Home Hardware Discos Review Kingston HyperX Fury 120GB & 240GB SSD

Pontuação
Desempenho - 6
Qualidade de Construção - 7
Preço - 8
Design - 7
Qualidade/Preço - 8

Kingston HyperX Logo
A Kingston dispensa qualquer apresentação, é uma marca muito antiga e um dos maiores fabricantes de produtos baseados em NAND Flash. Desde memória Ram, pen drives, cartões de memória e SSDs, oferece um vasto leque de soluções, aliando a fiabilidade com a performance.

Kingston HyperX Fury SSD_6

O Lilireviews já teve oportunidade de testar outros modelos HyperX da marca, nomeadamente o HyperX 240GB e HyperX 3K 240GB, que se portaram muito bem.

Estes Fury são SSDs que visam oferecer um bom rácio qualidade/preço, daí que, não será expectável que batam recordes de velocidade.

Embalagem e Conteúdo

Kingston HyperX Fury SSD_4

A embalagem é bastante modesta, não há muito a dizer sobre ela. Na frente temos a indicação do modelo e capacidade, bem como a indicação dos 3 anos de garantia que a Kingston dá.

A parte traseira não contem informação que seja verdadeiramente útil, por isso, não é de todo relevante mostrar. É notório o corte de custos nesta gama, a começar logo pela embalagem.

Kingston HyperX Fury SSD_5

O conteúdo é igualmente a pensar no corte de custos, sendo o SSD acompanhado apenas por um autocolente com o logotipo e um simples adaptador 2,5″ de plástico.

Em Detalhe

Kingston HyperX Fury SSD_2

O design do HyperX Fury é simples, todo em cinza escuro, com um autocolante na frente a fazer indicação do modelo e capacidade do mesmo. Gostei de ver que, mesmo sendo um produto a pensar no baixo preço, foi utilizado um chassis em metal.

Kingston HyperX Fury SSD_3

Ao contrário de muitos SSDs, a espessura foi reduzida para 7mm, aumentando a compatibilidade com portáteis mais finos, caso dos ultrabooks muito na moda atualmente.

Kingston HyperX Fury SSD_1

A Kingston decidiu equipar esta série com o já conhecido e maduro controlador SandForce SF-2281 da LSI, o mesmo que já vem sendo utilizado nos SSDs da marca desde há muito tempo para cá.

A NAND utilizada são ICs ONFi 3 da Kingston, que oferecem velocidades de leitura até 470MB/s (420MB/s para a versão de 120GB) e 220MB/s de escrita (120MB/s na versão de 120GB).

Especificações

Especificações HyperX Fury SSD

Testes

Passada a apresentação do produto, vamos ao que verdadeiramente interessa, o desempenho. Todos os testes foram realizados no seguinte sistema, em Windows 8.1 e SATA 6.0Gbps:

  • Intel Core i7 5820K @ 3.3Ghz
  • ASRock Fatal1ty X99M Killer
  • Asus GTX 970 Strix OC
  • 16GB DDR4 2400Mhz
  • Corsair HX-850W

NOTA: Os resultados dos testes podem variar, dependendo do sistema, drivers e Sistema Operativo utilizado. Tenham apenas estes valores como referência e não do que obrigatoriamente têm de atingir no vosso sistema.

Crystal Disk Mark

120GB:

Crystal Mark 120GB

240GB:

Crystal Mark 240GB

Como podemos verificar, ambas as versões ultrapassaram as velocidades anunciadas pelo fabricante, o que é sempre um bom indicativo.

A versão de 120GB conseguiu apresentar velocidades de 432MB/s em leitura sequencial e 128MB/s em escrita. Já o seu irmão maior, atingiu os 473MB/s de leitura e 226MB/s de escrita.

Em relação às escritas, o modelo de 240GB a ter uma média de 100MB/s a mais nos vários tipos de ficheiros, com excepção dos 4K, onde ambos apresentam um desempenho virtualmente igual.

ATTO

120GB:

ATTO 120GB

240GB:

ATTO 240GB

Mais uma vez, ambos os SSDs a ultrapassarem a barreira anunciada pela Kingston (500MB/s) e a debitarem 554MB/s de leitura e 530MB/s de escrita no Fury de 240GB e 525MB/s no de 120GB.

AS SSD Benchmark

120GB:

AS SSD 120GB

240GB:

AS SSD 240GB

No familiar AS SSD Benchmark, a diferença entre as duas versões a acentuar-se, com clara vantagem para o de 240Gb de capacidade.

Mais 100MB/s de leitura e escrita sequencial, mais 100MB/s em escrita de ficheiros 4K-64Thrd e sensivelmente o dobro da velocidade em leitura 4K-64Thrd.

120GB:

AS SSD IOPS 120GB

240GB:

AS SSD IOPS 240GB

Ao nível dos IOPS (operações por segundo), novamente a versão maior de 240GB a sair-se consideravelmente melhor, com um máximo de 51.000 IOPS. O modelo de 120GB, não foi além de 27.000 IOPS em 4K-64Thrd.

120GB:

AS SSD COPY 120GB

240GB:

AS SSD Copy 240GB

Neste teste mais prático de cópia, onde se consegue avaliar melhor a performance que sentimos depois nas tarefas do dia a dia, o HyperX Fury de 240GB a apresentar sensivelmente o dobro do desempenho do seu irmão com 120GB.

AIDA64

120GB:

AIDA64 Leitura 120GB

240GB:

AIDA64 Leitura 240GB

Resultados convincentes nas leituras do AIDA64, com ambas as versões a apresentarem velocidades acima dos 520MB/s.

120GB:

AIDA64 Escrita 120GB

240GB:

AIDA64 Escrita 240GB

Nas escritas, naturalmente o desempenho a descer, com médias de 111MB/s e 220MB/s para as versões de 120GB e 240GB, respetivamente.

Anvil Storage Utility 

O Anvil Storage Utility é das suites mais completas atualmente, não só por medir em múltiplos tipos de ficheiros, mas pela vasta personalização que possibilita, onde cobre vários cenários.

Comecemos então com os dados em 0% de compressão, tarefa mais fácil para os SSDs.

120GB:

Anvil 0 120GB

240GB:

Anvil 0 240GB

Neste primeiro cenário, a não haverem grandes diferenças entre ambos os SSDs, com excepção da velocidade de leitura em 128K, onde o de 240GB consegue quase 100MB/s a mais.

Passando para 46% de compressão, que é em média o utilizado pelas aplicações que utilizamos diariamente e, por isso, dá uma melhor ideia da performance dos discos na prática.

120GB:

Anvil 46 120GB

240GB:

Anvil 46 240GB

Aqui, as diferenças acentuaram-se, novamente com vantagem para o modelo de 240GB. Nas velocidades de escrita, o de 120GB a ser manifestamente mais lento em todos os tipos de ficheiros.

Não é de estranhar esta descida significativa de performance quando se passa de 0% de compressão para 46%, uma vez que, esta fraqueza do controlador SF-2281 já é sobejamente conhecida.

Passamos então para a pior das situações, com dados incompressíveis:

120GB:

Anvil 100 120GB

240GB:

Anvil 100 240GB

O desempenho no geral a descer para os dois SSDs, mas é na versão de 120GB onde esse impacto é maior. Fica claro que, a versão de 240GB para além de oferecer mais capacidade de armazenamento, é também mais robusta quando em cenários mais exigentes.

Por fim, mas não menos importante, os IOPS.

120GB:

IOPS Leitura 120GB

240GB:

IOPS Leitura 240GB

Os resultados a serem consistentes com os apresentados anteriormente no AS SSD, com 24.000 IOPS para o modelo de 240GB e 12.000 IOPS no de 120GB, em leitura.

120GB:

IOPS Escrita 120GB

240GB:

IOPS Escrita 240GB

Os valores de IOPS nas escritas a serem uma boa surpresa, com ambos os SSDs a apresentarem um excelente número de 83.000 IOPS e 85.000 IOPS, para as versões de 120GB e 240GB, respetivamente.

Considerações Finais

Resta dizer que, estamos perante dois SSDs de entrada de gama, que visam oferecer velocidade razoável a um baixo custo. Tal como dito logo no inicio do artigo, não seria expectável que estes HyperX Fury deslumbrassem com o seu desempenho, visto que se tratam de produtos para um público alvo muito diferente do entusiasta.

A Kingston posicionou esta gama a olhar para uma vertente de qualidade/preço, custando a versão de 120GB cerca de 68€ no mercado nacional e 113€ o irmão de 240GB. São SSDs que oferecem um custo por GB muito atrativo, sendo portanto, orientados para satisfazer as necessidades do grosso dos utilizadores, que procuram efetivamente barato.

Kingston HyperX Fury SSD_7

Apesar de nenhum deles ser o supra sumo em performance, são um excelente upgrade face a qualquer disco mecânico, que hoje em dia é o maior bottleneck dos sistemas atuais. As pessoas podem assim, acelerar o seu sistema de forma exponencial, sem rebentar com o orçamento.

Quem procurar um SSD barato e com performance q.b, tem aqui nos SSDs HyperX Fury da Kingston uma boa solução, com a vantagem de ainda ficarem com 3 anos de garantia no produto.

selo-7_2

Deixar um comentário

Outros Artigos