Home Jogos Criador de Minecraft vai ser processado pela Bethesda por causa do seu...

scrolls
Markus “Notch” Persson, criador do popular jogo Minecraft, está em vias de ser processado pela Bethesda Softworks, apesar do processo não ter nada a ver com o jogo sensação estilo sandbox Minecraft, a ser lançado até ao final deste ano.

Num post feito por Notch num blog explicando a situação, este diz que os advogados da Bethesda estão a tentar proibi-lo de usar “Scrolls” como título para a sua próxima criação, declarando que entra em conflito com a trademark existente “The Elder Scrolls”.

À cerca de 6 meses atrás Notch registou trademarks para ambos Minecraft e para o seu próximo projecto chamado Scrolls. Pouco tempo depois foi contactado pelos advogados da Bethesda que tinham preocupações acerca da trademark registada. Notch afirma que levou as suas preocupações a sério e tentou arranjar um compromisso entre os dois lados, apesar de não acreditar que o seu jogo entra-se em conflito com a trademark da Bethesda.

oblivion

“As implicações de que uma pessoa possa ter direitos sobre todas as palavras individuais em relação a trademarks é algo assustadora.” diz Notch. “Nós investigámos e chegámos a conclusão que eles não tinham um caso sólido, mas mesmo assim levámos o assunto a sério. Nada em volta de Scrolls é suposto ter referências ou derivar dos jogos deles.” Tempo passou e Notch não teve mais noticias sobre este assunto até recentemente, quando recebeu uma carta de 15 páginas do concelho legal da Bethesda ameaçando-o com um processo legal se ele não desistir de usar o nome Scrolls.

Notch afirma que é um grande fã do trabalho da Bethesda, acrescentando “Eu assumo que este absurdo se deve em parte aos seus advogados terem de ser advogados, e à maneira como as leis de trademark foram criadas”.

Os representantes da Bethesda não fizeram até agora nenhum comentário sobre ao assunto.

minecraft
minecraft

Quem acham que tem razão nesta história?

Fonte: IGN

0 Comentários a este artigo

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos