Home Periféricos Review Gigabyte AIRE M93 ICE

A Gigabyte é uma empresa não desconhecida ao mercado português, sendo a sua presença especialmente pautada nos segmentos de placas gráficas e motherboards.

gigabyte-logo

A sua divisão de periféricos, claramente não se encontra tão desenvolvida como as restantes, contudo a marca consegue facultar uma variedade já palpável quer de ratos, quer de teclados, quer de headsets/headphones.

Especificações

  • Interface: USB / 2.4GHz Wireless
  • Sistema de tracking: Laser
  • Sensibilidade: 1200/2000 DPI
  • DPI Switch: Sim
  • Dimensões: 113(L) x 71(C) x 42(A) mm
  • Peso: 90g (Sem pilhas)
  • Distância de Transmissão: 10M (em local aberto)
  • Duração das pilhas: 3 meses +
  • Suporte OS: Windows XP 32bit/ Vista/ Win7/ Win8

Embalagem e Conteúdo

1 2 3 basefotos

Em Pormenor

Para quem ainda se encontra na dúvida, é importante deixar já claro à partida que este é um rato para utilizadores casuais. Não convém que que este seja utilizado para gaming, quer pela sua feature principal, que é o facto de utilizar tecnologia wireless para se ligar ao PC (apesar de ter cabo) quer pelo facto de não apresentar skates propriamente ditos (tem apenas terminações em relevo para melhor deslize).

9

A qualidade  de construção situa-se acima da média e destrói as ilusões de quem pensa que este por ser um produto de uma linha secundária da marca, seria por isso menos bom. As linhas encontram-se bem direitas, o rato quanto apertado com a mão não emite qualquer ruído e as folgas são apenas as estritamente necessárias. O feedback de todos os botões é bastante agradável, deste o M1 e M2 que parecem ter por de baixo switches OMRON, até à scroll wheel que apesar de simples, se mostra sobretudo funcional. Os botões laterais estão bem posicionados, não facilitam cliques acidentais e encontram-se bem coesos. Como botões adicionais, temos em cima o primeiro para fazer scoll livre da página e o segundo para alteração de DPI on-thefly (1200 e 2000 DPI).

10Os materias utilizados são tipicamente plásticos, como é o caso das laterais e da parte inferior. As costas do rato e os botões M1 e M2 são constituídos por um plástico com uma finíssima camada de rubber coating. Através de alguma utlização, é passível de ser dito que este rato teria acrescentado alguns pontos ao seu conforto, caso as laterais não fossem de apenas plástico texturado (ligeiramente granulado).

11

Este rato apresenta uma forma tipicamente dextra, ainda para mais dado o posicionamento dos botões lateriais. Os únicos grips permitidos são o claw e o fingertip, dado que palm e portabilidade não misturam bem. Se tentarmos segurar no rato com a palma da mão espalmada no rato, ficamos com cerca de 2cm de dedos fora da shell. O M93 apesar de não ser o mais compacto dos ratos wireless feitos para andar sempre em viagem, certamente deve ser dos mais confortáveis e completos  e, portanto, mais agradável de usar.

8 7

A qualidade do sensor (laser) não se destaca em qualquer sentido, contudo o seu posicionamento deixa bastante a desejar. Podemos alegar que este é um rato casual (o que de facto é), contudo um sensor não centrado irá sempre prejudicar bastante o tracking. Outra questão mais ou menos semelhante, é a ausência de skates, a qual irá custar no glide e movimentação suave do rato em momentos em que é necessária maior precisão. Contudo, no dia-a-dia, para uma utilização puramente de escritório, sinceramente não fazem falta.

5A bateria, que é única e corresponde a uma pilha AA recarregável de 2100mAh não acrescenta peso significativo ao rato. A sua longevidade, segundo as informações divulgadas pela marca deve atingir os 3 meses, contudo nós apenas pudemos confirmar esse facto para 1 mês de utilização intensa com a bateria ainda sem dar sinais de debilidade. Desnecessário será dizer, que não é preciso carregador para devolver a carga a esta pilha, basta somente ligar o rato por cabo ao PC, com a pilha no interior.

4

Considerações Finais

O Gigabyte AIRE M93 ICE é de facto um muito bom rato para ser carregado para todo o lado no interior da mala, quer seja pela sua qualidade de construção, quer seja pela sua shape e conforto inerente à sua utilização. O problema põe-se de facto com o preço dado, os 51€. Não seriam problema, caso o M93 trouxesse de facto uns bons skates, tivesse um sensor com o mínimo de lógica quanto ao seu posicionamento e umas lateriais feitas ou cobertas por um material diferente.

6

Infelizmente há certas falhas que não são perdoáveis para um rato deste orçamento, contudo é de louvar o produto final conseguido por uma marca que se especializa no fabrico de placas gráficas e motherboards. Temos um rato que de facto é agradável de usar e fácil de ser carregado em qualquer mala, logo, aqui se encontra um bom produto, mas pobremente posicionado na escala de preços.

selo-7_0

O bom

  • Longevidade da bateria
  • Qualidade de construção
  • Conforto

O menos bom

  • Ausência de skates
  • Posicionamento do sensor
  • Preço

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Outros Artigos