Home Notícias BlackBerry PlayBook: Disponível a 23 de Junho

A Research in Motion (RIM) anunciou hoje que o tablet PlayBook irá estar disponível para aquisição a partir de dia 23 de Junho em Singapura. Este tablet chega-nos com 3 versões Wi-Fi (de 16, 32 e 64GB) e, a partir de hoje já se pode efectuar o pre-order a partir do sítio da marca.
Este tablet tem um design que lhe permite ser ultra-portátil e fácil de transportar e, segundo a marca, debita elevados níveis de performance. Web browsing com suporte para Adobe Flash Player, multitasking, alta definição, multimédia e opções de segurança muito avançadas são apenas algumas das features mais sonantes neste gadget tão esperado.

As versões disponíveis até ao momento e os preços das mesmas (RRP-Recommended Retail Price)

16GB: S$668 – Cerca de 379€
32GB: S$798 – Cerca de 450€
64GB: S$928 – Cerca de 526€

Ficam aqui as especificações deste tablet que, mais tarde ou mais cedo, vai chegar ás prateleiras dos revendedores no nosso país.

BlackBerry PlayBook specifications:
– 7-inch 1024×600 WSVGA capacitive LCD touch screen
– Ultra-portable at 425g and measures 130mm x 194mm x 10mm
– 1GHz dual-core processor
– BlackBerry Tablet OS with support for symmetric multiprocessing
– MP3, AAC and WMA audio playback
– Support for high resolution video playback (H.264, MPEG4, WMV)
– 1080p HDMI output
– Dual 1080p HD cameras for video conferencing and video capture (3MP front and 5MP rear)
– 1GB RAM memory
– Up to 64 GB internal storage (16, 32 and 64 GB models)
– GPS, Orientation Sensor (Accelerometer), 6-Axis Motion Sensor (Gyroscope), Digital Compass (Magnetometer)
– Stereo speakers and stereo microphones
– Wi-Fi (802.11 a/b/g/n) connectivity
– Bluetooth 2.1+EDR support

Fonte: VR-Zone

0 Comentários a este artigo
  1. Mais um tablet limitado na sua experiência de mobilidade uma vez que não dispõem de versão 3G… as marcas têm de pensar nos mercados em que o wifi não está tão difundido e pensar nos utilizadores que querem ter a sua própria ligação como já acontece nos smartphones.

  2. É verdade. O 3G é importante, apesar de não ser essencial. Eu nunca compraria um Pad com 3G visto que o tenho no telemóvel. Por outro lado, temos de atribuir as culpas ao nosso país por ser tão atrasado nesse aspecto. No estrangeiro podemos usufruir de wi-fi em praticamente todo o lado! Para este tipo de marcas, o nosso país pouco ou nada interessa. Somos pequenos 🙁

    • Provavelmente não será um best seller por cá. IMHO um tablet tem de oferecer mobilidade com qualidade em qualquer terreno. Não ter cobertura 3G nem Wi-Fi, só mesmo para aquela malta do geocaching :mrgreen:

  3. Ora essa é uma boa questão… utilidade dos tablets:

    Os tablets na minha opinião são dispositivos intermédios, ou seja, imaginando um cenário em que dispõe de um smartphone e um portátil o tablet fica no meio dos dois. Pq no smartphone o monitor é pequeno de mais para digamos por exemplo redigir emails longos, ou estar muito tempo na web a ler ou pesquisar… o portatil tem o problema da bateria ou até questões simples como por exemplo o tempo que demora a ligar… enquanto que o tab está ali pronto para funcionar e com uma autonomia média de 8h… o que é muito bom… ou por exemplo no caso do Asus Transformer Pad dispor de bateria numa dock com teclado e aumentar a autonomia para 16h.

    Há mercado para os tablets agora é tudo uma questão de evolução de características, na minha opinião são ferramentas que em alguns casos vão tirar o lugar aos portáteis sobretudo quando tivermos novas gerações de baterias que durem mais de 12h em tablets… já ouvi rumores de até bem mais como exemplo 2 a 3 dias de autonomia… imaginem a maravilha que seria.

    Vamos ver como o mercado evolui. Eu ando me a conter para resistir e não comprar já um tablet… entretanto já testei praticamente todos os que estão nas lojas PT

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos