Home Notícias Descoberta pode aumentar desempenho dos SSDs em 300%

Como muitos de nós sabemos, atualmente os dados nos SSDs não podem ser escritos por cima de outros mais antigos directamente para a NAND. Os dados têm de ser escritos para um bloco da NAND livre, enquanto os dados antigos são formatados.

Este processo, faz com que o desempenho do SSD decresça com o passar do tempo e tem influência também na vida útil do SSD, uma vez que, a NAND tem um número limitado de escritas até ficar saturada.

Contudo, uma equipa de investigadores japoneses, desenvolveu um firmware que controla onde e quando os dados são escritos. Este novo processo, mostrado na IEEE International Memory Workshop 2014, evita que os dados sejam escritos em NAND livre, colocando-os num bloco com dados antigos, que ainda vão ser apagados.

Isto faz com que, hajam menos operações de escrita (os dados são escritos apenas uma vez e não copiados novamente de uma zona limpa para os blocos recentemente formatados), mais desempenho do SSD e por consequência também mais vida útil da NAND.

NAND Writing

Segundo testes realizados, os SSDs que usaram esta tecnologia realizaram 55% menos ciclos de escrita e formatação, consumindo também 60% menos energia. Tudo isto, com um aumento de performance que pode chegar aos 300%, fazendo com que drives de 500MB/s possam ultrapassar os 1GB/s em certos casos.

Mas, não se fica por aqui, esta nova descoberta deve-se apenas a uma mudança de software, tornando possível esta implementação em SSDs atualmente no mercado. Como nada muda fisicamente na drive, os fabricantes poderão lançar firmwares no futuro, que façam uso desta nova forma de acomodar os dados.

Fonte

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos