Home Hardware Review Panasonic Lumix DMW-YAGH

panasonic lumix dmw yagh

A Lumix GH4 da Panasonic é uma das máquinas de eleição dos videógrafos desta vida, amadores e semi-profissionais. Para o próximo patamar, o dos profissionais, faltam-lhe algumas opções de conectividade e opções de gravação que a marca pretende colmatar com o DMW-YAGH, ou uma das suas variantes.

Aquando do seu lançamento, o DMW-YAGH custava uma pequena fortuna (mais de 2000 euros) mas entretanto as coisas mudaram nesse departamento e as capacidades de vídeo, áudio e alimentação podem dar jeito a um nicho de utilizadores. Esta também é uma solução que permite utilizar a GH4 para fazer livestream com alta qualidade, e foi nessa perspectiva que o YAGH veio cá parar.

Página Oficial

Embalagem e Conteúdo

O DMW-YAGH vem numa embalagem simples com a informação essencial como por exemplo uma imagem da interface no topo, o nome do modelo e compatibilidade com a GH4.

panasonic lumix dmw yagh

Também vem indicado o que vem incluído na embalagem que, por sinal, não é quase nada. Vem apenas o DMW-YAGH, tampas para os conectores e o manual de utilizador.

panasonic lumix dmw yagh

Em Detalhe

Esta interface praticamente duplica as dimensões da GH4, adiciona 750 g ao sistema e não funciona como grip em termos de ergonomia. Tem um revestimento semelhante ao da câmara e as ligações principais estão protegidas por capas em borracha.

panasonic lumix dmw yagh

Na lateral tem duas entradas XLR para microfones e permite controlar o volume de cada canal de forma independente. Também funciona como preamp e o som é bastante melhor do que o original da câmara mas há ainda melhor.

Como o YAGH não tem bateria nem funciona com a bateria da GH4, tem uma ligação XLR de 4 pinos e 12V para ligar uma bateria externa, que assim de repente, acaba com a portabilidade do sistema. Pelo lado positivo, quando o YAGH está a funcionar, a câmara também utiliza a bateria externa.

Para vídeo tem quatro ligações, duas para 3G-SDI e duas para HD-SDI. Isto resulta na capacidade transmitir em simultâneo quatro saídas 4K com 4:2:2 10-bit, duas 1080p até 60fps com 4:2:2 10-bit ou quatro 1080p até 30 fps, todas com timecode, essencial para um workflow mais profissional com múltiplas câmaras ou áudio, por exemplo.

Na frente tem duas furações 1/4-20 para utilizar carris, uma opção necessária para algumas rigs mais complexas ou, quanto mais não seja, para fixar a bateria externa do YAGH.

panasonic lumix dmw yagh

Na outra lateral tem a ligação HDMI que, de todas, é a menos robusta mas funciona bem e facilita. Além disso tem uma grelha para refrigeração. A ventoinha no interior ouve-se mas não é demasiado ruidosa.

panasonic lumix dmw yagh

Na face traseira tem o painel para controlo de áudio independente para dois canais e até phantom power 48V, utilizado para microfones de condensador. Esta é a face mais interessante do YAGH!

panasonic lumix dmw yagh

No fundo tem as furações com três das medidas mais conhecidas para cabeças de tripé.

panasonic lumix dmw yagh

Considerações Finais

O DMW-YAGH é uma interface premium que representa, de certa forma, a colisão entre o mundo dos entusiastas de vídeo com o mundo dos profissionais com duas entras de áudio XLR, preamps e controlos, quatro saídas SDI, entrada para time code e saída HDMI de tamanho normal. Não é um acessório para a maioria dos utilizadores da GH4.

É um acessório que traz à GH4 ligações robustas com conectores BNC que além de fiabilidade, permitem também transmitir a informação por distâncias muito mais longas do que se fosse ligação HDMI. Em termos de vídeo amplifica as capacidades de 4K da câmara, elevando-a até ao nível de um sistema profissional com 10-bit que já deverá ser nativo na próxima iteração da câmara, a GH5.

A entrada TC do YAGH pode ser a solução ideal para manter o time code certinho numa produção mais complexa com múltiplas câmaras e microfones.

panasonic lumix dmw yagh

Uma das principais atrações do DMW-YAGH são as suas caraterísticas de áudio com preamps que permitem um som superior ao da câmara, múltiplas entradas com ligação XLR e o painel de controlo dedicado com canais separados e indicadores de nível na traseira do equipamento. No entanto, só por estas caraterísticas de áudio, existem combinações mais apetecíveis com preamps melhores e um preço mais competitivo no mercado.

Uma das partes mais difíceis foi acertar numa bateria externa com ligação XLR que fosse compatível com o YAGH. Por um lado é chato que a interface precise de alimentação externa mas por outro lado permite que a GH4 grave durante muito mais tempo e inclusivamente seja utilizada para livestream.

Comparando o sistema inicial só com a GH4 e o sistema final com tudo o que é necessário para o YAGH, é óbvio que a mobilidade sofre e este será ideal para utilizar num tripé, sem grandes aventuras.

O DMW-YAGH ainda está avaliado em cerca de 1000€ mas não é de todo um produto standalone e para conseguir tirar proveito dele é necessário um forte investimento no gravador externo e SSDs, alimentação externa e outros acessórios de rig necessários para suportar um sistema com peso considerável.

panasonic lumix dmw yagh

Pontos Fortes:
+ Qualidade de som e imagem
+ Ligações robustas
+ Dimensões
+ Painel de controlo de áudio

Pontos Fracos:
– Preço

 

Terei todo o gosto em esclarecer qualquer dúvida sobre o acessório Panasonic Lumix DMW-YAGH.

Deixar um comentário

Outros Artigos