Home Hardware Caixas BitFenix Survivor

Acerca da marca
A BitFenix é uma marca muito recente que se comprometeu desde logo a lançar os seus produtos tendo como grande objectivo primar pela elevada qualidade e fiabilidade. Com equipas a trabalhar nas várias áreas, designers e engenheiros conceituados que trabalham o design e a performance dos produtos da BitFenix de maneira a que o consumidor não tenha de se adaptar ao hardware mas sim, o inverso! O projecto BitFenix vem juntar veteranos do mundo dos jogos com veteranos da tecnologia para que, dessa forma, a marca consiga chegar a patamares de qualidade muito elevados nestes dois mundos em que foca todos os seus produtos!

Especificações
Materiais: SECC, ABS
Cor: Preto no interior e exterior
Dimensões: 230 x 502 x 510 mm
Peso: 11.10Kg
Compatibilidade: Mini-ITX, mATX, ATX
Baías de 5,25”: 3 externas e uma interna
Baías de 3,5”: 7
Baías de 2,5”: 9
Dissipação frontal: 1 Fan de 200mm com LED vermelho
Dissipação traseira: 1 Fan de 120mm (opcional, não incluída)
Dissipação no topo da caixa: 1 Fan de 200mm
PCI: 7 (sem ser necessário qualquer ferramenta para os retirar)
Painel I/O: 2 x USB3.0, 2 x USB2.0, eSATA, Audio
Alimentação: PS2 ATX
Extras: S2, Lockdown, controlador LED on/off

Introdução
Depois do lançamento da Full-Tower, a Colossus, a BitFenix resolveu tentar juntar à mobilidade e ergonomia de uma Mid-Tower, todo o potencial que tinham conseguido com a Colossus. Visto que o design desta última ficou um pouco à quem das expectativas e, sendo esse o foco de todas as críticas à marca, esta decidiu apostar forte nesse patamar e demonstrar que pode dar cartas num futuro bem próximo, no que diz respeito a este tipo de periféricos. Chega-nos então este modelo muito mais elegante produzido num material muito agradável ao toque e de bastante qualidade.

Primeiras impressões
A frontal da embalagem da Survivor foi desenhada de uma forma muito simples, mostrando apenas o modelo do produto, o logótipo da marca e o sítio na web da mesma. Já na lateral da embalagem, a BitFenix incluiu uma foto da caixa e todas as especificações da mesma. Na parte traseira da Survivor, a marca complementou a informação demonstrando a caixa em todos os ângulos desta e enaltecendo as qualidades de refrigeração, facilidade de manuseamento e manutenção.

Já com a Survivor fora do seu resguardo que, diga-se, bem confortável e protector, encontramos uma caixa dotada de um design muito superior ao anterior modelo da BitFenix. Uma caixa com linhas menos rectas que o habitual, com um frontal muito agradável e pintada em tons escuros faz deste chassis uma peça digna de se enquadrar em qualquer ambiente.

Com a análise do aspecto concluída e passando a outros patamares, a Survivor apresenta, na parte traseira, 7 portas de expansão, duas entradas para tubos 3/8’’ para refrigeração líquida, uma grelha para uma melhor circulação de ar dentro da caixa e o acesso à fonte de alimentação.

Na parte superior, a Survivor possuiu um painel I/O bastante acessível e protegido por uma porta da mesma cor e textura da restante caixa. Abrindo a mesma, podemos encontrar 2 entradas USB3.0, 2 USB2.0, uma eSATA e as já habituais entradas áudio. Ainda na mesma zona podemos encontrar uma pega muito bem dissimulada mas que pode ser retirada recorrendo apenas a uma leve pressão.

Na tentativa de desmistificar o interior da BitFenix recorremos à abertura da lateral da caixa que, para tal, nos é obrigatório a remoção das pequenas e arredondadas extensões que atribuem à Survivor um design menos recto. Depois de tanto a da parte superior como a da inferior estarem já desmontadas, podemos então abrir a lateral e vislumbrar o aconchego que a Survivor vai dar aos nossos componentes. As inscrições acerca de todos os tipos de motherboard que a Survivor suporta estão bem visíveis, lacradas na própria caixa.

Com compatibilidade para ATX, mATX e Mini-ITX, esta caixa possui também instruções básicas para que saibamos onde aplicar os pinos e fixar a nossa motherboard.

Despindo a Survivor podemos verificar que, apesar da simplicidade exterior, possui 2 imponentes fans de 200mm, uma no topo da caixa e outra na parte frontal da mesma. A BitFenix apoia-se sobre 4 pés em borracha e possui uma grelha amovível com filtro no fundo para que possamos retirar e, posteriormente, limpar pós e sujidades acumuladas.

Já com um sistema aconchegado na Survivor, podemos concluir que a montagem deste não se revelou tão fácil como em outros modelos de outras marcas. O facto de não ter borracha ou plástico a proteger a furação de passagem dos cabos pode vir a aumentar a degradação dos mesmos e até mesmo cortar alguns menos resistentes. A BitFenix tentou com este modelo oferecer algumas qualidades das full-towers numa elegante mid-tower e, por isso mesmo, acabamos por ter pouco espaço para esconder cabos e alguma dificuldade na instalação de alguns componentes, tendo também o cuidado extra durante a compra de novos upgrades pois nem todos eles poderão caber na Survivor.

No canto inferior direito podemos armazenar os nossos HDDs podendo optar por 3 ou 6 gavetas para tal. No caso de não necessitarmos das 3 últimas podemos facilmente retira-las para que exista mais espaço na caixa, beneficiando assim a deslocação de ar dentro da mesma.

A Survivor vem acompanhada de alguns extras que podem fazer a diferença a alguns utilizadores. A BitFenix pensou esta caixa de forma a alvejar o público gamer e frequentador de lan-partys. Assim, de uma forma bastante simples, a Survivor permite ao utilizador, por meio de um sistema inovador que se afixa à caixa utilizando um forte íman, prender todos os cabos soltos como o do rato e teclado. Além disso, a Survivor vem acompanhada de umas cintas que nos permitem prender o hardware à caixa, prevenindo assim qualquer tipo de roubo durante as viagens. Acaba também por dar alguma estabilidade ao hardware quando montado na caixa ficando este mais fixo e seguro.

Ainda no patamar dos acessórios, a BitFenix incluiu adaptadores para os SSDs de maneira a podermos fixa-los no seu respectivo lugar e muitos parafusos para que nada falte no acto da montagem.

Conclusão
A BitFenix deu um passo na direcção certa com o lançamento da Survivor. Ao contrário da Colossus, a sua antecessora, esta caixa é muito mais elegante e subtil. Dotada de uma textura muito agradável ao toque bastante única que a deixa num patamar bastante interessante, a Survivor é bastante versátil e deveria ser levada muito a sério para quem transporta o sistema com frequência. A pega suporta até 40Kg e, juntamente com os acessórios que ajudam a uma rápida e eficaz instalação e protecção do nosso hardware, faz desta caixa uma escolha acertadíssima para quem frequenta lan-partys. Porém, não ficámos impressionados com o facto dos acessórios virem soltos dentro da caixa pois tal demonstra algum desleixo no embalamento e preparação final ao consumidor.

No que diz respeito à instalação do nosso sistema, a Survivor demonstrou ser razoável mas achámos que não deveria ser necessário retirar as abas da caixa para que possamos retirar as laterais, de maneira a aceder ao interior desta. Pode tornar-se incómodo ao longo do tempo e, pior do que isso, criar desgaste do material e riscos no mesmo. Os furos de passagem dos cabos podia estar protegidos para uma mais fácil instalação e uma melhoria no que diz respeito à duração dos cabos que, com o tempo podem acabar por se danificar.

Na globalidade, a BitFenix está de parabéns por ter produzido uma caixa bastante elegante com muita mobilidade mas não podemos deixar de reparar que, pelo valor desta, há de facto melhores soluções no mercado. Esperamos, no entanto, mais novidades por parte desta marca que está a dar os seus primeiros passos neste mundo difícil.

Despeço-me com os habituais agradecimentos à CaseKing.de por nos ter cedido este sample para análise.

0 Comentários a este artigo
  1. gostei da caixa, tem um design que eu aprecio. no entanto, acho que uma caixa com uma pega, que se diz virada para lan-partys, não deveria pesar 11Kg vazia… é demasiado. eu sei porque a minha Antec P180 pesa o mesmo vazia e eu nunca a tenho vazia, ou seja, para transportar uma caixa com duas gráficas, motherboard, 4 ou 5 discos, fonte de alimentação, cooler e drives, é complicado… não sei até que ponto aquela pega será suficiente.

    fiquei com uma dúvida: cabe mesmo uma ventoinha de 200mm na traseira?

  2. eheh, uma falha da minha parte já corrigida entretanto, obrigado pela tua perspicácia! Obviamente que, na parte traseira só lá consegues ter uma de 120mm. A Survivor só é acompanhada das 2 de 200 que se podem ver nas fotos.

  3. Excelente review!

    A caixa pareceu-me bastante interessante, apesar de ser pequena demais para os meus gostos! De resto tem pormenores bastante interessantes, que a torna numa escolha bastante boa.

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos