus. Como gamer profissional, posso dizer que a mais pequena distracção pode levar-nos à derrota e é por isso que confio an ESET”, diz Marcel „k1llsen“ Paul, e-sports gamer profissional que está actualmente no topo da liga de gaming ESC na Alemanha.

E Marcel não é o único. De acordo com o inquérito ‘Steam Hardware & Software’ tornado público recentemente, a ESET é primeira escolha dos gamers no que toca a antivírus pagos. A plataforma Steam da Valve é líder na venda de jogos on-line em Mac e PC e conta actualmente com 30 milhões de contas. No geral, a ESET foi indicada como a segunda solução de segurança mais popular entre os gamers com 8,81% de share e a mais usada entre os softwares pagos.

Fonte » EDC

E os leitores do LILIREVIEWS, já tiveram problemas em jogos online? O que acham das medidas apresentadas?

0 Comentários a este artigo
  1. A maior ameaça neste momento são mesmo os jogadores que gostam de roubar e jogar de maneiras ilícitas. (Scamming & Hacking)

    Isto sim é um grande problema que infelizmente as empresas de jogos não o têm em grande consideração nem para os lesados nem para os “criminosos”.

    De resto são coisas que com a mínima informação e atenção podemos evitar.

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos