Home Notícias LILIREVIEWS na Comic Con Portugal 2015

O LILIREVIEWS conseguiu marcar presença no último dia da Comic Con Portugal e voltou com notícias, fotos e opinião para dar.

Comiccon-7-33
A Exponor abriu as portas da Comic Con às 10 da manhã pela última vez este ano e depois de termos estacionado com bastante facilidade, entrámos no primeiro pavilhão da Exponor para trocar os bilhetes por pulseiras (boa iniciativa para a malta poder sair e voltar a entrar à vontade). Para isso, no entanto, fomos obrigados a percorrer um labirinto gigante e policiado sem absolutamente ninguém até o conseguirmos. Perdemos 30 minutos até que alguém se apercebeu que aquilo não era a final de um campeonato do mundo de futebol e acabou com o mesmo labirinto.

Comiccon-7-2

Entrámos no mundo da Comic Con e decidimos levantar dinheiro, no único terminal multibanco que existe na Exponor e, tal como esperado, uma fila gigante que insistia em não diminuir devido ao terminal estar fora de serviço. Boa, começou bem. Depois de missão abortada no levantamento do carcanhol, eis que entramos no corredor de autores e artistas da Comic Con, onde muitos desenhavam/escreviam enquanto esperavam por seguidores/clientes. Uma mega oportunidade para quem quisesse um autógrafo ou comprar edições especiais dos sócios. Infelizmente, não conhecia nenhum e passei essa zona a todo o vapor.

Comiccon-7-40

Comiccon-7-41

O pavilhão que se seguiu foi a maior surpresa do evento.

Comiccon-7-34

Comiccon-7-15

Comiccon-7-9

Expositores de toda a Europa instalaram-se naquele espaço e havia de tudo para venda! Desde consolas e jogos retro a kits Gundam, Merchs de todo o tipo e até comida e bebida importada do Japão. Nerd’s Heaven!

Comiccon-7-36

Comiccon-7-48

Famoso Dorayaki (Doraemon) e umas coisas que sabiam bem mas longe de mim ter conhecimento o que era ou do que era feito. O porta moedas do Naruto!

Comiccon-7-47

A disposição e organização do espaço foi bem conseguida, com a Fnac a ter destaque principal na zona central e perto do Chill Out, local onde nos podíamos sentar e descansar um pouco no meio daquela aventura cheia de gente louca. Demos logo de caras com bonecos à escala real do Iron Man, Batman e do Anão do Senhor dos Anéis, tirámos umas fotos e vimos os price tags incríveis de cada um. Next!

Comiccon-7-4

Comiccon-7-7

Comiccon-7-8
Lojas e lojinhas, T-Shirts alusivas, action figures, posters desenhados à mão, jogos de tabuleiro.. enfim ou melhor, um sem fim desta cultura que, pensava eu, estar pouco desenvolvida no meu país.
Depois de umas compras arriscadas, fomos conhecer o pavilhão seguinte, onde centenas de adolescentes aos gritos tentavam entrar numa espécie de sala de cinema junto a um exemplar do veículo do “regresso ao futuro”. Entendi logo de seguida que teria algo a ver com o cast do Teen Wolf, uma série muito parecida ao Twilight, mas com mais episódios. Que delírio da mulherada pequena!

Comiccon-7-5
Ainda faltavam dois pavilhões e, por isso, continuámos a investigar a Comic Con ignorando as gigantescas filas para a foto no Trono de Game of Thrones e da selfie a voar sobre Nova Yorque do canal MOV que enchiam parte do sítio.
Pavilhão dos jogos, eita, agora estava eu em casa! Logo à entrada, a Fraggerzstuff e os K1CK com um expositor bem localizado, com uma PS4 e RockBand com guitarra e bateria para os experts da música, alguns PCs gaming a rodar League of Legends e muitas giveaways directamente “patrocinadas” pelo HYPNO e pela SteelSeries.

Comiccon-7-51

Comiccon-7-50

Em frente, bem no centro, um mega spot da Nintendo onde vária malta se defrontava em corridas de Super Mario Kart projectadas em ecrãs gigantes e com várias Wii Us para que pudéssemos testar os mais recentes títulos. Ignorámos o armazém assombrado devido às longas horas de espera mas acredito que fosse uma excelente experiência para os mais rijos. Escolhemos então os driving seats da Xbox One para dar umas voltinhas no 458 Italia do Forza 6 no fabuloso ecrã curvo da LG mas abandonámos a corrida de forma precoce devido a um problema técnico no veículo (cof cof).

Comiccon-7-10

Comiccon-7-17

A zona mais divertida, permitam-me a opinião, foi o Pinball! Que belas recordações vividas à custa de 50 cêntimos (pelo menos não há fila aqui). E que bem empregues foram, pois além de reverterem para uma associação de caridade, me trouxeram o sorriso que tinha em pequeno quando ligava a Sega Mega Drive. Esta zona da Comic Con estava cheia destas máquinas, para todos os gostos e praticamente acerca de todos os temas possíveis e imagináveis. Nós jogámos uns créditos na dos piratas das caraíbas e foi impecável.

Comiccon-7-11

Comiccon-7-20

Com a barriga a dar as 2 da tarde, fomos até ao último pavilhão, o dos comes-e-bebes. Mega autocarro-hamburgueria estacionado à entrada a facturar como se não houvesse (e não) amanhã, com filas intermináveis para comer e beber fosse onde fosse. Já que tínhamos de esperar escolhemos a fila mais comprida partindo do princípio que seria o melhor sítio. Uma eternidade depois, estávamos servidos e a comer um belíssimo hamburguer com coisas dentro tão estranhas como os visitantes do espaço. Estava bom e, por milagre, nada overpriced.

Comiccon-7-52

Comiccon-7-53

De regresso à Gaming Zone e, por grande pena minha, sem torneios em curso durante o dia de Domingo, visitámos o gigante expositor da Alientech que, já numa altura de final de feira, praticavam mega promoções e a malta fazia fila para comprar! Junto à nave espacial do StarWars ia-se juntando uma enorme quantidade de Storm Troopers e cosplays associados à saga que animaram bastante a meia hora que se seguiu.

Comiccon-7-23

Comiccon-7-22

Por falar nos Cosplays, uma das razões pela qual se deve visitar a Comic Con é mesmo essa, os Cosplays. Aquela malta leva aquilo a sério, leva aquilo a um nível muito acima daquilo que eu estava à espera em Portugal. Estão todos de parabéns por conseguirem demonstrar que não só lá fora se conseguem imitar os personagens fictícios seja da BD ou TV. O nível de detalhe dos disfarces é de tal forma trabalhado que parece mesmo transportar-nos para uma dimensão estranha e constrangedoramente fixe.

Comiccon-7-13

Comiccon-7-6

Comiccon-7-353

Comiccon-7-359

Há por lá muitos artistas portugueses cheios de talento que merecem ser apoiados e são estas as melhores ocasiões para elevar os seus projectos, comprar os seus livros, pendurar uma print deles ou pedir um pin ou desenho. Eu dei o meu contributo, escolhi um autor com quem me identifiquei e um projecto original e não vim para casa de mãos a abanar, tal como muitos que por lá estiveram. Mais do que uma convenção, uma oportunidade para todos.

A experiência foi óptima, descobri, provei e aprendi muita coisa. O LILIREVIEWS vai lá voltar para o ano porque o lema é mesmo verdade e ali podemos ser mesmo o que quisermos!

Comiccon-7-39

Artigos relacionados

Deixar um comentário

Outros Artigos